5 descobertas incríveis sobre Plutão - Fatos Desconhecidos

5 descobertas incríveis sobre Plutão

Ciência e Tecnologia | 9 de outubro de 2015 por Lucas Franco

Plutão voltou aos holofotes com tudo este ano – foi até fotografado de perto e provou sua importância para a comunidade científica. A sonda New Horizons, da NASA, passou a 766 mil quilômetros do planeta, e foi capaz de observar melhor sua superfície. Como se não bastasse, na última quinta feira, 8, a primeira imagem colorida da atmosfera de Plutão revelou um belo céu azul, para a surpresa de todos.

E água! Sim, amigos. As novas imagens também revelaram, em vários pontos, a existência de água congelada exposta na superfície de Plutão, o que ainda precisa ser estudado. Aposto que você não esperava por isto. Esta talvez seja a maior descoberta recente do distante planetinha, mas não é, nem de longe, a única. Ao longo dos anos já fomos capazes de descobrir muita coisa, e as principais descobertas você encontra aqui, na Fatos Desconhecidos.

5 – Montanhas de gelo

1

A imagem mais nítida do planeta permitiu que os cientistas observassem diversas montanhas com mais de 3 quilômetros de altura. A foto também revelou a já famosa mancha em formato de coração. Como já foi dito, as montanhas são feitas de gelo de água, uma vez que a superfície de Plutão é extremamente gelada, por volta de -232º C.

4 – Maior do que se imaginava

2

Esta é para quem esnobou o planeta. Os dados da nave espacial mostram que Plutão é maior do que se acreditava, se classificando como o maior objeto já encontrado no Cinturão de Kuiper – o cinturão de asteroides maciços que circunda o sistema solar. A medição mostra que o planeta mede aproximadamente cerca de 2370 km de diâmetro. Ainda assim, ele continua menor que a Lua.

3 – Pode nevar por lá

3

Já era conhecido há algum tempo o fato que a atmosfera do planeta é rica em nitrogênio. Os cientistas descobriram, mais recentemente, que realmente pode nevar nitrogênio na superfície do planetinha. Jim Green, diretor de ciências planetárias da NASA, explicou que a tal forma de coração deve ser feita de nitrogênio, metano, monóxido de carbono ou algum outro tipo de neve que caiu na superfície.

2 – Luas de Plutão

4

Plutão tem cinco luas conhecidas: Caronte Nix, Hidra, Cérbero e Estinge. Os cientistas esperavam encontrar pelo menos mais uma lua orbitando o planeta, mas nada de novo foi encontrado. Mesmo assim, uma nova descoberta foi feita sobre Caronte, a maior lua do planeta. Através das imagens de alta resolução do satélite, foi possível observar uma superfície suave, o que indica que ele pode ter sido geologicamente ativo há pouco tempo e é, portanto, o mais jovem. Também é possível observar uma grande depressão que mede entre 6 e 9 quilômetros.

1 – O planeta não se parece com nada na galáxia

5

Plutão é único. Os cientistas que trabalharam com a New Horizons não foram capazes de comparar as características de aparência geral e superfície do planeta com nada que já foi encontrado no sistema solar. Antes das imagens, esperava-se que Plutão fosse semelhante a lua Triton de Netuno, mas a aproximação comprovou que isto não está correto. Para começar, Triton não tem o mesmo tipo de terreno acidentado que foi observado em Plutão. O planeta ainda apresenta uma grande quantidade de materiais estranhos, que não se parece com nada conhecido. Definitivamente, ainda há muito a se estudar sobre o planetinha distante.

Fonte: Mashable

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários