5 fatos históricos que repercutiram nas histórias em quadrinhos - Fatos Desconhecidos

5 fatos históricos que repercutiram nas histórias em quadrinhos

Fatos Nerd | 17 de fevereiro de 2017 por Renan Neves

Assim como qualquer indústria artística, os quadrinhos muitas vezes são afetados por questões ideológicas, econômicas e tecnológicas da sociedade, afinal de contas as produções artísticas são quase sempre um espelho da sua sociedade, a influência é direta. Um exemplo claro disso foram os imigrantes europeus do início do século XX que acabou beneficiando a indústria cinematográfica de Hollywood.

Assim como no cinema, nos quadrinhos as influências também são traços fortes. Guerras, mudanças na tecnologia e nas legislações acabam modificando o universo dos nossos heróis. Listamos então os 5 acontecimentos históricos que repercutiram na industria dos quadrinhos, confira.

1 – Crise de 1929

Como todos já conhecem, a crise de 1929 foi uma grande depressão econômica que persistiu ao longo da década de 1930, tendo um fim somente com a Segunda Guerra Mundial. É considerada o pior e mais longo período de recessão econômica do século XX. Algumas teorias afirmam que o público precisava de uma forma para escapar e esquecer toda aquela dificuldade econômica e industrial, assim os quadrinhos surgiram como uma grande solução: pessoas extraordinárias que tinham uma fácil identificação com o público, além de ser uma produção relativamente barata.

2 – Segunda Guerra Mundial

Conflitos armados sempre foram uma fonte rica de inspiração, principalmente para os quadrinhos. Além do simples entretenimento, os conflitos dentro dos quadrinhos também serviam como um mecanismo para a propaganda dos governos, afim de conquistar os mais jovens. Não preciso nem citar nosso querido Capitão América né?

3 – Código dos Quadrinhos

Durante uma pesquisa chamada Seduction of the Innocent publicada em 1957, o psiquiatra Frederic Werthan culpou as histórias em quadrinhos por influenciar a violência e a criminalidade entre os jovens. Apesar da afirmação ridícula, as autoridades levaram o pseudo estudo a sério, criando o Código dos Quadrinhos, que obrigavam as editoras à fazer uma censura para remover qualquer vestígio de violência que poderia ameaçar a sensibilidade das crianças.

4 – Invasões Britânicas

Durante a década de 80 as principais editoras de quadrinhos (Marvel e DC) sofreram uma estagnação completa de ideias. Mudando seu foco para um público mais adulto, a DC Comics contratou o icônico escritor britânico Alan Moore para assumir o Monstro do Pântano, o que acabou mudando a história dos quadrinhos norte-americanos para sempre. Depois de Moore, foi Neil Gaiman, Grant Morrison e Peter Milligan, todos astros da lendária publicação britânica 2000 AD.

5 – Explosão do universo cinematográfico de heróis

Desde os anos 50 que os heróis são levados para as telonas, mas somente em meados dos anos 2000 que as adaptações se tornaram de fato uma indústria gigante e lucrativa. Antes mesmo disso acontecer, nos anos 90 os direitos da DC já haviam sido adiquiridos pela Warner Bros, o que um pouco mais tarde aconteceu entre a Marvel e a Disney. Com uma fórmula certeira para os filmes de heróis, a Marvel lançou a franquia Vingadores que marcou e mudou toda a indústria. Outras empresas também trouxeram os quadrinhos para o cinema com filmes como Tartarugas Ninja, Dredd, Sin City 2 e Scott Pilgrim.

Você conhece outro grande fato histórico que marcou e modificou a história da industria dos quadrinhos? Conta pra gente nos comentários.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários