6 séries de TV que acabaram mas continuaram nos quadrinhos - Fatos Desconhecidos

6 séries de TV que acabaram mas continuaram nos quadrinhos

Fatos Nerd | 17 de julho de 2017 por Ana Monteiro

Quando um livro ou quadrinho faz muito sucesso, as produtoras audiovisuais correm para produzir uma adaptação para as telas. Nesses casos, os fãs originais ficam sempre na expectativa de verem seus personagens favoritos criarem vida. Mas, devemos pensar também que séries acabam, ou são canceladas.. E aí, como fica a vida dos fãs que acompanharam religiosamente cada temporada?

Bom, com o fim de algumas séries e animações aconteceu o caminho contrário: elas migraram das telas para as páginas das histórias em quadrinhos, e de fato, a mudança de formato funcionou! Confira algumas dessas obras que levaram seus fãs para as bancas e livrarias e existem até hoje!

1 – Jem e as Hologramas

Jem e as hologramas surgiu nos anos 80 como uma animação coproduzida pela Marvel. A história narra a vida de Jerrica Benton, dona da Starlight Music. A protagonista possui um alterego, Jem que é integrante de uma banda. Marcada por cores vibrantes, o roteiro aborda questões de relacionamentos, moda, criatividade e amizade. Atualmente, Jem e as hologramas é escrito por Kelly Thompson e ilustrado por Sophie Campbell.

2 -Mighty Morphin’ Power Rangers

É hora de morfar! Certo, esse ano presenciamos o retorno de Power Rangers ao cinema, mas você sabia que depois de muitas temporadas dos nossos heróis que soltam faíscas o caminho da franquia foi parar nos quadrinhos? Nas páginas de Powers Rangers vemos a equipe original: Billy, Kimberly, Trini, Zack, Jason e Tommy. Se a nostalgia não for bastante para te convencer, saiba que os quadrinhos dos Power Rangers conta com capítulos de crossover com a Liga da Justiça, por exemplo. Além de histórias dedicadas a cada um dos membros como Kimberly em Power Rangers: Pink.

3 – Arquivo X

Arquivo X deixou as telas de nossas TVs no começo dos anos 2000, e foi nos quadrinhos que o saudosismo dos fãs foi curado mesmo que por um período limitado. Os quadrinhos, escritos por Joe Harris e ilustrados por Carlos Valenzuela e Michael Walsh, mantém um clima muito semelhante ao da série original enquanto Scully e Mulder voltam a investigar situações estranhas e paranormais.

4 – Invasor Zim

Já faz um bom tempo que não vemos Invasor Zim nas telas da Nickelodeon, mas nosso psicopata intergalático ganhou um espaço no mundo dos quadrinhos também. Com roteiro de Eric Trueheart e Jhonen Vasquez (o autor da animação original) e traços de Aaron Alexovich, Invasor Zim retorna ao nosso planeta com a missão de escravizar a raça humana. Caberá mais uma vez ao investigador paranormal, Dib, parar esse alienígena que nós tanto gostamos.

5 – Scooby Doo: Apocalypse

Na animação da Hannah-Barbera muitos anos atrás, os vilões fantasiados de monstros teriam alcançado seus objetivos se não fosse por essas quatro crianças intrometidas e seu cachorro! Nas páginas da DC Comics, entretanto, Scooby Doo ganha uma versão mais sombria: não há mais máscaras para tirar dos vilões. O grupo vive o apocalypse zumbi e precisa encontrar a cura para restaurar a humanidade enquanto tenta sobreviver. Será que Velma, Daphne, Fred, Salsicha e Scooby conseguem resolver esse mistério?

6 – A lenda de Korra

Se você acompanhou toda a trajetória de Korra em Avatar: A lenda de Korra e ficou pedindo por mais… Sim, existe mais! E o melhor: os quadrinhos de Korra começam exatamente onde a animação acabou. E você que shippou Korra e Asami Sato durante os episódios da animação pode comemorar de novo: as críticas foram muito boas em relação a esse aspecto da história, ou seja: vai ter shipp sim, vai ter diversidade sim. Nós queremos e precisamos de mais desse casal do que uma cena final mostrando que elas realmente se amam.

Qual outra série ou animação foi parar nos quadrinhos e te faz acompanhar até hoje? Você é fã de algum programa que foi cancelado e gostaria de continuar vendo suas histórias mesmo que em quadrinhos? Deixe sua opinião nos comentários.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários