7 coisas que os bebês aprendem enquanto ainda estão no ventre da mãe - Fatos Desconhecidos

7 coisas que os bebês aprendem enquanto ainda estão no ventre da mãe

Ciência e Tecnologia | 14 de fevereiro de 2017 por Mateus Graff

A gestação pode ser dividida em algumas fases, com mais detalhes através de um acompanhamento semana à semana ou de forma mais ampla, a cada trimestre. Em ambos os casos, este acompanhamento é acompanhado de diversas mudanças no corpo do bebê e também no corpo da mulher. Ou seja, é possível acompanhar o feto em desenvolvimento, bem como as alterações no corpo da mamãe durante a gravidez. Já que tocamos no assunto, vocês já leram a nossa matéria que mostra o que o bebê sente quando a mãe faz sexo na gravidez?

Bom, mas vocês sabiam que os bebês já começam a aprender algo sobre o mundo quando ainda estão na barriga da mãe? Tendo isso em mentem nós resolvemos trazer para vocês algumas uma lista das coisas que todos nós aprendemos quando ainda estávamos no ventre de nossas mães:

1 – Doce x Amargo

Mesmo consumindo apenas leite até mais ou menos o 6º mês de vida, os bebês já podem distinguir os sabores amargos ou doces ainda quando estão no ventre da mãe. Isso porque os sabores que a mãe ingeri estão presentes no líquido amniótico, e esses sabores são transmitidos pelo bebê. Sendo assim, quanto mais a mãe tiver uma alimentação diversificada, melhor será o desenvolvimento das papilas gustativas do bebê.

2 – Reconhecer a voz da mãe

Lá dentro do ventre da mãe não é um silêncio completo, na verdade, o bebê escuta sons produzidos pelo estômago da mãe e o bater compassado do seu coração. Mas o som mais significativo que existe para uma criança que ainda está no ventre é a voz da mãe. Eles conhecem tanto que ao nascer, os bebês se aninham perfeitamente e ficam tranquilos quando vão para os braços da mãe. Quando bebê está no sétimo ou oitavo mês, seus batimentos cardíacos diminuem quando escutam a voz da mãe, e isso indica que que a voz materna tem um efeito calmante sobre a criança.

3 – Ouvir sons

Como citamos acima, os bebês já reconhecem a voz da mãe quando estão no ventre, mas também aprendem a ouvir. Um grupo de cientistas da Finlândia fez um experimento com dois grupos de mulheres grávidas. Um grupo escutava canções de ninar diariamente, o outro grupo não. O resultado foi que os bebês do primeiro grupo reagiram as músicas enquanto o outro grupo de bebês era indiferente. Os pesquisadores chegaram a conclusão que o primeiro deve ter aprendido as canções de ninar enquanto estavam dentro do útero, o que faz muito sentido.

4 – Eles percebem a luz

Acreditem, mesmo protegido dentro do útero, o feto começa a perceber a luminosidade a partir da 28ª semana de gestação. Dependendo da maneira como se aponta uma lanterna para a barriga, o bebê pode mudar de posição, como se estivesse se protegendo a exposição à luz. Talvez seja por isso que algumas pessoas afirmam que o bebê deve nascer em uma local com pouca iluminação, para que ele se adeque a intensidade da luz extrema.

5 – Soluço

Vocês sabiam que os bebês podem soluçar dentro do útero? Isso fica mais evidente no terceiro trimestre, e as vezes a mãe teve que isso seja o bebê tendo desconfortos. Mas o que acontece é exatamente ao contrário, pois o soluço na vida intrauterina pode significar bem-estar. Na verdade, esse movimento é uma das coisas que os médicos usam para servir como parâmetro para medir a vitalidade fetal.

6 – Aromas

O líquido amniótico além de transportar o sabor dos alimentos também absorve os odores dos alimentos. Alguns médicos aconselham que o recém nascido seja colocado no peito da mãe assim que ele nasce para reconhecer de imediato o cheiro materno.

7 – Sonhos

Alguns especialistas afirmam que bebês começam a sonhar quando ainda estão no úteo da mãe. Isso porque a análise de comportamento dos fetos durante a realização das ecografias, permitiu analisar os bebês fazendo movimentos rápidos com os olhos, indicando que estão sonhando.

E aí, caros leitores, já sabiam que os bebês aprendiam todas essas coisas ainda na barriga da mãe? Comentem!

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários