7 maneiras inacreditáveis de moldar o seu cérebro - Fatos Desconhecidos

7 maneiras inacreditáveis de moldar o seu cérebro

Ciência e Tecnologia | 9 de agosto de 2017 por Ana Luiza Andrade

O cérebro é o motor do nosso corpo. Nada funciona bem sem ele. A sua plena capacidade ainda é motivo de estudos científicos e permanece sendo um mistério para a ciência. Em repouso ele capaz de produzir energia suficiente para acender uma lâmpada de 25 watts. Pesando mais ou menos um quilo e meio, cerca de 75% de sua massa total é composta por água e as suas conexões são mais numerosas que a quantidade de estrelas próximas à nossa galáxia.

Ele consome o equivalente a 20% do nosso oxigênio e de 15% a 20% da glicose do organismo. A sua consistência é parecida com uma barra macia de manteiga e ele nos torna capazes de processar e escanear imagens complexas em até 13 milissegundos.

A nossa alimentação, hábitos e estilo de vida influenciam diretamente no comportamento e eficiência das funções cerebrais. Acompanhe agora essa lista com 7 coisas que podem alterar o seu funcionamento:

1 – A falta de sono prejudica a memória

Se você reclama de falta de memória provavelmente você também tem uma péssima noite de sono. É durante esse período [de sono] que o cérebro remove toxinas perigosas para o cérebro.

Os indivíduos que tem problemas para dormir acumulam essas toxinas, que ao longo do tempo, podem afetar a memória e ainda causar o mal de Alzheimer.

Os cientistas da Universidade de Berkeley são os responsáveis pelo estudo e revelaram a conexão da doença com pessoas que tem um histórico ruim de sono.

2 – O açúcar prejudica a habilidade de aprender

Um estudo publicado pelo renomado “Journal of Physiology” (Jornal da Fisiologia) mostrou que grandes quantidades de frutose no organismo, um açúcar natural muito presente nas frutas, pode prejudicar habilidades cerebrais como aprender, lembrar de informações passadas e comprometer o poder de concentração.

A indústria alimentícia que sintetiza esse açúcar é considerada uma das grandes vilãs da saúde e no aumento das taxas do monossacarídeo no organismo humano.

Além disso, o estudo não só mostra o problema como traz a solução: segundo os cientistas o ômega-3 é capaz de reverter os danos causados pelo excesso do açúcar.

3 – A pintura ajuda o cérebro a trabalhar melhor

Um estudo científico mostrou que a pintura, assim como a contemplação da arte no geral é capaz de aprimorar as interações cerebrais. Além disso, esse exercício artístico também auxilia na desaceleração do envelhecimento.

Os cientistas notaram a influência da arte em pessoas com idades entre 62 e 70 anos. A metade deles fazia cursos em pintura e a outra metade em história da arte.

Os que tinham aulas de pintura tiveram resultados ainda melhores do que estudavam arte.

4 – Estresse prolongado pode destruir você

De acordo com o estudo publicado pela Universidade de Harvard o estresse prolongado traz consequências severas para o cérebro.

A uma diminuição da memória, a habilidade de aprender fica prejudicada, assim como a capacidade do auto-controle.

O estresse crônico também contribui para o desenvolvimento de sentimentos prejudiciais à saúde como irritação, ansiedade, tensão e distração exagerada.

5 – A desidratação deteriora o cérebro

Como foi dito no início da matéria, a massa cerebral é composta por 75% de água. Por isso a desidratação é tão perigosa para o bom funcionamento do cérebro.

Até mesmo uma perda pequena como 2% de fluidos são capazes de reduzir drasticamente a nossa concentração e vigilância. A consequência disso é a deterioração da memória recente assim como outras funções cognitivas também podem ser afetadas.

As informações desse tópico foram calcadas no estudo científico publicado pelo site Academia.

6 – A gravidez muda a estrutura cerebral

As mulheres durante a gravidez ficam mais dispersas e sentem dificuldade em compreender outras pessoas? Isso é normal.

A revista online Nature Neuroscience publicou um artigo científico provando que a massa cinzenta do cérebro em mulheres grávidas é reduzida durante esse período. E ela a responsável pelas funções cognitivas do ser humano.

Essa alteração cerebral acontece durante o período de gestação para fortalecer a conexão entre a mãe e o bebê.

Se por um lado ela tem dificuldade de compreender as pessoas ao seu redor, por outro, ela vai desenvolver a capacidade de compreender as necessidades do bebê, assim como possíveis perigos que possam afetá-lo.

7 – Ler é o melhor treino para o cérebro

A célebre Universidade de Stanford provou que a leitura é o melhor e mais eficiente trabalho para treinar as habilidades cognitivas do cérebro.

O ato de ler, além de estimular áreas de criatividade e prazer, a leitura também ativa áreas responsáveis pela concentração, memória, raciocínio e conhecimento.

O mesmo não pode ser dito para a televisão e outros jogos de computadores, que ao invés de estimularem podem ter o efeito contrário: o de deixarem o cérebro mais preguiçoso.

Achou interessante a matéria? Não esqueça de deixar o seu comentário e aproveite para compartilha-la com pessoas que vão se interessar ou que precisam ler mais sobre o assunto.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários