8 coisas que pouca gente percebeu ou sabia sobre Narcos - Fatos Desconhecidos

8 coisas que pouca gente percebeu ou sabia sobre Narcos

Entretenimento | 28 de outubro de 2016 por Mateus Graff

Pablo Escobar sempre viverá como um ser que assombrou o mundo inteiro. A existência do colombiano é um verdadeiro lembrete da violência, ganância, corrupção e dos perigos envolvendo a história colombiana. Mesmo tendo sido morto em dezembro de 1993, por forças policiais com o auxílio do governo norte-americano, sua família ainda carrega um carga emocional extremamente densa, por conta desse sobrenome. Afinal, Escobar arquitetou e organizou simplesmente o maior cartel de drogas do mundo, o que lhe rendeu dentro do meio, temor, fama, poder e muito (muito dinheiro).

A série Narcos mostra muita coisa que Pablo Escobar fez, mesmo algumas sendo fictícias, e existem várias coisas presentes na série que ninguém percebeu ou ninguém sabe, e nós vamos mostrar para vocês algumas dessas coisas, confiram:

1 – O filho de Escobar

1

Nascido como Juan Pablo Escobar mas hoje conhecido como Sebastian Marroquin, ele tem tentando publicamente acabar com a animosidade que ainda podem existir após as guerras de drogas no auge do poder de Pablo Escobar. Ele tem falado muito do seu desgosto sobre o seriado e as certas liberdades que a Netflix tomou como verdade. Ele afirma que Pablo Escobar nunca vendeu drogas para a Europa e não matou o guerreiro colombiano Ivan Marino Ospina. Os escritores da série sustentam que o seriado é uma dramatização da verdade.

2 – Narcos originalmente era um filme

3

Os roteiristas da série pesquisaram muito a vida de Pablo Escobar antes de iniciar o trabalho. A pesquisa foi tão profunda que eles desenvolveram imensas histórias que acabaram se estendendo mais que um filme, e isso significa que os fãs teriam um pouco mais de tempo para acompanhar a vida do narcotraficante. Depois da boa recepção das duas primeiras temporadas, a Netflix tomou conhecimento e assinou Narcos por mais duas temporadas, que contará a história de outros narcotraficantes.

3 – Quem assistiu viu o lado dos narcotraficantes (mas nem tanto)

1

A tradução de Narcos significa traficante de drogas, e a série nos ajuda a compreender o outro lado da história. Quando assistimos, somos transportados para o mundo de Pablo Escobar, que mostra ele aterrorizando crianças e famílias. Uma vez que a guerra na Colômbia diminuiu após a morte de Escobar, o México tornou-se o novo reduto para os cartéis e tráfico. Enquanto quem assiste a série tem em mente massacres, esses ainda estão acontecendo até hoje, pois no México em 2010 mais de 60.000 pessoas foram mortas, muitas vítimas sendo inocentes ou funcionários do governo. Bom, é claro que a série não mostrou exatamente como Pablo Escobar era, a dica da Fatos Desconhecidos para quem não assistiu é procurar fatos sobre o traficante antes de ver a série.

4 – Mesmo com tantos problemas, muitas pessoas amavam Pablo Escobar

3

Em 1982, Escobar foi eleito para a Câmara dos Representantes na Colômbia como um representante suplente, e representava o Partido Liberal Colombiano. Muitos colombianos apoiavam Escobar pelo fato dele fazer muita caridade, como a construção de hospitais, escolas e até igrejas. Em Narcos não encontramos tanta caridade assim de Pablo, e seu filho, Marroquin, acredita que a série escondeu muitas coisas boas que seu pai fez.

5 – Exuberâncias de Pablo Escobar

1

Houve um tempo em que 80% da cocaína nos EUA era fornecido pelo cartel de Pablo Escobar, e nessa mesma época, no final dos anos 80, havia muitas pessoas traficando cocaína nos EUA. Essas estatísticas significam que Escobar tinha muito dinheiro escondido em sua residência. Sua equipe contrabandeava cerca de 70 milhões de dólares por semana e fazia cerca de 20 bilhões de dólares em lucros anuais. Ele escondeu o seu dinheiro em cofres e dentro das paredes de sua casa. Existe um ditado que diz que ele gastava cerca de 3.000 dólares por emana com bandas de borracha para garantir que seu dinheiro ficasse bem guardado. Enquanto nas paredes, estima-se que 10% do dinheiro teria sido comido por ratos, o equivalente a 2 bilhões de dólares por ano. Ainda existem rumores que dizem que seu dinheiro até hoje está escondido em volta da sua casa.

6 – Nem todo horror na série é ficção

2

Rodriguez Gacha (nome completo José Gonzalo Rodríguez Gacha) apareceu em Narcos entrando em uma festa e matando várias pessoas. Gacha foi criado por uma família de criadores de suínos, e só depois se tornou braço direito de Pablo. Existe uma história real de um massacre que ocorreu na propriedade de Gilberto Molina, um associado conhecido de Rodriguez gacha e do Cartel de Medellín. Cerca de 25 homens uniformizados invadiram o rancho Molina no meio de uma inauguração. Eles mataram um total de 18 homens, incluindo alguns amigos, guarda-costas e revendedores de esmeralda. Molina estava no meio de uma batalha de uma mina de esmeralda e Gacha estava tentando colocá-lo fora do negócio. Essa informação levou a polícia a acreditar que Gacha tinha ordenado a matança nessa noite, e apesar de ser um narco, Molina foi um benfeitor para a comunidade e sua morte foi considerada uma tragédia.

7 – Os presentes de Pablo para seu filho

2

No livro de Juan Pablo, ele acabou relatando alguns presentes de seu pai em trechos do livro, onde dizia o seguinte: “No meu aniversário de 1996, recebi um presente que, em meio a minha imaturidade, não teve muito significado: um cofre com as cartas de amor originais que Manuelita Sáenz escrevia para o libertador Simón Bolívar. Também recebi várias medalhas do libertador. […] Em 1998, quando completei onze anos, já tinha um coleção com aproximadamente 30 motos, como de motocross, triciclos, quadriciclos, karts e buggies das melhores marcas. Também tinha 30 jet skis. […] Com treze anos, ele decidiu me presentear com um apartamento de solteiro, com duas salas enormes, meu quarto com espelhos no teto, bar com um desenho futurista, pele de zebra na sala de estar e uma cadeira de Venus.”

8 – A morte de Pablo Escobar foi filmada no lugar que ele realmente morreu

1

Embora exista muita liberdade ficcional na série, a cena da morte do barão da cocaína foi filmado no mesmo telhado onde ele foi baleado enquanto fugia. Na filmagem os atores foram esteticamente precisos, mesmo que os relatórios oficiais afirmassem que ele foi morto quando foi atingido em fogo cruzado por balas da polícia colombiana, existem muitas especulações de como ele morreu.

Escobar uma vez afirmou para seu cunhado que daria um tiro em cima da sua orelha para não morrer nas mãos de outra pessoa, e a bala fatal que o matou estava exatamente nesse lugar. A verdade permanece um mistério sobre a morte do chefão.

E aí amigos, já tinham reparado todas essas coisas em Narcos? Comentem!

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários