Imagens chocantes do trabalho de um homem que fotografava espíritos - Fatos Desconhecidos

Imagens chocantes do trabalho de um homem que fotografava espíritos

Creepypasta | 3 de outubro de 2016 por Mateus Graff

Já avisando vocês, caros leitores, que essa matéria possui algumas imagens fortes, que podem tirar o sono de vocês á noite. Bom, por volta de 1860, o joalheiro William Hope deixava sua profissão para ser fotógrafo espiritual. O que ele fazia era fotografar pessoas encarnadas e vivas, mas a imagem as mostraria ao lado de um espírito, fantasma, e coisas do tipo.

No século XIX, surgiu na Inglaterra o Círculo Espiritual de Crewe, que era uma sociedade secreta que se dedicava aos estudos de fotografias espirituais. Nas primeiras décadas do século seguinte, coordenado pelo britânico William Hope, a sociedade Círculo de Crewe produziu dezenas de fotos onde humanos vivos se confundiam com entidades espirituais. Bom, se vocês ainda não conhecem as fotografias do Círculo Espiritual de Crewe, nós vamos apresentar algumas fotos e um pouco da história dessa sociedade para vocês:

1 – Uma família envolvida por uma “névoa”

1

As fotografias foram encontradas em uma loja de livros usados, o famoso “sebo”, e foi daí que descobriram que eram da William Hope.. O círculo de Crewe, conforme se acredita, era composto por seis ou mais fotógrafos espirituais, e essa primeira imagem mostra uma família envolvidos em uma possível névoa, ou espíritos.

2 – Duas mulheres, ou seria três?

1

Logo após o fim da Primeira Guerra Mundial, o Círculo de Crewe era muito procurado por parentes das pessoas mortas em combate, pois eles queriam rever seus parentes queridos.

3 – Um homem e o ectoplasma

1

Essa imagem mostra um homem sozinho (ou não) que aparece ao lado de uma nuvem clara na qual emerge a cabeça de outro homem. Segundo alguns especialistas em mediunidade, essa espécie de vapor esbranquiçado é definido como ectoplasma e já foi registrado algumas vezes ao longo da história.

4 – A irmã

1

Em 1922 a carreira de William Hope foi impulsionada quando ele se mudou para Londres e virou um “medium profissional”. Ele não era assediado apenas por clientes, mas também por céticos investigadores de paranormais. No livro, a indicação dessa foto diz que o casal em questão são os pais da pessoas que compilou todas as fotos espirituais do álbum, e que o espírito mostrado seria a irmã de um dos homens mais conhecidos na mediunidade na época.

5 – O marido e sua finada esposa

1

Essa fotografia indica que os espírito de uma mulher, produto de um ectoplasma, seria a esposa falecida do homem que posa para a foto, que é mais uma obra de William Hope.

6 – A foto da comprovação

1

Uma das pessoas que tentou desmentir William Hope foi o físico Harry Price. Ele pediu que Hope tirasse fotos através de uma placa de vidro, e essa placa tinha uma marca que não podia ser vista a olho nu, e aparecia somente em fotos. Bom, com esse vidro, qualquer alteração da foto original ficaria evidente pela ausência da marca. A marca realmente não apareceu nessa foto que mostra dois espíritos emergindo em meio a uma família de três pessoas.

7 – A esposa que aumentou a dúvida

1

E a polêmica que cercava as fotos de William Hope só aumentava. Mais detratores se juntaram ao físico Harru Price, com a intenção de provar que as fotos eram fraudes. Sir Arthur Conan Doyle, o criador de Sherlock Holmes, chegou a escrever um livro sobre as fotografias espirituais. Essa foto mostra um homem carinhosamente encostado à sua falecida esposa, em espírito. Os céticos da época levantaram uma grande dúvida, que era como o homem podia saber que a mulher estava daquele jeito?

8 – Um espírito um tanto curioso

1

No verso dessa foto, aparecem duas perguntas sobre temas espirituais e humanos, com letra semelhante às que se encontram em trabalhos de psicografia. Essas questões, supostamente teriam sido feitas pelo espírito da jovem mulher que aparece na foto.

9 – Uma avó fotografada depois de morta

1

Dois médiuns do País de Gales teriam sido fotografados com a avó. Os homens garantiram que aquele era o único registro fotográfico existe da avó deles.

10 – A morte que não acabou

1

Na foto vocês veem uma mulher católica, o que indica pela cruz ao lado da cama, chorando pelo marido, recém falecido. Segundo registros, eles passariam a acreditar em vida após a morte, já que a imagem mostra uma cabeça fantasmagórica emergindo ao corpo da viúva.

E aí amigos, já conheciam as histórias de William Hope? Comentem!

Fonte(s) Hypescience
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários