O que acontece com o corpo se você beber sangue? - Fatos Desconhecidos

O que acontece com o corpo se você beber sangue?

Ciência e Tecnologia | Curiosidades | 14 de março de 2017 por Magno Oliver

Doar sangue é algo que muita gente faz diariamente. O ato é tido como um gesto de amor. Você sabe o que acontece com o seu corpo caso você recebe o tipo de sangue errado? Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já exibimos para você a resposta para essa pergunta.

O sangue é considerado como o oxigênio para o corpo humano. De acordo com o portal G1, “o sangue funciona como do corpo. É ele que distribui oxigênio, vitaminas, nutrientes, remédios e células de defesa onde é necessário.Os glóbulos vermelhos (eritrócitos ou hemácias) têm uma identidade que permite a classificação do sangue em A, B, AB e O. No Brasil, os grupos mais comuns são o O e o A, que abrangem 87% da população. O B responde por 10% e o AB, por apenas 3%. Japoneses, por exemplo, têm mais sangue B.
É possível que filhos tenham tipo sanguíneo diferente do dos pais. O tipo sanguíneo também é identificado pelo fator Rh positivo ou negativo. Cerca de 85% das pessoas têm Rh positivo.O tipo O- é considerado doador universal e o AB+ é o receptor universal, ou seja, pode receber sangue de qualquer um.
Cada bolsa de sangue, com 400 ml, é capaz de salvar até quatro vidas. Entre os beneficiados, estão vítimas de acidentes, transplantados e pacientes com problemas de coagulação.
Estima-se que 3 milhões de brasileiros sejam doadores regulares. O ideal, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), seriam 4 milhões, para impedir faltas pontuais nos estoques dos bancos de sangue.

Salvar vidas, ser combustível para o corpo, o sangue tem uma função vital em nossas vidas. Mas o que acontece se nós o bebermos?

A resposta para essa pergunta é: depende. De acordo com o hypescience, “segundo especialistas, em quantidades muito pequenas (por exemplo, algumas colheres de chá), e se o sangue não tiver agentes patogênicos (como muitas doenças transmissíveis pelo sangue), a ingestão não deve prejudicá-lo.

Quando confinado a lugares onde deve estar, como o coração e os vasos, o sangue é essencial para a vida. Mas, quando ingerido, é outra história: ele fica tóxico. Como o sangue é rico em ferro – e porque o corpo tem dificuldade de excretar o excesso de ferro, todo o animal que consome sangue regularmente corre o risco de overdose de ferro.

Enquanto o ferro é necessário para todos os animais (e certamente para a vida), em altas doses pode ser tóxico. Esta condição, chamada hemocromatose, pode causar uma grande variedade de doenças e problemas, incluindo danos ao fígado, acúmulo de líquido nos pulmões, desidratação, pressão arterial baixa e distúrbios do sistema nervoso.

De acordo com Tomas Ganz, patologista da Universidade da Califórnia em Los Angeles, nos Estados Unidos, em entrevista à BBC, o  “alívio” que uma pessoa pode sentir ao ingerir sangue pode ser essencialmente psicológico. Existe um grande efeito placebo, parecido com a sensação de ingerir substâncias que não aparentam nem têm o sabor de comidas convencionais. Esse efeito pode ser intensificado se existe uma espécie de ritual associado à ingestão e se a pessoa sente uma espécie de exclusividade“.

Você teria coragem de ingerir sangue? O que achou da matéria, foi informativa para você? Mande seu comentário para gente!

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários