A vida na tribo da Etiópia em que os homens barrigudos são referenciados como herois - Fatos Desconhecidos

A vida na tribo da Etiópia em que os homens barrigudos são referenciados como herois

Entretenimento | Mundo Afora | 22 de fevereiro de 2017 por Magno Oliver

Os homens barrigudinhos possuem um jeitinho todo especial de ser. Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já exibimos para você algumas razões pelas quais toda mulher deveria namorar um barrigudinho. Você já teve um barrigudinho na sua vida?

Segundo pesquisa realizada no Reino Unido, publicada no jornal Extra, “três a cada quatro mulheres preferem os barrigudos aos sarados. 95% população feminina acham que caras obcecados em malhar são chatos durante encontros.

Para as entrevistadas, é muito provável que um homem sarado fique reparando nos defeitos do corpo feminino quando uma mulher fica nua na frente dele. Dessa forma, a pesquisa concluiu que os efeitos da aparência física sobre o desejo sexual são bem maiores para elas do que para eles.”

Existe uma tribo na Etiópia que referencia fortemente os homens barrigudinhos, você sabia?

Um dos tidos como “padrões de beleza” mais exigidos pela sociedade é o de uma pessoa magra, com a barriga sarada e o corpo torneado e esbelto. Entre as mulheres, a exigência com certas partes do corpo é mais alta ainda.

Existe um cantinho nesse globo terrestre em que ter uma barriga sarada, o peso na medida, a alimentação balanceada e regrada com vegetais e mantida com exercícios não é tão importante assim. Estamos falando de Bodi, na Etiópia.

O padrão de beleza por lá é totalmente deixado de lado. Nessa região africana habitada pela tribo Me’en, em um ambiente remoto do vale do Omo, quanto maior for a circunferência da barriga de um homem, mais prestígio ele tem diante de sua comunidade.

Segundo o fotógrafo que fez os registros do estilo de vida da tribo, em entrevista ao jornal Daily Mail, conta que “toda criança quer ser um dos homens gordos”. Ele ainda conta que lá os barrigudinhos são tratados como herois por conta do seu peso elevado.

Na tribo existe um ritual chamado de cerimônia do Ka’el que é realizada todo mês de Junho e que as famílias precisam indicar seis meses antes um homem solteiro para a competição que escolhe o homem mais gordo da tribo. A dieta seguida até o dia da competição é baseada em sangue e leite de vaca.

Eles ingerem cerca de 2 litros de leite misturado ao sangue, além de ficarem isolados e sem relações sexuais até a data da competição. Os alimentos para a dieta são levados pelas mulheres.

Segundo o fotógrafo, “os homens gordos bebem leite e sangue o dia inteiro. Alguns ficam tão gordos que não conseguem nem andar mais. As vacas são sagradas para a tribo Bodi para que não sejam mortas. O sangue é tomado fazendo um buraco em uma veia com uma lança ou um machado, e depois disso, eles fecham com barro. Os homens gordos bebem leite e sangue o dia todo.

A primeira bacia de sangue é bebida ao nascer do sol. O lugar é invadido por moscas. O homem deve beber rapidamente antes de coagular, mas alguns não podem beber tudo e vomitá-lo. No dia em si, os homens cobrem seus corpos com argila e cinzas antes de sair de suas cabanas para a caminhada até o local onde a cerimônia terá lugar.”

Mas depois que o homem mais gordo da tribo é escolhido, a cerimônia é encerrada com uma vaca sendo abatida por meio de uma grande pedra sagrada.

Em seguida, os anciãos da aldeia fazem uma análise do sangue do boi para ver se o futuro da aldeia será brilhante ou não. Depois que o ka’el acaba, os homens começam a perder as barrigas que conquistaram com muito leite e sangue misturados e se tornam os herois da tribo e tempos depois a geração seguinte é preparada para o ritual que dará início a um novo ciclo de herois.

Segundo Eric, “Transformar-se em um homem gordo é o sonho de cada miúdo de Bodi. Algumas semanas [depois da cerimônia] ele vai recuperar o estômago normalmente, mas ele vai continuar a ser um heroi para a vida.

O que você achou dos hábitos dessa tribo da Etiópia? Você teria coragem de se submeter a este estilo de vida? Mande seu comentário para gente, conte aí o que você dos barrigudinhos!

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários