A ansiedade é um sentimento aflitivo comum a todos os seres humanos. Alguns conseguem controlar esse estado emocional de uma maneira mais fácil. Outros, ao invés de administrarem a sensação, amplificam esse estado ao ponto da própria ansiedade se tornar uma doença. O estilo de vida ocidental nos pressiona para trabalharmos rápido, gestar resultados imediatistas e apresentar soluções de improviso. Afinal, quem nunca ficou nervoso esperando um lanche por mais de cinco minutos no drive thru? O estresse toma conta da nossa rotina.

Tudo é para ontem e para agora. Durante esse processo é impossível que o ser humano não se questione se ele é capaz, se conseguirá, se é bom o suficiente.

A expectativa para que tudo corra bem cria uma sensação apreensiva no cérebro do indivíduo. E a consequência pode ser exatamente o oposto do que ele deseja. Como ele quer fazer tudo certo, ele projeta para o futuro uma imagem de que tudo vai dar errado. Antes mesmo de começar.

Esse sentimento terrível começa em um setor específico da vida, depois acaba se estendendo para todos os outros aspectos. Ao ponto de uma pergunta simples como "Você está bem?" passe a ter um sentido opressivo para quem sofre de ansiedade extrema. Que pode até se transformar em um Transtorno de Ansiedade.

Nem todos entendem a gravidade e a seriedade dessa doença. Ela é mais comum do que imaginamos e é resultado do estilo de vida da nossa sociedade.

Foi pensando nisso que a artista indiana Pranita Kocharekar resolveu ilustrar essas sensações em desenhos. Para isso ela se inspirou em situações que ela mesmo teve de enfrentar, mas também de relatos de amigos que sofrem do mesmo mal.

A série se chama "Is that you?" (É você?) e as ilustrações tem a intenção de transmitir uma mensagem séria, de uma maneira cômica.

Pranita em entrevista à HuffPost Brasil, faz questão de enfatizar que os desenhos não mostram os sintomas da doença, mas apenas as emoções de quem sofre de ansiedade.  "Por favor, não se autodiagnostique, e procure um médico para ter orientações apropriadas", ela indica.

Fique agora com as ilustrações de Pranita:

1 - Ler jornais é uma tarefa impossível

Publicidade
continue a leitura

Tragédias são capazes de causar sentimentos de angustia e impotência em qualquer um. Mas para pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade, a sensação é ainda mais avassaladora podendo afetá-los por dias a fio.

2 - Doutor Google

 

Quem nunca fez isso que atire a primeira pedra. O problema é que quem sofre de ansiedade pode levar esses "diagnósticos" a sério. E o que parece apenas uma indicação de doença passa a ser uma sentença de morte fatídica.

3 - Indeciso

Em uma situação rotineira, responder "estou bem" mesmo quando você não está, faz parte da convivência em sociedade. Mas para aqueles que sofrem de ansiedade, até responder uma simples pergunta se torna um drama terrível. Eles realmente não sabem como se sentem.

4 - Trancar a porta

A ilustração mostra o personagem obcecado com o drama se trancou ou não a porta de casa. Ele pensa sobre isso enquanto espera pelo ônibus, enquanto trabalha, durante uma palestra e até mesmo quando está no restaurante.

Como é possível se divertir dessa maneira? Como é possível trabalhar e se concentrar com o trabalho? Parece impossível. O cérebro não consegue se desligar e fica perturbando constante o indivíduo com pensamentos obsessivos.

Publicidade
continue a leitura

5 - Meditação

A ilustração mostra que a garota apesar de tentar muito, não consegue meditar. Ela abre um dos olhos, fica dizendo a si mesmo que isso não está funcionando e se dispersa com facilidade.

A ansiedade é terrível e não abandona as pessoas em em um só momento. Nem quando tudo está calmo e silencioso.

6 - Pensar demais

Na primeira cena vemos que a ilustração se trata de um jantar romântico a luz de velas. O que era para ser um momento agradável e tranquilo se torna uma tarefa difícil, quando a mulher apaga tudo ao seu redor e só consegue focar na vela e na tragédia que ela poderia causar.

7 - A preocupação do subconsciente

A ilustração retrata a sensação conflituosa desse sentimento ambíguo e cíclico.

A imagem diz "Eu acabei de perceber que não estou preocupado." Ora, quando não estamos preocupados nem pensamos sobre o fato de estarmos preocupados ou não. Daí a complexidade de quem sofre dessa doença.

8 - Hora certa

Publicidade
continue a leitura

A ilustração mostra alguém que está vigiando as horas. O indivíduo olha para o celular às 04:01, depois às 04:3 e assim até as 04:10 e a sensação de espera para alguém que sofre de ansiedade é uma das piores coisas que pode lhes acontecer. A sensação é tão opressora que eles começam até a transpirar.

9 - Dormir é difícil

Essa ilustração é talvez uma das mais dolorosas. A mente do ser humano já é fértil por si mesma. Imagine então para quem sofre de ansiedade extrema? O que ela imagina é tão real que a projeção é capaz de levá-la às lágrimas, como é mostrado na ultima imagem.

10 - Video Games

Video Games? Jogos? Quem sofre de transtorno de ansiedade não consegue esperar para ver o resultado. Antes mesmo de começarem um jogo já estão aflitos e ansiosos. A dificuldade está em se deixar levar. Eles precisam ter o controle de todas as situações. Mesmo que não consigam controlar principalmente o que eles mais precisam: a ansiedade.

Você controla a sua ansiedade ou ela quem tem controla? Se você se identificou em várias situações dos desenhos lembre-se que o diagnóstico não vem do Dr. Internet, mas de um médico que saberá identificar o problema e poderá ajudá-lo a dominar esse transtorno.

Não esqueça de deixar o seu comentário sobre o tema e aproveite para compartilhar também a sua história.

Publicado em: 20/07/17 16h45