Fatos Nerd

10 mulheres nos filmes de super-herói que não precisam ser salvas

0

No período de transição entre os séculos XIX e XX, a Europa e os Estados Unidos foram cenários das lutas femininas. As mulheres lutavam pela melhoria na qualidade de vida e direitos sociais até então renegados a elas, como o voto. A luta foi intensa e várias mulheres tiveram de morrer para que as de hoje tivessem direito a trabalho remunerado, a estudos, a escolher o próximo presidente ou fazer o que bem entender da vida. Embora uma parte da luta tenha sido ganha, ainda há muito o que conquistar.

O cenário na cultura pop também é muito diferente. As mulheres, dentro da indústria do entretenimento, até hoje sofrem bastante preconceito. Muitos homens julgam que mulheres não são capazes de fazer ou representar algo porque são, pasmem, mulheres! Mulher não pode escrever ficção científica, apenas romances “bobinhos”. Mulher também não pode desenvolver ou ser protagonistas de games, afinal, esse cenário é muito masculino – mesmo que, atualmente, 52,6% do público dos games seja feminino e isso apenas no Brasil. Mulher também não pode ser a personagem principal em filmes de ação, aventura, ficção, épico, policial e mais alguns tantos gêneros.

Há tanta coisa errada dentro da indústria do entretenimento que poderíamos fazer uma lista apenas com elas. No entanto, estamos aqui para transmitir novidades positivas. Mesmo que várias mudanças ainda sejam necessárias, ao olhar para trás, vemos que já conseguimos certa evolução. Se antes as mulheres apareciam nos filmes apenas como interesses amorosos para os homens ou só para serem salvas pelos mesmos, atualmente elas chutam muitas bundas por aí! Aos poucos, as mulheres têm se tornado suas próprias heroínas e não precisam de nenhum príncipe para resgatá-las da torre mais alta. Pensando nisso, separamos personagens em filmes de super-heróis que não precisaram esperar o socorro chegar, elas deram um jeito de se libertar!

Lembrando que a lista a seguir irá conter apenas mulheres que apareceram em filmes live action. Ou seja, séries, animações e quadrinhos não estão inclusos.

1 – Mulher Maravilha (Gal Gadot)

Não poderíamos começar a lista com outro nome. Mulher Maravilha foi a primeira super-heroína de maior relevância da cultura pop. Em ação desde 1941, Diane Prince é guerreira, diplomata, líder, inspiração e princesa. Uma mulher completa que, embora tenha sido eternizada na pele de Linda Carter na série dos anos 1970, ganhou novos ares com Gal Gadot em seu primeiro filme solo em 2017. Sem dúvidas, a Mulher Maravilha é uma heroína completa.

2 – Espectral II (Malin Akerman) – Watchmen

Laurie Jupiter é apenas uma humana que vestiu um maiô amarelo para combater o crime. Isso não era exatamente a vida que ela sempre quis, mas por insistência da mãe seguiu seus passos. Mesmo assim, ela cumpre seu dever como ninguém. Independente, não se prende a relacionamentos vazios e procura fazer alguma diferença no caótico mundo em que se encontra. Em uma turma rodeada de homens, ela sabe se cuidar e se virar muito bem sozinha.

3 – Hit Girl (Chloe Grace Moretz) – Kick-Ass

Mindy Macraedy foi criada pelo pai e desde cedo aprendeu a se defender de tudo e de todos. Ainda criança, ela gasta seu tempo treinando com facas, armas de fogo e desenvolvendo habilidades de combate corpo a corpo. Mindy usa sua energia para combater o crime e mostra que sexo frágil é lenda dos tempos das cavernas.

4 – Mulher Gato (Michelle Pfeiffer)

Selina Kyle sempre deu trabalho para o morcegão. Apesar de já ter tido vários romances com o bonitão, ela nunca se prendeu a ele (até agora). De qualquer forma, desculpas a Anne Hathaway (que esteve ótima), mas Michelle Pfeiffer é a Mulher Gato que vale! Selina passa de uma mulher insegura, depressiva e extremamente vulnerável a uma pessoa que não liga para nada nem ninguém. Sua postura perante o mundo é elevada. Ela não se acha melhor, mas também não teme ser condenada por curtir a vida como bem entender.

5 – Elektra Natchios (Jennifer Garner)

Elektra sempre soube se cuidar muito bem sozinha desde criança. Além de cuidar dos negócios da família, ela teve treinamentos em diversas artes marciais. Ao longo do tempo, apesar de seu relacionamento com Demolidor, a personagem conseguiu provar que sempre foi muito mais do que um mero interesse amoroso. Ganhou um filme solo (de qualidade duvidosa, mas vai lá!) e bastante destaque nas séries da Netflix.

6 – Mística (Rebecca Romijn e Jennifer Lawrence) – X-Men

Ser mutante no universo de X-Men já é algo complicado. São tantos preconceitos que, muitas vezes, eles se veem obrigados a se posicionar contra os humanos. No universo cinematográfico, Mística foi primeiramente apresentada como uma antagonista e já mostrou todo seu poder logo no primeiro filme. Sem remorso, ela escolheu um lado para lutar e seguiu firme. Já com Jennifer Lawrence, a personagem se torna a líder dos X-Men, servindo de inspiração para a nova geração.

7 – Viúva Negra (Scarlett Johansson)

Natasha Romanoff apareceu primeiro apenas como um rostinho bonito em Homem de Ferro 2. Até que no terceiro ato do filme, ela mostra suas habilidades. Espiã altamente treinada, a Viúva Negra sempre se mostrou essencial para a equipe dos Vingadores. Ela ataca, cria estratégias, cede reforço e até mesmo acalma o Hulk. Uma presença indispensável.

8 – Gamora (Zoe Saldaña) – Guardiões da Galáxia

Ao lado de Viúva Negra e Okoye, podemos dizer que Gamora está entre as melhores guerreiras do Universo Cinematográfico Marvel. Forte e independente, Gamora não deixa suas perrengas pessoais moldar seu caráter. Ela sabe quem é e luta para manter sua moral que levou tanto tempo para desenvolver.

9 – Hermione Granger (Emma Watson) – Harry Potter

Não é super-herói, mas vale. Sério, o que seria de Harry Potter sem Hermione Granger? Provavelmente apenas o “garoto que sobreviveu” – e isso quando bebê já que ele certamente morreria no primeiro ano em Hogwarts. A personagem é incrivelmente inteligente e estrategista e sempre se mostrou interessada em aprender mais. Seu amplo conhecimento a respeito de tudo a fez uma sobrevivente entre dois mundos, afinal, uma bruxa filha de trouxas a amiga de Harry precisava saber de cuidar. Com o tempo, ela aprende diversas poções, encantos e feitiços de ataque.

10 – Okoye (Danai Gurira)

Fechando lista com chave de vibranium temos a maior guerreira de Wakanda. Okoye é a General das Dora Milaje e em Pantera Negra provou que ser mulher é sinônimo de muita garra! A personagem é determinada e sabe exatamente onde sua lealdade se encontra. Okoye não deixa nem mesmo o amor interferir em suas obrigações para com o reino ou no que acredita ser o certo a fazer.

Gostou da lista? Deixe nos comentários as outras tantas mulheres que não precisam ser salvas! E, as nossas leitoras, um feliz Dia Internacional da Mulher!

7 fenômenos naturais que já foram capturados em vídeos

Matéria anterior

7 sinais que os casais dão em seu casamento de que o relacionamento não vai durar

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos