18 histórias da Bíblia com explicações científicas lógicas

POR Natália Pereira    EM Sem categoria      30/11/17 às 18h12

O principal fundamento da ciência são os fatos, estabelecendo aquilo que se pode provar e indo atrás para que isso aconteça. Enquanto isso a religião se afirma sobre a fé e seus mandamentos. Isso fez com que os dois lados entrassem em um eterno conflito. Afinal, a razão e a emoção também sempre foram uma dualidade humana difícil de se solucionar.Escolher um lado entre esses dois polos não é nada fácil, e tentar se conciliar entre os dois é mais difícil ainda. Porém, as coisas não precisam ser assim.

Não é preciso se colocar como o defensor de apenas uma das vertentes. Para explicar melhor isso a ciência veio a se posicionar em prol de algumas das histórias bíblicas. Enquanto tentavam explicar o mundo natural, a ciência acabou se chocando com alguns milagres e criações da Bíblia. Quando esse choque aconteceu, por mais que alguns venham a imaginar um resultado contraditório, as coisas se mostraram bem coerentes umas com as outras. E bem esclarecedoras também.

Essas são 18 histórias da Bíblia explicadas pela ciência.

1 - Vindo do barro

A Bíblia diz, no livro do Gênesis, que os seres humanos foram criados a partir da argila. Isso se tornou uma opção bem provável para os cientistas depois que um estudo feito pela Universidade Cornell afirmou que a argila pode ter sido o ponto de partida para a vida. A pesquisa coloca que por absorver a água e desenvolver um ambiente ideal para a reação de produtos químicos isso acabaria criando proteínas, DNA e até células vivas. Eles também observaram que o hidrogel da argila protegeria os processos químicos até que as células vivas se formassem e se envolvessem em uma membrana celular.

2 - Torre de Babel

Em uma história presente na Bíblia o povo teria criado uma torre muito alta para alcançar o céu. Por algum tempo não se acreditava que os povos antigos fossem capazes de criar uma torre assim. Porém, pesquisas científicas apontaram para os antigos zigurates da Babilônia, principalmente para o Etemananki. Para eles esse é um exemplo que possibilitaria a Torre de Babel. O zigurate pode ser traduzido como "elevar-se". Etemananki é considerado o maior projeto da Babilônia.

3 - A Virgem Maria

A história de Maria é contada nos evangelhos de Mateus e Lucas. A Nossa Senhora ou Imaculada Conceição teria concebido seu filho Jesus do Espírito Santo. Existem varias teorias sobre esse acontecimento e uma delas acredita que Maria possa ter passado por um processo de partenogênese. Esse processo consiste em uma fêmea desenvolver um embrião sem ser fecundada. Isso já foi observado em insetos, cobras, dragões-de-komodo, tubarões e camundongos. O porém dessa teoria é que o seu descendente também teria que ser do sexo feminino, já que teria dois cromossomos X igual a mãe.

4 - Abrindo o Mar Vermelho

A história conta que para escapar do Egito os israelitas teriam que atravessar o Mar Vermelho. Para que isso fosse possível Moisés teria aberto as águas do mar e feito com que todos passassem em terra firme. Para justificar o ocorrido um cientista chamado Carl Drews se propôs a dar uma resposta plausível para isso. Ele diz em sua tese de mestrado que os israelitas teriam atravessado o Mar Vermelho quando ventos de 60 mph sopraram na região. Isso teria causado um arrefecimento do vento no local e abaixado o volume da água. Ele diz que o mesmo já aconteceu em outros lugares como no Lago Erie.

5 - Transformando o rio Nilo em sangue

De acordo com a história do Êxodo, Deus teria transformado a água do Nilo em Sangue. Para justifica-lo alguns cientistas vieram a se posicionar. Para eles, o local teria passado por uma maré vermelha. Isso acontece devido algumas algas marinhas, em sua maioria vermelha, sendo outras até tóxicas. Outros propõem que um organismo unicelular poderia ter atingido a área e matado os peixes, fazendo com que o rio se enchesse de sangue.

6 - As dez pragas do Egito

Depois do faraó egípcio ter recusado que Moisés e seu povo fossem embora, Deus o teria castigado com as dez pragas do Egito. O rio Nilo ficou vermelho como o sangue, a área foi coberta por sapos, piolhos e animais selvagens, o gado ficou doente, as pessoas tiveram furúnculos, choveu granizo, o lugar se encheu de gafanhotos, houve uma escuridão de três dias, além da morte dos primogênitos. Para justificar esses acontecimentos os cientistas afirmam que houve um desastre ecológico na área, o que poderia ter trazido as pragas para o Egito.

7 - Água da pedra

Quando os israelitas estavam no deserto e precisavam de água, Moisés teria golpeado uma pedra e feito com que a água escorresse de lá. Os cientistas afirmam que a pedra calcária, encontrada no Monte Sinai, é solúvel e pode armazenar toneladas de água.

8 - Arbusto em chamas

Enquanto Moisés estava sozinho no deserto ele teria conversado com a voz de Deus após avistar um arbusto ardente. De acordo com os cientistas ele teria presenciado um evento chamado de Earthquake Light, que acontece antes e depois de um terremoto. A luz causada pelo evento se parece com uma chama luminosa. Outra teoria criada sobre isso, para justificar as gramas que queimavam, seria que o local se encontrava sob uma entrada vulcânica. Isso faria com que o chão fosse tão quente que fizesse a grama queimar. Um pesquisador norueguês descobriu esse fenômeno e afirma que encontraram arbustos queimados semelhantes ao da história.

9 - Falando com Deus

Enquanto estava em frente aos arbustos ardentes Moisés teria falado com Deus. Para justificar isso um professor de psicologia da Universidade Hebraica de Jerusalém afirma que ele podia estar sobre o efeito de um planta chamada Ayahuasca. Essa planta pode causar alucinações graves.

10 - Maná do céu

Enquanto estavam pelo deserto os israelitas precisavam de algo para se alimentar. Por isso Deus teria feito cair maná do céu. De acordo com a ciência isso era uma secreção doce vinda de piolhos de plantas que eram encontradas nos arbustos da área.

11 - Relógio do sol

Em uma das histórias, o rei Ezequias teria pedido uma prova da existência de Deus, um sinal. Para fazer isso Isaías apontou para o relógio de sol e pediu para que ele escolhesse uma direção para a qual o relógio iria apontar. Ele poderia escolher para frente ou para trás, e então escolheu para frente acreditando que seria uma melhor prova. Para justificar o ocorrido de forma científica explicam que isso poderia acontecer devido a refracção da luz ou nuvens no caminho.

12 - Sodoma e Gomorra

É declarado em Gênesis que Deus soltou fogo e enxofre direto do céu, levando a destruição de Sodoma e Gomorra. Pesquisadores descobriram que um astrônomo gravou a exibição de um meteoro no local. Isso poderia ter acontecido no mesmo tempo de Sodoma e Gomorra e ter sido a causa de sua destruição.

13 - Estrela de Belém

Os três magos, encontrados no evangelho de Mateus, teriam visto uma estrela ao leste. Essa estrela os guiou até o menino Jesus em Belém. Um astrônomo que estudou isso na Universidade de Sheffield diz que eles não teriam visto uma estrela mas si uma conjunção tripla. Isso ocorre quando Júpiter e Saturno se alinham por um curto período.

14 - Andando sobre as águas

No momento em que os pescadores estão no Mar da Galiléia Jesus é visto andando sobre as águas até eles. Existem varias teorias sobre esse evento e uma delas, apontada por cientistas americanos e israelenses, é que uma frente fria no local teria feito com que a superfície da água se congelasse parcialmente. O que permitiria que ele andasse sobre elas.

15 - Davi e Golias

O gigante Golias teria lutado contra Davi para representar a briga entre um suburbano e um gigante. Acredita-se que Golias tenha herdado uma desordem chamada acromegalia familiar, conhecida também como Gigantismo.

16 - Arca de Noé

Todos conhecem a história da Arca Noé. Por muito tempo ela foi completamente desacreditada pelos cientistas que afirmavam que essa inundação catastrófica não poderia ter acontecido. Geólogos que estudam os vales dos rios do estado de Washington parecem pensar diferente. Eles descobriram a existência de uma geleira gigante em Montana e dizem que uma inundação enorme teria sido necessária para criá-la.

17 - Milagres de Jesus

Jesus cura várias pessoas durante a história. Ele chega a curar os surdos, os cegos e os que não podiam andar. Essa é uma das maiores inquietações dos cientistas que já tem sua justificativa para o ocorrido. De acordo com eles Jesus teria servido como placebo para os doentes. O placebo é um remédio feito de açúcar que cura pessoas através da crença de que aquele remédio tem o que é preciso para fazer ele melhorar. Eles apontam que Jesus funcionaria com esse mesmo principio.

18 - Ressurreição

A ressurreição de Cristo é comemorada todos os anos através da Páscoa. Depois de morrer na cruz, Jesus teria sido enterrado em um túmulo e após três dias ressuscitou e subiu aos céus. A "Teoria do Swoon", feita por estudiosos, diz que Jesus estaria vivo quando foi enterrado. Ele não teria morrido na cruz e depois de passar os três dias no túmulo teria sido libertado ainda com vida.

E aí o que acham dessas teorias? Concordam com elas?

Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+