4 provas de que o corpo humano não evoluiu completamente

POR André Quincas    EM Entretenimento      14/01/16 às 18h06

Assim como outros seres no nosso planeta, nossa condição física vem evoluindo durante milhares de anos. Evoluímos de acordo com nossas necessidades de sobrevivência e condições a que somos expostos. Nossos corpos funcionam como máquinas fantásticas que têm um sistema próprio e praticamente infalível para se manter.

Mas alguns pontos mostram que nossa condição não atingiu a plena evolução. Até porque o estilo de vida humano mudou bastante, e nos tempos atuais não precisamos caçar e matar animais com tamanhos descomunais para garantir refeição e pele para se aquecer.

Então veja os pontos de melhoria da condição humana que ainda vão levar outros milhares de anos para serem readaptadas pela evolução natural.

1- Nossos pés

Tratar-un-esguince-de-tobillo-686x456

Os nossos pés e tornozelos são ferramentas flexíveis compostas por vários ossos pequenos que nos possibilitavam escalar o que precisássemos. Mas todas essas pequenas articulações são oportunidades de torções. A configuração do nosso tornozelo, por exemplo não é feita para pousarmos sobre eles exercendo muita pressão. Torcer tornozelos é uma especialidade humana.

2- A região pélvica

30

A pélvis das mulheres é, na verdade, muito estreita em comparação às grandes cabecinhas dos bebês humanos. Isso torna o parto humano mais arriscado do que de outros primatas. Mas se a pelve fosse mais larga pra facilitar o parto, andar ereto seria muito difícil. Sendo assim, nossa cultura nos ensinou a lidar com partos difíceis e minimizar os riscos com a medicina obstetrícia.

3- Atividade metabólica

metabolismo-acelerado-dicas

Nossa paixão por alimentos super calóricos nos foi muito útil no início da história evolutiva, mas hoje em dia, os alimentos são abundantes e essa predileção pode contribuir para uma epidemia de obesidade. E pra isso, a evolução não vai nos dar solução tão cedo!

4- Sistema imunológico

el-sistema-inmunologico-como-funciona

Temos uma longa história de coexistência com parasitas contra os quais nossos corpos desenvolvem defesas na medida em que as ameaças desses parasitas vão evoluindo também. Tanto que eles já não apresentam as mesmas ameaças que apresentavam no passado. Esse é o aspecto que merece nossa atenção. A ausência de infecções parasitárias pode fazer com que o sistema imunológico de muitas pessoas passem a enxergar muitos agentes causadores de doenças como inofensivos, fazendo aumentar as taxas de alergias e doenças auto-imunes.

Essas são os pontos de melhoria da condição humana na escala evolutiva que vemos agora. Mas levamos milênios para desenvolver habilidades que viabilizassem nossa sobrevivência de acordo com nossas necessidades e chegarmos a condição fantástica que nossos corpos têm hoje em dia. Essas questões tendem a mudar pela própria natureza.

Como você acha que seu corpo poderia ser melhor do que ele é?

Via   Pop Sci  
André Quincas
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+