Curiosidades

41 pessoas esperavam swing e receberam Covid-19 nos EUA

0
41 pessoas esperavam swing e receberam Covid-19 nos EUA

Em Nova Orleans, nos Estados Unidos, cerca de 250 praticantes de swing se reuniram para participar de uma convenção anual relacionada ao tema. Contudo, no evento, 41 pessoas esperavam swing e receberam Covid-19.

De acordo com Bob Hannaford, organizador da Naughty in N’awlins e dono da Naughty Events, “pode haver outras pessoas com resultado positivo, mas sem sintomas, que nunca fizeram o teste”. Dessa forma, as autoridades locais estão chamando o evento de um “super propagador” da infecção.

O que aconteceu durante a realização do evento?

Tendo se iniciado no dia 11 de novembro, a convenção de swing durou quatro dias. Dito isso, para aqueles que não estão familiarizados com o assunto, vale lembrar que o Naughty in N’awlins se trata de um evento de troca de casais para fazer sexo. Contudo, por conta da atual pandemia de Covid-19, a edição desse ano do evento foi feita de maneira especial.

Segundo o site NOLA.com, a edição desse ano do evento foi muito menor e com muito mais restrições. Assim, enquanto cerca de 2.000 compareceram na edição do anterior, neste ano o evento comportou pouco mais que 10% do quantitativo de público. Além disso, máscaras foram usadas em eventos, o distanciamento social foi imposto, diários de contato foram mantidos e os participantes foram testados para o vírus ou anticorpos antes do encontro, explicou Hannaford em seu blog pessoal. “Mais de 50% de nossos participantes tinham os anticorpos e muitos dos demais foram testados pouco antes do evento”, completa Hannaford.

Para Hannaford, o responsável pela disseminação do vírus foi o relaxamento da organização na monitoração. “Quando contatamos as pessoas que testaram positivo para a doença, fizemos várias perguntas para encontrar mais casos positivos em potencial e tentar descobrir onde ocorriam os maiores riscos”, afirma Hannaford. “Em quase todos os casos, eles admitiram para nós que foram muito cuidadosos nos primeiros dois dias (quarta e quinta)”, afirma Hannaford. Mas, depois disso, na sexta-feira, o último dia do evento, as coisas saíram do controle.

O produtor se arrepende de criar essa edição do evento

Hannaford também escreveu que, se pudesse, faria tudo diferente. “Se eu pudesse voltar no tempo, não produziria este evento novamente”, afirma o produtor. “Eu não faria isso de novo se soubesse o que sei agora. Isso pesa sobre mim e continuará pesando sobre mim até que todos estejam 100% melhores”, completa.

Das pessoas que foram infectadas, a maioria dos casos foi assintomática ou muito leve. Por fim, para Hannaford, o evento somente irá voltar quando houver uma vacina efetiva. Em todo, ele não pretende pensar nisso tão cedo. “Quando a Covid-19 surgiu, ninguém sabia o que fazer. Ninguém poderia ter previsto essa pandemia sem precedentes. As paralisações, tudo limpo, os picos e agora estamos caminhando para mais paralisações” afirma Hannaford.

De acordo com um porta-voz da cidade ao canal televisivo NBC News, o evento da Naughty Events não tinha permissão para acontecer. Entretanto, autoridades oficiais ainda se posicionaram sobre o assunto. De toda forma, o evento é apenas um dos surtos que aconteceu na região próxima à Louisiana. Segundo o Departamento de Saúde da cidade, houve 508 casos de Covid-19 em bares, 238 casos em cassinos, 251 casos em restaurantes, 66 casos em “eventos sociais” e 57 casos em casamentos.

7 celebridades que morreram pelo novo coronavírus

Matéria anterior

Monolito de madeira da Alemanha também desapareceu misteriosamente

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.