As 5 armas mais mortais da antiguidade

POR A Redação    EM Curiosidades      17/07/14 às 12h02

Há milênios que são criados instrumentos como lanças, espadas, garras, etc no objetivo de machucar o outro que lhe ameaça. Acontece que alguns eram apenas para afastar, enquanto outros, como esses, poderiam ser considerados os mais cruéis.

Veja a lista:

1. Katar

katar
O Katar tem origem indiana e é composto por um tipo de bracelete ligado com lâminas afiadas (normalmente três), como se formasse uma extensão do braço. Bastante utilizado por mercenários na antiguidade, com o Katar era possível executar as vítimas rapidamente em silêncio e com precisão. Eles também eram desenhados para perfurar armaduras e permitiam ataques mais rápidos.

2. Chukonu

50637812814124031-t640
Outra criação dos chineses, o Chukonu é praticamente um ancestral do rifle automático. O suporte de madeira superior permite que dez flechas sejam alocadas, automaticamente entrando em posição quando as outras são disparadas. Em média, as dez flechas podiam ser disparadas em só 10 segundos, ocasionando um estrago bastante grande e poupando tempo de ataque (os arqueiros demoravam muito mais). Para piorar, as flechas carregavam doses de veneno.

3. Chakram

50637812814124052-t640

O Chakram é uma arma circular originada na Índia.  É extremamente afiada nas pontas e quando é arremessada pode cortar o adversário com facilidade. Para o manuseio da arma é preciso possuir bastante habilidade. Esse círculo mortal de aço possui normalmente 30 centímetros de diâmetro e sempre é arremessado na vertical.

4. Kpinga

50637812814124234-t640
As tribos de Azande, na África, utilizavam essa variação de faca como um armamento fatal. Alguns modelos possuíam mais de 60 centímetros e quase todos tinham três lâminas que eram constantemente afiadas. Quando os guerreiros portadores das armas se casavam, davam suas Kpingas aos familiares da mulher.

5. Tesouras Gladiadoras

50637812814124111-t640
As tesouras utilizadas pelos gladiadores em Roma, durante os tempos do Império Romano, eram fatais e muito dolorosas. O compartimento de metal era acoplado junto aos braços dos guerreiros (de modo semelhante ao Katar), permitido bloquear ataques e atacar. Feitas de metal pesado, elas mediam aproximadamente 50 centímetros.

A Redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+