5 maneira estranhas, mas eficientes de superar o fim de um relacionamento

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Curiosidades      17/03/15 às 19h45

O fim de um relacionamento costumam ser algo doloroso e esquecer a pessoa amada pode ser algo difícil. Mas a ciência já identificou algumas técnicas que podem ajudar.

Mas dizem que é fazendo que se aprende, por isso preparamos uma lista com 5 maneiras estranhas, mais eficientes que foram usadas por algumas mulheres e deram certo.

1. Troque os lençóis

lençõs

Alexis, de 24 anos, costuma trocar a roupa de cama depois dos seus rompimentos. Ela afirma que não suporta pensar que o ex dormiu naqueles lençóis, então ela vai até a loja e compra outros novos.

Quando o rompimento é mais ruim que o normal, ela troca até mesmo o colchão. Nos últimos quatro anos, ela trocou de colchão duas vezes. Segundo ela a técnica funciona.

2. Esfregue o chão

chão

Para Callie. de 32 anos, rompimentos são bons para o seu apartamento. Ele foca em algo muito específico para ajudar a sua mente a não pensar no ex: esfregar o chão.

Além disso, ela estabelece uma meta para si, e quando consegue alcançar aumenta a sua auto-estima. Ela diz que fica de joelhos esfregando cada centímetro do chão até esquecer de vez ele.

3. Leia jornais

jornais

O Facebook sabe com certeza como esfregar um rompimento na sua cara. Enquanto se recuperava do fim do namoro, Megan, 30 anos, desfez a amizade e bloqueou o seu ex. Mas isso não foi suficiente.

Ela se tornou viciada em ver o feed de notícias do Facebook, mas isso não foi nada bom. Tudo o que ela via eram casais felizes, o que piorou ainda mais a sua dor de cotovelo.

Foi então que pegam resolveu trocar o Facebook pela CNN e, ao invés de ler as publicações dos amigos, ela lia as notícias mais recentes. "Foi estranho, eu me via lendo notícias o tempo todo, o que eu nunca fiz antes", afirmou a mulher.

Segundo ela, a distração foi bem-vinda.

4. Conheça novos lugares

viajando

A escritora Ana, 29 anos, vai a qualquer lugar novo depois de ter o coração partido, seja um país estrangeiro ou um bairro desconhecido ao redor.

Mas o importante, segundo ela, é se perder. A escritora não segue mapas ou confere a localização no telefone, ela apenas se perde. Além de servir como distração, isso também faz lembrar que sempre existe algo a mais lá fora.

"Quando se trata de um rompimento, eu quero apenas estar em algum lugar onde ninguém saiba quem eu sou, quem ele é, e, especialmente, quem nós fomos", diz Ana.

5. Assista filmes de terror

filmes

Maria, de 26 anos, evita ao máximo comédias românticas quando rompe um relacionamento. Na verdade, ela evita qualquer filme com aparência romântica ou de felicidade.

Foi por isso que ela resolveu focar em filmes de terror. Da próxima vez que você precisar de uma distração depois de um rompimento, Maria te recomenda o filme "The Village".

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+