Às vezes, as coisas nem sempre são como parecem, especialmente quando estamos falando sobre teorias da conspiração. No geral, as teorias são usadas como uma hipótese explicativa que um grupo cria, basicamente afirmando que uma organização ou um grupo de pessoas estão por trás de determinado evento histórico. Elas podem surgir quando as pessoas estão insatisfeitas com as versões que são oficialmente divulgadas pela mídia.

O mínimo que podemos dizer sobre teoria da conspiração é que, enquanto algumas podem ser bem viajadas (para não dizer outra coisa), outras são bem convincentes. Independentemente disso, uma das melhores coisas que podemos falar sobre elas é o quanto elas nos mantêm curiosos e críticos. Aqui estão algumas das teorias mais populares e que muita gente acredita sobre os Estados Unidos da América: praticamente um imã de teorias.

5 - O assassinato de Kennedy

1

Tem havido muito debate e controvérsia a respeito do assassinato do presidente Kennedy - tanto que é até difícil escolher uma teoria em específico. A única coisa que sabemos com certeza é que John F. Kennedy foi assassinado no dia 22 de novembro de 1963. Como está escrito nos livros de história, ele foi atingido por duas balas - uma na cabeça e outra no pescoço - enquanto andava em um carro aberto na cidade de Dallas. O assassino creditado? Lee Harvey Oswald. Acredita-se que Oswald matou JFK do sexto andar de um prédio da região. Apenas Oswald foi condenado pelo crime, ainda que muitos argumentem que deve ter havido um segundo atirador.

Os investigadores concluíram que uma bala atingiu a parte superior das costas do presidente, saiu para fora de sua garganta e, em seguida, acertou Jhon Connaly, então governador do Texas, que estava sentado no banco da frente do carro, quebrando sua costela e quebrando seu pulso. Muitos teóricos têm argumentado que isso é praticamente impossível e, assim, a teoria de que Oswald não estava trabalhando sozinho nasceu. Se isto é verdade, quem foi o segundo atirador? Enquanto alguns teóricos têm argumento que era a CIA, outros apontam o dedo para a máfia, a KGB ou mesmo os Illuminati (mais sobre eles abaixo).

Publicidade
continue a leitura

4 - AIDS

2

As pessoas que estão por trás dessa teoria da conspiração acarditam que o vírus da AIDS foi criado em um laboratório pela CIA para acabar com a população homossexual e africana dos Estados Unidos. Esta teoria surgiu originalmente em 1981, quando a epidemia se espalhou por todos os cantos do país e um grande número de pacientes, especialmente homens, morreram.

A teoria da conspiração é discutida até hoje. O ex-presidente sul africano Thabo Mbeki insiste que a AIDS foi criada em um laboratório militar pelo governo dos Estados Unidos. Outros defensores dessa teoria dizem que, em 1978, o governo americano injetou secretamente o vírus em homossexuais, disfarçando-o como uma vacina contra hepatite-B em algumas cidades americanas como Nova York, San Francisco e Los Angeles. A epidemia explodiu pouco depois, e logo se espalhou pelo país.

3 - Área 51 e os aliens

3

Publicidade
continue a leitura

Os teóricos que levantam questões sobre a Área 51 estão certos de que os restos dos OVNIs já encontrados pelo governo americano estão armazenados nesta instalação secreta no estado de Nevada. Em 1947, um objeto foi visto se acidentando no céu na região de Roswell. No dia seguinte, o General William Blanchard emitiu um comunicado afirmando que eles haviam recuperado os restos de um objeto voador não identificado. O Exército mais tarde retirou a declaração e disse que o "disco voador" na verdade era apenas um balão meteorológico.

Esta história ganhou ainda mais destaque quando, em 1970, o físico Shanton Friedman escreveu um livro concluindo que o acidente foi resultado de atividade alienígena. Muitos acreditam que o tal balão meteorológico era apenas um disfarce para algum tipo de projeto secreto, enquanto outros estão agarrados à ideia de que realmente existe aliens na área 51. A restrição ao local e a falta de informação sobre o que acontece por lá só tem ajudado a alimentar tais ideias.

2 - Os Illuminati

4

O Illuminati é um grupo de elite que, segundo se acredita, controla tudo o que acontece no mundo, desde as finanças do governo até a religião e a cultura de um país. Ainda que seus membros sejam mantidos em segredo, muitos acreditam que o grupo é formado por políticos como Obama e George Bush, bem como a rainha Elizabeth II e alguns dos rostos mais famosos que conhecemos pela mídia, como Beyoncé e Jay-Z. Mas não para por aí. Segundo as teorias, eles estão por toda parte, controlando nossas cadeias de fast food, anúncios publicitários, grandes eventos como as Olimpíadas, e etc.

Publicidade
continue a leitura

O objetivo dos Illuminati? Estabelecer a Nova Ordem Mundial, na qual o planeta será controlado por um único poder autoritário. Alguns teóricos acreditam que a própria teoria sobre os Illuminati foi criada por eles, de forma a convencer as pessoas que eles não existem. Parece um pouco bobo, mas é brilhante, não acha?

1 - Onze de Setembro

5

Uma das maiores tragédias do mundo ocidental, o ataque às torres gêmeas é um tema que tem sido fortemente debatido por teóricos da conspiração. Foi um trabalho interno, ou um ato de terrorismo? Esta teoria da conspiração tem camadas e aspectos que contribuem para uma crença singular de que o governo dos Estados Unidos, junto com a CIA, foi o responsável pelos ataques ao World Trade Center.

Vamos começar pelo colapso. Os teóricos têm argumentado que a forma como as torres caíram é muito semelhante à forma como edifícios caem quando são demolidos. Os teóricos da conspiração afirmam que já havia bombas no edifício muito antes de os aviões chegarem. Algumas testemunhas que estavam presas nos edifícios no momento do incidente declararam que ouviram múltiplas explosões enquanto estava tentando escapar das torres. Para acrescentar a esta crença, muitos arquitetos e cientistas têm defendido que o combustível de um avião não poderia produzir calor o suficiente para derreter as estruturas de aço das duas torres que entraram em colapso.

A razão para o ataque? Muitos tem argumentado que foi a forma que o governo americano encontrou para começar uma guerra no Afeganistão com apoio popular.

Publicado em: 21/10/15 16h31