Curiosidades

7 alimentos para aliviar o estresse do dia a dia

0

Você, provavelmente, já se estressou alguma vez na vida. Se você acha que não, talvez, tenha se estressado sem saber o que é de fato isso. O estresse é uma resposta física do nosso organismo a um estímulo. Quando nos estressamos, o nosso corpo entende que está sob ataque. Assim, muda para o modo “lutar ou fugir”. Ele libera uma mistura complexa de hormônios e substâncias químicas. Essas são: adrenalina, cortisol e norepinefrina, o que prepara o corpo para a ação física.

O estresse também é aquela falta de paciência que ficamos após um dia cansativo, onde só queremos chegar em casa e não ter contato com ninguém. Esse é o modo popular de ver esse mal.

Infelizmente, o estresse é uma coisa comum na rotina agitada que a maioria das pessoas tem. Tanto que essa rotina pode fazer com que a pessoa tenha uma falta de tempo para as coisas, para fazer exercício físico e que ela tenha uma má alimentação. Tudo isso pode desencadear problemas de saúde a longo prazo.

Os sintomas do estresse são os mais variados. E eles podem atingir pessoas das mais variadas idades e classes. Portanto, é bastante importante conhecer sete alimentos que ajudam a diminuir o estresse. Mostramos eles aqui.

1 – Abóbora

A abóbora ajuda com uma boa quantidade de zinco. Ele é  um mineral indispensável na síntese de serotonina, que é o hormônio responsável pela sensação de relaxamento e felicidade.

2 – Cenoura

A cenoura é rica em vitamina A, que é responsável pela saúde e manutenção das células oculares. Além disso, esse alimento também ajuda no combate da hipertensão arterial e do estresse. Isso diminui alguns sintomas do estresse como o cansaço e a fadiga.

3 – Leite e seus derivados

Todos eles tem um teor de cálcio alto. E o cálcio é o mineral essencial para a transmissão de impulsos nervosos e composição dos ossos e dentes. Se uma pessoa tem um baixo consumo de cálcio isso pode estar ligado a doenças do coração e osteoporose.

Além do cálcio, o leite e seus derivados são ricos em triptofano. Ele é um aminoácido essencial na formação de serotonina, responsável pelo relaxamento e bem estar, e melatonina, que é a responsável pela qualidade do sono.

Por conta disso, baixos níveis de cálcio podem fazer com que a pessoa fique mais nervosa e irritada.

4 – Carnes, peixes e ovos

Eles são fonte de triptofano. Esse aminácido junto com a vitamina B3 e o magnésio são presentes na síntese de serotonina, que é o hormônio responsável pela sensação relaxante e o bem estar. Também é ele que alivia os sintomas de estresse e ansiedade.

As carnes e os peixes são uma ótima fonte de taurina. Ele é um aminoácido que tem a capacidade de aumentar a ação do GABA. Isso faz com que ele seja um excelente coadjuvante no controle da ansiedade, estresse e tensão muscular.

5 – Sementes oleaginosas

Essas sementes são ricas em ácidos graxos insaturados, como o ômega-3 e 6. Por isso, elas são alimentos bons no combate ao estresse. As castanhas do Pará, por exemplo, são uma ótima fonte de selênio, que é um poderoso antioxidante. Elas ajudam no bom funcionamento da memória e combate os radicias livres.

As amêndoas, sementes de girassol e de abóbora são ricas em vitamina B2, vitamina E, magnésio e zinco. Por isso, elas conseguem aumentar a produção de serotonina. Ademais, a vitamina E tem uma ação antioxidante. Com isso, ela consegue destruir os radicais livres que são relacionados ao estresse e doenças cardíacas.

6 –  Laranja, morango, maracujá, acerola, kiwi e goiaba

Essas frutas tem uma qualidade boa em vitamina C e minerais, como por exemplo, o magnésio, cálcio e potássio. Os nutrientes que são encontrados nessas frutas ajudam os mecanismos da regulação da pressão arterial, mantém o nível de cortisol baixo e fortalece o sistema imunológico.

Se muita vitamina C faz bem, logicamente, a falta dela faz mal. Um organismo com falta dessa vitamina pode ter menores quantidades de ferro sendo absorvidas. E isso pode levar a um quadro de anemia levando a pessoa a ter uma falta de disposição.

7 – Espinafre e brócolis

Esses alimentos são uma ótima fonte de potássio e ácido fólico, coisas essenciais para a atividade celular. Eles garantem o desempenho do sistema nervoso justamente por terem quantidades boas de vitaminas A e C, do complexo B, fosfato e magnésio.

Quando essas coisas estão em baixa quantidade no organismo pode ajudar no surgimento de dores de cabeça, enxaqueca e fadiga.

Apocalipse zumbi de The Walking Dead pode nunca ter origem revelada

Matéria anterior

O que usavam antes da criação do papel-higiênico?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.