• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 artefatos arqueológicos importantes que foram encontrados no Brasil

POR Bruno Destéfano    EM Curiosidades      05/06/19 às 13h55

O Brasil é composto por diversos registros arqueológicos, mas enfrenta um grande problema em relação aos concorrentes: não existem grandes monumentos que por si só despertem a curiosidade de turistas. Por aqui, não há pirâmides misteriosas como no Peru, Egito ou no México. Serra da Capivara, inclusive, é o principal local de turismo arqueológico no país, que tem vestígios humanos. Pinturas rupestres e fogueiras da região teriam mais de 40 mil anos, segundo estudos. Porém, o país é riquíssimo em outras descobertas arqueológicas. Um dos mais importantes é o crânio de Luzia, encontrado em Minas Gerais, que denota a presença humana na América do Sul há cerca de 12 mil anos. De acordo com matéria elaborada pela UOL, o nosso país também tem conchas, ossos de animais, sambaquis pelo litoral do Sul e variadas estruturas históricas. Dentre elas, preparamos uma lista com 7 artefatos arqueológicos importantes que foram encontrados no Brasil.

De qualquer maneira, é importante frisar que a nossa arqueologia é principalmente formada por sedimentos como pedras lascadas e afins. Isso não gera apelo ao visitante comum, mas os achados continuam sendo relevantíssimos para os estudos arqueológicos e antropológicos.

1- Sepultamentos arcaicos

No Parque Serra da Capivara, existem vestígios que sugerem presença humana de 40 mil a 50 mil anos atrás. Na Serra da Confusões, alguns sepultamentos têm cerca de seis mil anos. Ambos estão localizados em Piauí, distantes um do outro em aproximadamente 80 km.

2- Luzia

O mais célebre fóssil brasileiro. O crânio foi descoberto na década de 70, por meio de uma expedição arqueológica franco-brasileira realizada em Lapa Vermelha, uma gruta em Minas Gerais. Segundo informações da UOL, o fóssil tem mais ou menos 12 mil anos. Ele ajudou a derrubar teorias norte-americanas sobre a entrada dos primeiros habitantes do continente.

O nome Luzia foi dado pelo biólogo Walter Neves, que se inspirou em Lucy, fóssil de 3,5 milhões de anos achado na Etiópia no ano de 1974. Sendo o item mais procurado pelo visitantes do Museu Nacional, o fóssil estava sempre em uma localização de destaque. Entretanto, infelizmente, um incêndio assolou o prédio e grande parte da coleção do Museu Nacional - incluindo este importantíssimo crânio.

3- Esqueletos milenares

Os pesquisadores acabaram descobrindo 39 esqueletos humanos, com idades entre 8 mil e 11 mil anos, na região metropolitana de Belo Horizonte. E isso está ajudando a redefinir o que se sabia sobre os primeiros povos brasileiros. O achado ocorreu na Lapa do Santo, uma pequena caverna no município de Matozinhos. De acordo com André Strauss, os esqueletos descobertos eram de idosos, crianças, homens e mulheres. "Todos tinham sinais de rituais mortuários", revela para a BBC Brasil. "(...) Essa descoberta é inédita na arqueologia brasileira."

4- Zuzu

Com cerca de 11 mil anos, esse fóssil humano foi encontrado em 1997 na Serra da Capivara/Piauí. Recebeu o nome de "Zuzu", mas um estudo de 2009 diz que o fóssil pode se tratar de um homem morto entre 35 e 45 anos. Ou seja, um ancião para a sua época. Tem características parecidas com "Luzia", além de feições próximas às dos aborígenes da Austrália. Esse é um dos artefatos arqueológicos importantes que foram encontrados no Brasil.

5- Milhares de artefatos históricos

Mais de 2,8 mil artefatos arqueológicos foram encontrados onde foi estabelecida, a partir de 1535, a primeira vila em Olinda/Grande Recife. Os achados carregam parte relevante da história de Pernambuco. Dentre os objetos, nós temos: fragmentos de faiança, louça, cerâmica, cachimbos de caulim, garrafas de vidros manufaturadas, material construtivo e ossos. Segundo os arqueólogos, foram achados materiais que datam do século 16 ao 19. As informações são de Wellington Silva para a "FolhaPe".

6- Habitante de sambaqui

Os sambaquis são estruturas criadas por habitantes que viveram entre nove mil e dois mil anos atrás. Em grande parte da costa do sul-sudeste brasileiro, há a presença de sedimentos, como conchas e outros artefatos. Os sambaquis também normalmente contêm sepultamentos humanos. Esse é um dos artefatos arqueológicos importantes que foram encontrados no Brasil.

7- Pedra do Ingá

A Pedra do Ingá é um monumento composto por um terreno rochoso que possui inscrições rupestres. Ele está localizado no município brasileiro de Ingá/Paraíba. Identificado pelos arqueólogos como "itaquatiara", o que em tupi-guarani significa "pedra pintada". O bloco rochoso possui desenhos e símbolos, esculpidos em baixo-relevo, que fazem alusão aos animais e seres humanos. Segundo informações da UOL, Pedra do Ingá é o primeiro monumento arqueológico tombado como patrimônio nacional (1944).




Matérias selecionadas especialmente para você

Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+