7 bichos assustadores que não fazem mal a ninguém

POR Thamyris Fernandes    EM Ciência e Tecnologia      17/09/14 às 16h44

Todo mundo morre de medo quando se depara com um bicho muito grande ou muito feio, não é mesmo? Se juntar as duas características então, tem gente que já começa a correr só de pensar na possibilidade do encontro.

Acontece, no entanto, que muitas vezes esse nosso pavor não passa de um preconceito bobo. Claro que é melhor sempre ter reserva com bichos que você não conheça, mas há inúmeros exemplares do reino animal por aí que, apesar de não ter a aparência das melhores, são pacíficos por natureza e, às vezes, nem são fisicamente capazes de atacar os seres humanos (clique aqui e conheça com quais bichos você realmente deveria se preocupar).

Conheça, na lista que preparamos, 7  desses bichinhos que são temidos, mas não costumam fazer mal algum a ninguém:

1. Gavial

1

A aparência desse crocodilo é de matador, seus dentes são afiados e seu tamanho chega a 6 longos metros de comprimento. Mas, apesar de todo esse aparato, o Gavial se alimenta apenas de peixes, insetos, larvas e rãs, isso porque sua mandíbula é fina demais para abocanhar animais maiores e mais fortes.

Essa é uma espécie muito comum em algumas partes da Ásia, especialmente na Índia e no Nepal. Mas, por ser assim inofensivo, o Gavial etá pagando o preço. Isso porque sua população é cada vez mais escassa, contando hoje com menos de 300 espécimes.

2. Tubarão-elefante

2

Ele tem um boca enorme e é considerado o segundo maior peixe do mundo, com seus 10 metros de comprimento. Apesar da aparência assustadora, os especialistas garantem que o tubarão-elefante não apresenta nenhuma ameaça para o ser humano. Ele é pacífico e se alimenta apenas de plâncton, peixes pequenos e ovos.

3. Solífugo

3

Chamados de "aranhas solares" ou "escorpiões do vento", esses aracnídeos contam com 8 pernas, que podem chegar até a 15 centímetros de comprimento. Apesar do tamanho e da aparência, eles não têm veneno, mas têm uma uma mordidinha poderosa; ou seja, suas mordidas doem mas não matam. Os solífugos são bastante encontrados em regiões quentes e secas, normalmente escondidos debaixo de pedras, tábuas, telhas ou buracos.

4. Aie-aie

4

Típico de Madagascar e de nenhuma outra região do mundo, esse bichinho é tão feio que é considera um sinal de mau-agouro. Mas, parece que de assustador, ele só faz isso mesmo. O Aie-aie vive no alto das árvores, onde constrói seu ninho e se alimenta de larvas.

5. Jamanta

5

Esses bichos são também chamados de morcegos-do-mar e, apesar de chegar a 8 metros de envergadura e pesar mais de duas toneladas, eles não fazem nada com ninguém. As jamantas se alimentam apenas de plânctons e pequenos peixes.

6. Abutre

6

Esses são feios e despertam asco em todo mundo. Apesar disso, são extremamente raros os casos de ataques desses carniceiros a animais vivos. Mesmo com bico potente e garras afiadas, normalmente eles esperam o almoço estar morto, antes de entrar em cena.

7. Falsa-coral

7

Muito semelhantes às corais verdadeiras, as falsas-corais são comuns no Brasil. E, mesmo se tratando de uma cobra, elas não têm veneno algum ou presas inoculadoras. Além disso, elas se alimentam apenas de pequenos invertebrados e répteis.

Conforme os especialistas, as cores iguais à sua parente peçonhenta é apenas um disfarce, para manter predadores longe. Embora seja difícil identificar qual é qual, há um ditado que ajuda nisso e diz: "vermelho com amarelo perto, fique esperto. Vermelho com preto ligado, pode ficar sossegado". Mas, melhor não confiar e manter distância!

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+