• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 características evolutivas de animais que parecem erros, mas que não são

POR Bruno Dias    EM Mundo Animal      06/06/19 às 17h13

Se tratando de evolução das espécies, é claro que não podemos esquecer de Charles Darwin e Alfred Russel Wallace, que são os pais da teoria evolutiva mais aceita até hoje. Eles se baseiam nos seguintes princípios: a elevada capacidade reprodutora dos seres vivos, a variabilidade da descendência e a atuação da seleção natural.

Com o passar do tempo, tanto nós humanos quanto os animais evoluímos. Coisas desnecessárias para eles, foram deixadas de lado e mudanças foram feitas para que eles se adaptassem ao seu ambiente. Algumas dessas evoluções nos animais nós podemos achar que os prejudicam, mas é exatamente o contrário. Nessa lista, mostramos algumas características que podem parecer erros mas que, na verdade, não poderiam estar mais certas.

1 - Tigre

O tigre é um animal feroz e um predador conhecido por todos. Uma característica evolutiva que as pessoas podem se perguntar é se a cor do tigre não faz com que ele seja mais visível para as suas presas. Mas a verdade é que as potenciais presas do tigre, que são os cervos, veem o mundo em tons de azul e verde. Então, a pele do tigre aos olhos de sua vítima funciona como uma camuflagem perfeita.

2 - Ornitorrinco

Esse animal é estranho e levanta várias perguntas. E é exatamente por suas estranhezas que ele conseguiu passar pela seleção natural. O bico do ornitorrinco faz com que ele seja um excelente caçador, mesmo ele não vendo nada na água. Ele tem um senso bastante desenvolvido de toque e eletro-recepção, que é a capacidade de detectar campos elétricos fracos.

3 - Tamanduá

A pose que o tamanduá fica, às vezes, pode parecer estranha. Mas ela é uma medida de emergência que o animal usa sempre que ele está em perigo. A única forma de defesa desse animal são as garras que eles tem nas patas dianteiras. Isso porque ele não tem nem dentes. E com a pose é possível que ele agite as garras de forma tão eficaz de modo que até mesmo os predadores corram.

4 - Perus e galinhas

Algumas coisas parecem normais em animais, mas não nos perguntamos para que elas servem. E uma coisa dessas é o papo de galinhas e dos perus. Ao contrário de nós, as aves não têm glândulas sudoríparas e não conseguem transpirar. E esse papo faz com que eles resfriem seu corpo através de tal artifício. Quando a ave está quente, seu sangue passa pela crista, esfriando ali.

5 - Zebra

Existem várias teorias sobre o porquê as zebras têm listras. Segundo uma das versões, elas são necessárias para confundir os predadores e regular a temperatura corporal. E um estudo sugere que elas, entre outras coisas, são uma proteção contra os insetos. Exatamente por causa das listras é mais difícil dos insetos pousarem nas zebras porque eles não conseguem calcular o local de pouso.

6 - Babuínos

Alguns babuínos têm muitos vasos sanguíneos na parte de trás. Quando a fêmea começa a ovular, os vasos incham e ficam saturados de vermelho. E em uma floresta verde, essa cor é bastante visível de longe. E os machos quando a veem, não perdem tempo. E a bunda desses animais serve para a perpetuar a vida selvagem.

7 - Peixe serra

Esse peixe consegue realmente enxergar o fundo dos reservatórios. E também tiram os moluscos do fundo da terra. Assim como o bico do ornitorrinco, ele é dotado de eletro-receptores, que dão ao animal o poder de entender o que está a seu redor. Além de sua serra atordoar suas presas.




Matérias selecionadas especialmente para você

Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+