icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 curiosidades sobre o excêntrico artista Salvador Dalí

POR Erik Ely EM Entretenimento 21/05/20 às 10h22

capa do post 7 curiosidades sobre o excêntrico artista Salvador Dalí

No início dos anos 1920, uma vanguarda artística completamente surgiria em País e se fortaleceria por toda Europa, o surrealismo. Entre suas principais características, estão a liberdade de pensamento, expressividade, valorização do inconsciente, da fantasia e do impulso. E claro, não podemos falar do movimento sem falar de um dos maiores nomes da pintura, Salvador Dalí. Por isso, separamos 7 curiosidades sobre o excêntrico artista Salvador Dalí.

Em 11 de maio de 1904, Dalí nascia na Espanha. Conhecido por quadros coloridos e uma personalidade excêntrica, sua vida não foi nada convencional. Dessa forma, ele passou por um casamento intenso e sempre foi cercado de polêmicas, dentro e fora do mundo da arte. Com isso, ele morreu aos 85 anos, em 23 de janeiro de 1989, em sua cidade natal, Figueres.

1 - Por trás do icônico bigode

Em uma entrevista na televisão, Dalí revelou que seu bigode icônico tem inspiração na literatura. "É a parte mais séria da minha personalidade. É um bigode húngaro muito simples. O Sr. Marcel Proust usou o mesmo tipo de pomada para esse bigode", afirmou o pintor. Com isso, em 1954, juntamente com o fotógrafo Philippe Halsman, ele publicou um livro inteiramente dedicado ao seu bigode, apresentando 28 imagens dos pelos faciais. Além disso, em 2017, o pintor foi exumado para a realização de um exame de paternidade e surpreendendo os especialistas, seu bigode foi encontrado intacto.

2 - Ele seria uma reencarnação do irmão

Antes de Dalí nascer, sua mãe teria tido um bebê que morrera devida a uma infecção no estômago com apenas 22 meses. Depois disso, nove meses depois, nasceu o segundo filho, Salvador Dalí, que recebeu o mesmo nome do irmão. Anos depois, grande parte de seu trabalho conteria alusões à criança morta que ele acreditava ser uma parte de si mesmo.

3 - Fascinado por Hitler

Mesmo que as vanguardas, fossem contrárias ao fascismo, o pintor surrealista apresentava uma grande simpatia por Adolf Hitler. Para se ter uma ideia, isso fez com que ele fosse expulso do grupo de surrealistas fundado na Europa em 1934 e passasse a ser considerado um desertor. Dessa forma, o líder nazista apareceu nas obras 'O Enigma de Hitler', de 1938 e 'Hitler Masturbating' ("Hitler se Masturbando", em tradução livre), feita em 1973.

4 - Salvador Dalí e Walt Disney

Em 1945, Walt Disney realizou uma parceria com Salvador Dalí para trabalhar em uma animação chamada 'Destino'. Assim, o artista fez 22 pinturas a óleo e inúmeros desenhos para a criação do projeto. No entanto, o projeto foi descontinuado por razões financeiras, ficando apenas com 15 segundos finalizados.

Anos depois, em 1999, a Disney decidiu retomar a produção do projeto. Dessa forma, o filme foi retomado com artistas que estudaram o projeto original e, com isso, um curta de 6 minutos foi lançado em 2003. Essa é uma parceria que levou 58 anos para ficar pronta, mas que o resultado final vale a pena de ser assistido.

5 - Apaixonado por animais exóticos

Além de excêntrico em seus trabalhos, Dalí também era extravagante na vida cotidiana. Desse modo, o artista tinha alguns animais silvestres como bichinhos de estimação. Entre eles, dois animais brasileiros: uma jaguatirica e um tamanduá-bandeira.

6 - Ele foi enterrado no museu que construiu

Na década de 1960, o prefeito de Figueres pediu ao artista que doasse uma peça ao museu de arte da cidade. No entanto, além disso, ele também reformou o museu de Museu de l'Empordà por completo. Isso porque, o museu havia sido destruído durante da Guerra Civil Espanhola. Inaugurado em 1974, o museu se transformou no Museu-Teatro Salvador Dalí.  Em seus últimos anos de vida, Dalí viveu em um anexo do museu e, após sua morte, foi enterrado sob o palco do teatro.

7 - Livro de receitas

Em 1973, Dalí escreveu um livro de receitas chamado 'Les Diners de Gala' ("Jantares de Gala", em tradução livre). Juntamente com sua esposa, ele elaborou uma série de receitas ridiculamente extravagantes, que podiam ser comparadas às suas obras. Dessa forma, no livro, os pratos são montados da maneira mais teatral possível, fazendo com que sejam quase impossíveis de serem reproduzidas. Contudo, as fotos e ilustrações originais foram todas feitas pelo próprio artista.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest