• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fenômenos espaciais que ameaçam nosso planeta

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      13/06/19 às 18h44

O universo é realmente algo incrível e misterioso. E por mais belo e magnífico que seja a imensidão do nosso universo, já descobrimos que é um lugar cheio de perigos, alguns que ameaçam até o nosso planeta. O fato é estamos constantemente sob ataque. Inclusive, alguns desses perigos têm potencial de aniquilar o planeta Terra de maneiras muito difíceis de entender.

A Terra já viu muita devastação em seus 4 bilhões e meio de anos e sobreviveu. Porém, enquanto achamos que estamos seguros aqui, algum objeto espacial pode vir em nossa direção, e que nem mesmo os 5,9 sextilhões de toneladas de massa poderiam suportar. E isso significaria o nosso fim. Poderia ser apenas a natureza seguindo o seu curso ou mesmo uma série de eventos separados que poderiam causar essa extinção. Isso ninguém sabe, mas uma coisa é certa, existem diversos fenômenos espaciais que ameaçam o nosso planeta. E nós, meros mortais, não somos capazes de desafiar a ordem cósmica das coisas. Confira a seguir alguns desses fenômenos.

1 - Planetas Vampiros

Diferente do que muitos acreditam, nem todos os planetas são grandes objetos redondos, cheios de água, gás e etc, com seus próprios caminhos orbitais ao redor de uma grande estrela. Existem também os chamados planetas "desonestos" ou vampiros, que são corpos celestes sem estrelas para mantê-los em órbita. Sendo assim, esses planetas estão flutuando livremente pelo espaço, e sem bem sabemos, a primeira lei de Newton afirma que um objeto em movimento permanecerá em movimento a menos que seja influenciado por uma força externa. Se alguns desses planetas entrasse no nosso sistema solar, isso poderia fazer com que um outro planeta saísse de usa órbita e também começasse a flutuar no vazio, o que não seria nada bom.

2 - Mudança Climática do Sistema Solar

Existe uma teoria que diz que a mudança climática na Terra é decorrente do aquecimento do Sol e não das atividades humanas como se acredita. E que aparentemente esse fenômeno natural também ocorre em outros planetas do nosso sistema solar. A NASA coletou dados que mostram que Marte também está sofrendo um crescente aumento de temperatura. Nesse sentido, a causa do fenômeno de mudanças climáticas seria o próprio sol, com o aumento da irradiação solar. Os dados só confirmaram que o sol está lentamente se tornando mais e mais perigoso.

3 - Buracos negros supermassivos

Buracos negros são esferas giratórias escuras que surgem de uma supernova. Eles têm um campo gravitacional tão poderoso, que nem mesmo a luz ou o espaço-tempo podem escapar deles. Enquanto o maior buraco negro descoberto até hoje tem a massa de 33 estrelas, o menor buraco negro supermassivo tem uma massa registrada de centenas de milhares de estrela. Ou seja, esses buracos são realmente gigantescos. E todos esses grandes titãs residem no centro das galáxias, e isso inclui a nossa. Os cientistas acreditam que os buracos negros liberam certas partículas. E isso levanta um questionamento importante, se os buracos regulares liberam partículas, o que um buraco negro supermassivo poderia liberar? As expectativas não são as mais positivas, já que nada de bom pode sair de estrelas voando em nossa direção.

4 - Buracos negros em movimento

Só uma coisa poderia ser mais assustadora do que buracos negros estáticos, e isso poderia ser os buracos negros em movimento. Cientistas descobriram um buraco negro supermassivo que saiu da sua galáxia de origem. No caminho, se fundiu com outro buraco negro e ganhou ainda mais massa. Ele se encontra atualmente atravessando o espaço a vários milhões de milhas por hora. E mesmo que os astrônomos saibam da existência de buracos negros em movimento, não há absolutamente nada que possamos fazer quando se trata de ser sugado pelo seu poderoso campo de gravidade.

5 - Asteroides

Desde o nascimento do nosso planeta, ele já foi atingido por milhares de asteroides. Mas a maioria deles queima e encolhe ao se chocar com a nossa atmosfera. No entanto, há alguns asteroides que causam danos catastróficos. Isso você deve saber sobre a extinção dos dinossauros. Há cerca de 65 milhões de anos atrás, um asteroide gigantesco atingiu a Terra, dando início a uma reação em cadeia de terremotos e causando uma chuva de meteoros e fogo. Tudo isso culminou para a aniquilação dos dinossauros. Não vamos nem imaginar como seria se algo parecido acontecesse de novo.

6 - Raios Gama

Os raios gama são extremamente perigosos. Isso é devido às suas propriedades de radiação eletromagnética de energia incrivelmente alta. Caso o planeta Terra fosse atingido por esse tipo de raio, o ozônio se esgotaria e ficaríamos descobertos, sem nada para nos proteger dos raios UV do Sol. O nosso planeta se tornaria uma casca sem vida por muitos anos, sem nenhuma garantia de que a vida voltasse a existir em qualquer forma.

7 - A morte do sol

O ciclo da vida tem começo, meio e fim, e com o sol não seria diferente. Estima-se que, em 6 bilhões de anos, a partir de agora, o núcleo do sol se tornará instável e entrará em colapso sob o seu próprio peso. Quando isso acontecer, ele aumentará de tamanho, entrando em sua fase gigante vermelha, e engolirá Mercúrio e Vênus, os planetas mais próximos. Existe uma grande probabilidade de que a Terra também tenha o mesmo destino. E mesmo que isso não aconteça, o calor crescente do aumento do sol queimará o planeta de qualquer jeito.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+