• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 filmes da Netflix para pessoas que têm o QI acima da média

POR Arthur Porto    EM Entretenimento      17/07/19 às 18h52

Um filme cult não deve ser considerado cult por apenas carregar em sua trama uma cultura superior. Também não se trata de uma produção de qualidade, totalmente irretocável e imune à críticas negativas. A expressão foi utilizada pela primeira vez em 1970, e começou a ser difundida para descrever os filmes mais undergrounds. Ou seja, aqueles exibidos em sessões da meia-noite.

No entanto, a gama de definições começou a ampliar-se. Os filmes cults são controversos e mantidos vivos por fãs devotos. Podem ser filmes redescobertos e que só ganharam admiradores muito tempo depois do lançamento oficial. São também consideradas cults as produções que quebram tabus culturais. Existem filmes cults que apresentam sequências de violência e/ou sexo excessivo. Há alguns do gêneros que são instantâneos em razão de sua expressiva baixa qualidade, aqueles que de tão ruins se tornam um evento, como, por exemplo, é o caso do clássico The Room, de Tommy Wiseau.

Para resumir, pode-se dizer que um filme cult é aquele cuja produção é cultuada por uma base de fãs. É uma produção reverenciada por um grupo de pessoas adeptas a sua linguagem, sua forma e seu conteúdo. O fato é que não existe uma definição específica para tal vertente.

Por esse motivo, nós, aqui da fatos desconhecidos, selecionamos uma lista de filmes que N"S consideramos bem representativo do que seria cult. Não se assuste caso você veja algum que julgue não merecer ser considerado cult. Na nossa lista, você vai encontrar filmes que passeiam pela história underground do cinema e um ou outro blockbuster fracassado, mas que se foi cultuado posteriormente.

Outro ponto interessante é que, para uma vertente cult, tais filmes merecem entrar nessa classificação somente por serem rechaçados pela maior parte da crítica especializada: aqueles censurados, proibidos, chamados de incompetentes... mas, para ser aceito como tal por uma maioria adepta, precisam sustentar um leque enorme de controvérsias - essa talvez seja a maior dificuldade dos blockbusters em aliarem o grau comercial ao título de filme cult. Mas o melhor de tudo é que todos estão disponíveis na Netflix. Confira:

1 - Monty Phyton: Em Busca do Cálice Sagrado

É daqueles filmes que você tem que ter disposição para se entregar. Você precisa comprar a ideia, pescar as referências do humor cru e, ao mesmo tempo, refinado. É uma obra-prima incontestável.

2 - Os Cinco Venenos de Shaolin

O filme é coescrito e dirigido pelo lendário Cheh Chang, diretor de 95 longas-metragens cadastrados no IMDb. A produção se destaca pelo trabalho coreográfico de artes marciais. Há sempre uma tensão no ar, principalmente por causa dos diversos plot twists. Foi lançado em 1978, mas hoje arrasta muitos fãs.

3 - Cheech e Chong Atacam Novamente

O filme é considerado cult porque os atores, Cheech Marin e Tommy Chong, são artistas únicos, inimitáveis. Não dá para dizer que o filme fará você morrer de rir, mas é um objeto de estudo que funciona bem para quem quer aceitar a viagem pateta da dupla.

4 - A Marca da Pantera

O diretor Paul Schrader é, hoje, um dos maiores e mais respeitados nomes do cinema mundial. No entanto, A Marca da Pantera é um daqueles filmes que fogem um pouco da sua veia mais dura. É um filme de fantasia e horror que tem diversão suficiente para ser considerado cult.

5 - Akira

É uma daquelas animações incontestáveis em vários níveis, e que ganhou prestígio especialmente entre os amantes de animes. A crítica definiu o trabalho do diretor e roteirista, Katsuhiro "tomo, como "um exemplo visceral do futuro da animação". Além de consolidar sua base de fãs e de ser visto como uma obra-prima, o anime foi, e ainda é, constantemente referenciado e lembrado.

6 - A Noite dos Mortos-Vivos

Em 1960, o lendário George A. Romero apresentou ao mundo o filme que, hoje, é considerado a sua maior obra. O filme tornou-se um clássico do cinema, seja em sua completude ou na esfera cult.

7 - Um Drink no Inferno

Cult ou trash? Os dois. Um Drink no Inferno pode ser controverso. Dos diálogos bem escritos a uma espécie de esquecimento do próprio roteiro, o filme faz justiça aos amantes de uma carnificina maluca. No roteiro de Quentin Tarantino, o filme contou com a estreia oficial de George Clooney no cinema, como protagonista junto a, ninguém menos, que o próprio Tarantino.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+