• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 genes que cientistas querem hackear nos humanos

POR Arthur Porto    EM Entretenimento      25/07/19 às 16h41

Para que ter tanta violência? Por que destruir tantas coisas, tantos lugares? Por que matar tanta gente inocente? Por que acabar com a vida de crianças que não têm culpa de nada? Um mundo sem violência seria, com toda certeza, um mundo bem mais feliz. No entanto, para tal, é preciso ter consciência. É preciso ter amor, coragem e fé. Mas, infelizmente, parece que não temos isso. São poucos os que possuem coragem para admitir seus erros, para pedir perdão. São pouquíssimos aqueles que sabem perdoar com o coração

Falta paciência para construir um mundo melhor, falta dedicação. Falta olhar por aqueles que não podem lutar. Falta valorizar os idosos, as crianças e as pessoas de baixa renda. Falta dar um pouco de si. Falta tempo para ensinar, para aprender, para querer ser melhor. Falta mais do que paciência nas pessoas desse mundo... talvez falte um pouco de tudo!

Você melhoraria a humanidade se pudesse? Eu sim. E acredito que você também. Até porque muitos de nós temos opiniões sobre como podemos impulsionar a sociedade e o governo. Mas e se fizéssemos melhor? Se tivéssemos a oportunidade de apenas reprojetar as pessoas que já estão aqui? Bom, se fosse para torná-las mais avançadas física e intelectualmente, por que não? 

No entanto, é preciso questionar a situação. Melhores corpos poderiam criar pessoas melhores? Eu, sinceramente, não sei. Mas parece existir um cientista capaz de realizar tal artimanha. Ou que, ao menos, acredita nessa possibilidade. O nome dele é George Church. Um professor de genética de Harvard que, recentemente, criou uma lista de genes que poderiam ser capazes de projetar uma nova versão de humanos.

Em entrevista, o professor explicou que um dos propósitos do estudo é fornecer informações corretas às pessoas sobre genes e outros pontos particulares da genética. Para tal, a lista inclui hackear e monitorar um determinado gene. Ainda não se sabe quais. Sabe-se apenas que a ideia surgiu quando o professor percebeu que ambas as extremidades do espectro fenotípico poderiam ser incrivelmente úteis. Caso funcione, George poderia, por exemplo, produzir medicamentos mais poderosos e menos caros.

Aqui, abaixo, estão algumas seleções da chamada Lista de Transumanistas. O nome Transumanistas é derivado do movimento filosófico do transumanismo, que exige o uso da tecnologia para melhorar a fisiologia e o intelecto dos humanos, levando a uma transformação do que significa ser, de fato, humano. Confira:

1 - LRP5

Hackear este gene pode dar às pessoas a possibilidade de possuir ossos muito mais fortes. Pesquisas mostraram que uma mutação no LRP5 pode fazer os ossos não se quebrarem com tanta facilidade.

2 - MSTN

A proteína myostatin poderia proporcionar músculos maiores e mais magros, e curar doenças como a distrofia muscular.

3 - FAAH-OUT

A mutação do gene FAAH-OUT está ligada à ausência de sensibilidade à dor. Você não gostaria de ter um super poder como esse?

4 - ABCC11

Modificar esse gene pode valer a pena, já que está ligado à baixa produção de odores. Atualmente, apenas 2% das pessoas no mundo carregam a versão desse gene mutante. Esses 2%, por exemplo, não produzem nenhum cheiro desagradável.

5 - PCSK9

As pessoas, que não possuem esse gene, têm níveis baixos de colesterol. Ajustá-lo poderia ajudar a combater as doenças coronárias. Por outro lado, os efeitos negativos poderiam incluir um aumento de diabetes e até mesmo redução da cognição.

6 - GRIN2B

Alterar este gene pode melhorar a memória e as habilidades de aprendizado.

7 - BDKRB2

Esse gene pode levar as pessoas a prenderem a respiração por muito mais tempo. Sabem quem carregava esses genes? Os povos indígenas Bajau ("Nômades do Mar"), do Sudeste Asiático, que são conhecidos por realizar incríveis mergulhos sem a necessidade de aparelhos.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+