• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 histórias de famílias de serial killers

POR Bruno Dias    EM Creepypasta      08/10/18 às 20h05

Assassinos em série muitas das vezes podem passar desapercebidos em sociedade e até mesmo na sua própria família. Pessoas podem até mesmo tirar fotos e conviver com um serial killer ao lado e nem saber.

Já é difícil imaginar que uma pessoa em alguma família possa cometer crimes tão hediondos. E é mais assustador ainda pensar que pode haver mais de uma pessoa dentro de um clã familiar que comete tais atrocidades. Os casos que vamos falar nessa lista são de famílias inteiras que mataram juntas e se classificam como famílias de serial killers.

1 - Família Tarverdiyeva

Inessa Tarverdiyeva e seu marido, Roman Podkopaev, eram uma família russa de classe média normal, ou assim pareciam. Eles na verdade roubavam e matavam pessoas regularmente e criaram suas duas filhas, Viktoria e Anastasiya de 25 e 13 anos, respectivamente, para fazer o mesmo que eles.

Em 2009, eles foram capturados depois de uma briga com uma gangue rival que esfaqueou Viktoria até a morte. Na revista que os policiais fizeram na casa da família, descobriram que os Tarverdiyeva tinham seu próprio arsenal de armas. Um tempo depois a mãe assumiu orgulhosamente seus crimes.

2 - Irmãs de Jesus González

As irmãs mexicanas Delfina e Maria González ganharam um recorde mundial no Guinness por parceria de assassinato mais prolífica. As irmãs foram criadas por uma mãe católica e um pai policial corrupto e extremamente violento. Ele uma vez trancou uma de suas filhas na cadeia por 18 meses apenas pelo fato de que ela ter um namorado.

Quando elas cresceram abriram um bar que transformaram em um lugar de prostituição clandestina. Elas subornavam os policiais deixando-os dormirem com as meninas mais bonitas de graça. Elas viciavam suas meninas em drogas e algumas delas morriam quando faziam abortos. E às vezes, as irmãs matavam algumas meninas por já terem se cansado delas. Foi só quando os corpos começaram a se acumular que os policiais da cidade souberam do caso e as irmãs foram levadas à justiça. São atribuídas pelo menos 80 mortes à elas.

3 - Clã do Feijão Sawney

Na costa sudoeste da Escócia, esse clã era uma lenda de uma família canibal que morava em uma caverna escondida e que à noite atacavam viajantes e comiam seus corpos. A maioria das pessoas acha que essa história realmente não passava de uma lenda que os ingleses inventaram para que os escoceses parecessem ruins, tanto que essa lenda até inspirou filmes de terror.

E mesmo a maior parte das pessoas acreditando ser somente uma lenda, mais de mil assassinatos foram atribuídos ao clã. Mas ainda existe a possibilidade de eles terem sido somente o bode expiatório para quando alguém desaparecesse na estrada.

4 - Família Chijon

Nos anos 1990, o filme Silêncio dos Inocentes fez o canibalismo virar pauta dos assuntos. Tanto que um grupo de canibais se juntou e formou uma gangue, ou como eles gostavam de se nominar, uma família.

Essa família da Coreia do Sul era formada por um grupo de ex-condenados. Eles sequestravam pessoas ricas e pediam resgates às suas famílias. Caso o resgate não fosse pago, eles cortavam suas vítimas com um machado e se livravam dos corpos os comendo. Em 1994, a gangue foi presa e todos os seus membros foram sentenciados à pena de morte.

5 - Família Manson

Na década de 1960, Charles Manson foi libertado da prisão e se mudou para São Francisco para conhecer os hippies que queriam uma revolução cultural. Ele seduzia jovens mulheres e homens de uns 20 anos.

Manson os manipulou e quebrou seu senso de identidade e depois de lavar suas mentes eles os convenceu a matar. E mesmo depois de serem presos eles ainda acreditavam nos ensinamentos de Manson. A Família Manson recebeu prisão perpétua.

6 - Irmãs Papin

Em 1933, as irmãs Christine e Léa Papin trabalhavam como empregadas para a família Lancelin na França. Um dia a patroa das irmãs queria bater em Christine por ela ter quebrado um ferro. Ela pegou uma panela próxima e esmagou a cabeça de sua patroa. Ela mandou sua irmã arrancar os olhos da sua patroa com os dedos. A filha da patroa estava perto e as irmãs a mataram também.

Quando o marido chegou em casa, as portas estavam trancadas e quando ele chamou a polícia eles viram a cena terrível do assassinato e assumiram que um homem tinha invadido a casa. As empregadas estavam no quarto trancadas esperando a polícia chegar.

7 - Clã West-Kimbrell

No anos 1800, territórios dos Estados Unidos e da Espanha no Texas e México foram divididos em uma área chamada de zona neutra. Como o território não tinha jurisdição foi a área escolhida pelo condenado John West. Ele se juntou com Laws Kimbrell e roubavam viajantes que passavam pelo Texas.

Entre os anos de 1852 e 1870, eles ficaram conhecidos como os Cavaleiros da Noite. Eles emboscavam os viajantes, os roubavam e depois jogavam seus corpos em uma vala comum. Depois de um tempo os moradores se cansaram de viver com medo e resolveram enforcar os membros da gangue.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+