Curiosidades

7 histórias de Savants, pessoas capazes de feitos tão inacreditáveis que nem a ciência explica

0

Em algumas situações, as habilidades mais incríveis do cérebro humano são reveladas exatamente quando as coisas parecem dar errado. Peque por exemplo os casos de savants, pessoas com habilidades mentais que podem ser comparadas a super heróis, mas que sofrem com deficiências em funções cognitivas e interações sociais simples.

Apesar dos problemas, no entanto, pessoas com a síndrome de savant costumam ser extremamente inteligentes, ainda que a inteligência seja focada em uma ou duas áreas específicas. É como se a mente de um savant simplesmente fosse organizada de forma diferente, com uma ilha de genialidade no meio de um oceano de sinais afetando tarefas comuns. A condição prova que o cérebro humano é capaz de muito mais coisas que podemos imaginar.

Existem alguns savants no mundo com habilidades que são tão excepcionais que eles seriam classificados como fenômenos, com ou sei problemas cognitivos. Aqui estão alguns dos mais habilidosos.

1 – Alonzo Clemons

Quando era criança, Alonzo sofreu um acidente que causou danos em sua cabeça que mudariam sua vida. Ele não consegue se alimentar sozinho ou amarrar os próprios cadarços, mas se tornou um gênio da escultura. Ainda na escola, ele sentava no fundo da sala e moldava pedaços de massinha na forma de pequenos animais. Hoje em dia, ele é considerado um dos escultores mais talentosos de todo o planeta.

Ele é capaz de criar esculturas extremamente realistas de animais depois de ver uma imagem por apenas alguns segundos. Depois de ver a exibição de um animal em uma tela de TV, por exemplo, Alonzo pode esculpir uma figura perfeita em 3D, criando cada detalhe de forma precisa.

2 – Gilles Tréhin

Gilles Tréhin vive parte de sua vida na cidade de Urville, em uma ilha que fica entre Cannes e St. Tropez. Se você nunca ouviu falar do lugar, fique tranquilo. Urville só existe na mente de Gilles.

Desde que tinha 5 anos, Gilles aprendeu a desenhar sozinha. Aos 12, começou a criar uma cidade chamada de Urville. No início, ele usava peças de Lego, mas começou a expandir a cidade imaginária a partir de seus desenhos. Atualmente, Urville deixou de ser apenas uma ideia e já conta com 250 desenhos detalhados, uma história completa desde sua fundação e até mesmo um livro publicado com informações sobre o local.

3 – James Henry Pullen

Também chamando de Gênio do Asilo Earlswood, James Pullen viveu na Inglaterra durante a segunda metade do século 19 e foi colocado na instituição quando ainda tinha 15 anos de idade. Nascido com problemas mentais, muitos acreditavam que ele era surdo e mudo até os sete anos de idade, quando ele aprendeu a falar a palavra mão. Ele nunca aprendeu a ler ou escrever, mas era extremamente talentoso na arte de esculpir objetos com madeira, especialmente navios.

Seu trabalho mais famoso foi uma réplica do navio britânico SS Great Eastern, que incluía detalhes como 5.585 rebites individuais e cada um dos móveis que faziam parte do interior do navio (todos esculpidos a mão). Pullen morreu aos 75 anos, depois de passar 60 anos no Asilo.

4 – Orlando Serrell

Orlando Serrell não nasceu autista. Na verdade, suas habilidades savant só apareceram depois que ele sofrem um dano cerebral. Em 1979, quando tinha apenas 10 anos de idade, Orlando estava jogando beisebol quando foi atingido por uma bola lançada com força do lado esquerdo de sua cabeça. Ele caiu no chão imediatamente, mas eventualmente conseguiu se levantar e continuou a jogar normalmente.

Por um tempo depois do incidente, Orlando sofria com muitas dores de cabeça. Quando elas desapareceram, ele percebeu que tinha ganhado novas habilidades: ele conseguia fazer cálculos exatos utilizando o calendário e até mesmo lembrava do tempo de clima em cada dia desde que sofreu seu acidente.

5 – Stephen Wiltshire

Quando ainda era um jovem garoto, Stephen Wiltshire era mudo e havia sido diagnosticado como autista. Por conta disso, acabou sendo enviado para uma escola para crianças especiais. Lá, ele descobriu que tinha uma paixão por desenhos, começando com animais, passando por ônibus e chegando a prédios e paisagens de cidades.

Ao longo de toda sua infância, Stephen se comunicava por meio de seus desenhos. Com o tempo e com a ajuda de seus professores, aprendeu a falar quando já tinha nove anos – sua primeira palavra foi papel.

Com seu talento, Stephen é capaz de desenhar de forma precisa toda a paisagem de uma cidade depois de vê-la apenas uma vez. Ele chegou a desenhar um panorama de 10 metros de comprimento da cidade de Tóquio depois de fazer uma curta viagem de helicóptero sobre a cidade.

6 – George e Charles Finn

Contar calendários é habilidade extremamente difícil que praticamente nenhuma pessoa comum tem, com exceção de Orlando Serrel, que já mostramos nessa lista. Será que você é capaz de dizer em que dia da semana caiu a data 16 de outubro de 1683? George e Charles Finn, irmãos gêmeos savant, são tão habilidosos que conseguiriam responder essa pergunta como se alguém perguntasse que dia é hoje. Para cada dia da vida deles, George e Charles são capazes de falar de datas que estão a 40 mil anos do passado ou do futuro, o que é mais do que já temos de calendário existente.

7 – Jedediah Buxton

Jedediah Buxton nasceu em Derbyshire, na Inglaterra, em 1707, e não sabia escrever. Ao que tudo indicava, ele nunca teve nenhum conhecimento científico ou histórico do mundo a respeito de nada, a não ser números. No fim das contas, Jebediah era um dos primeiros gênios savants especialistas em cálculos.

Para Jebediah, tudo se resumia a números, o que fazia com que ele associasse tudo que via ou vivia com números. Ele foi capaz de medir a área da vila em que morava somente andando pelo local. Quando ele via alguém dançando, sua atenção se voltava inteiramente para contar o número de passos que cada dançarino dava. Numa peça de teatro, ele era capaz de contar o número de palavras ditas por cada ator.

Quando a Royal Society decidiu testar os conhecimentos matemáticos do cérebro de Jebediah, descobriu que ele era capaz de calcular números de até 39 dígitos.

O que achou da mente extraordinária desses savants? Quais feitos foram mais impressionantes para você? Conte para a gente nos comentários e compartilhe com amigos que você sabe que vão adorar esse conhecimento.

Hachishakusama, a mulher que nenhuma criança vai querer conhecer

Matéria anterior

5 motivos para você começar a assistir One-Punch Man hoje mesmo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos