• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 lugares misteriosos que parecem impossíveis cientificamente

POR Bruno Destéfano    EM Curiosidades      08/07/19 às 21h16

Maravilhas como o Grand Canyon/Estados Unidos e as Cataratas de Vitória/Zâmbia são colossais. Não há dúvidas quanto a isso. Qualquer um que as veja certamente ficará impressionado. Ademais, existem outros requisitos para que uma pessoa fique deslumbrada com paisagens específicas. Para além de tamanhos, formas e contornos, uma característica pode motivar grandes viagens mundo afora: a estranheza.  Outros lugares neste mundo, do beco à montanha, são particularmente muito estranhos. E não estamos falando apenas da espessura ou de formato. O estranhamento pode ser causado pela maneira como o lugar "funciona" em termos práticos. Rio fervente? Caverna que cheira a enxofre? Poço petrificante? Tempestade infinita? Vulcão azul? Preparamos uma lista com 7 lugares misteriosos que parecem impossíveis cientificamente, mas existem.

Estes são espaços em que os cientistas tiveram que lutar apenas para entender como poderiam ter sido formados. Lugares que realmente farão você se questionar (não apenas porque são bonitos, mas porque parecem seguir leis científicas que não existem em nenhum outro lugar na Terra).

1- Shanay-Timpishka / La Bomba

Nas profundezas da Amazônia, existe um rio de quatro quilômetros de comprimento. Ele é diferente de qualquer outro em nosso planeta. O Shanay-Timpishka é tão quente que qualquer animal que pisar nele seria fervido vivo. Quando uma criatura desafortunada adentra aos seus domínios, os olhos cozinham até derreter completamente o seu crânio. Assim, o animal sente muita dor para continuar nadando em segurança.

A água transborda na boca e nos pulmões, cozinhando a criatura de dentro para fora. Normalmente, a água que esquenta é alimentada por um vulcão, mas o mais próximo está localizado a 700 km de distância. Os cientistas acreditam que a ebulição da água quente causa rachamento através de falhas geológicas e, assim, aquece o rio.

2- Caverna de Movile

No sudeste da Romênia, há uma caverna que tem uma atmosfera completamente diferente de todas as outras. Ela foi descoberta por trabalhadores que queriam construir um motor no solo. Durante o processo, acabaram abrindo um caminho que leva a um dos lugares mais estranhos da Terra.

Se você descer pelo poço estreito e passar por uma série de túneis, é possível avistar uma câmara com um lago de água sulfúrica. O ar é tóxico e fede a ovos podres. A atmosfera é preenchida com sulfeto de hidrogênio, sendo contaminada com altos níveis de dióxido de carbono. A parte mais estranha, porém, é que todo um ecossistema sobreviveu dentro dela.

Pesquisadores encontraram 33 espécies dentro da caverna que não existem em nenhum lugar fora dela. Eles se adaptaram para sobreviver em uma atmosfera sulfúrica, alimentando-se de uma espuma em cima das pedras. Esse é um dos lugares misteriosos que parecem impossíveis cientificamente.

3- O poço petrificante

Em Knaresborough, North Yorkshire, existe um poço que parece ter sido retirado de uma história de HP Lovecraft. É um lugar onde a água escorre por um lado do penhasco e se parece com o rosto sorridente de um esqueleto. Além disso, o poço tem um "dom" especial: qualquer coisa que você coloque sob a água se transformará em pedra.

O processo geralmente leva de três a cinco meses, mas você pode deixar tudo o que tiver sob a água corrente e, quando voltar, será petrificado. As pessoas já deixaram de tudo, desde ursinhos de pelúcia até bicicletas. Durante muito tempo, as pessoas acreditavam que o poço fora amaldiçoado por uma bruxa.

Os cientistas de hoje descobriram que a água tem um conteúdo mineral excepcionalmente alto. Como resultado, cria uma casca mineral dura sobre qualquer coisa que toca - exatamente como as estalactites são formadas nas cavernas.

4- Farol de Maracaibo

No oeste da Venezuela, sobre o rio Catatumbo, há uma tempestade que nunca cessa. Os relâmpagos caem sobre a água por dez horas em 260 noites por ano. Ninguém sabe ao certo por que isso acontece. Até recentemente, a principal teoria era que tinha algo a ver com o urânio no leito da rocha - embora os cientistas estejam começando a duvidar disso.

Hoje, a principal teoria é complicada. Ela postula que a forma das montanhas faz com que ventos quentes entrem em colisão com o ar frio dos Andes. Essa colisão é, então, alimentada por duas coisas: pela água que se evapora rapidamente e pelo metano de um campo de petróleo próximo.

Tudo é bastante misterioso, incluindo o instante de 2010 que o fenômeno parou inexplicavelmente. A tempestade elétrica acabou por cessar sem explicação. Depois de 6 semanas em completo silêncio, ela voltou a acender e continua desde então. Esse é um dos lugares misteriosos que parecem impossíveis cientificamente.

5- A Lagoa Azul de Hokkaido

Na ilha japonesa de Hokkaido, há um lago artificial que é diferente de qualquer outro no mundo. A água paira sob um tom único de azul, que brilha e se modifica quando você olha em diferentes ângulos. À medida que as estações mudam, a água muda de cor ainda mais, passando por tons de azul e verde. Inclusive, esse lago fora realmente feito por seres humanos.

Os moradores montaram um reservatório na represa, com o objetivo de bloquear e coletar a água. Para a surpresa de todos, essa água começou a mudar de cor. Os cientistas acreditam que a cor estranha advém de partículas de hidróxido de alumínio que se misturaram.

6- Rochas da Pensilvânia

No topo de uma colina na Pensilvânia, há um campo cheio de rochas estranhas e ninguém sabe por que estão lá. Não há um penhasco mais alto nas proximidades, então não poderiam ter caído em um deslizamento de terra. Os nativos acreditavam que era um fenômeno natural. Entretanto, a estranheza maior tem a ver com o som que as rochas fazem quando você as toca. O tilintar soa quase como o prato de uma bateria.

Segundo investigações, as rochas estão fazendo isto... por conta própria. Quando você bate em uma única pedra, ela solta um tom de baixa frequência que não pode ser ouvido pelos ouvidos humanos. Quando as coloca juntas, os tons interagem e esse é o som que realmente ouvimos. Esse é um dos lugares misteriosos que parecem impossíveis cientificamente.

7- Kawah Ijen

Na Indonésia, existe uma mina de enxofre construída em um vulcão. Quando os trabalhadores entram à noite, apagam as luzes porque simplesmente não há necessidade. O caminho é iluminado pelo estranho líquido azul brilhante, que escorre como lava. Kawah Ijen é frequentemente descrito como um vulcão com lava azul, embora os cientistas agora saibam que o azul não é realmente lava: é enxofre.

Gases sulfúricos no interior aquecem e explodem, disparando chamas azuis em até 5 metros. Eles condensam-se em enxofre líquido, que desce pelas encostas das montanhas. Todo o enxofre no ar faz com que a experiência se torne um tanto quanto tóxica. Por isso, os pesquisadores e fotógrafos precisam usar máscaras de gás para se manterem seguros.

Próxima Matéria
Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+