Curiosidades

7 mais terríveis divindades egípcias

0

Para os egípcios, a jornada de todas as coisas começou com a criação do mundo e do universo das trevas. Não havia nada além de infinitas águas escuras sem forma ou propósito. Dentro deste vazio, Heka (deus da magia) fazia morada ao mesmo tempo em que aguardava o momento da erupção das criaturas. ‘Nu’ surgiu posteriormente como o “morro primitivo”, conhecido como Ben-Ben, sobre o qual ficava o grande deus Atum. Este olhou para o nada e reconheceu sua solidão. Dessa forma, através da ação da magia, ele acasalou com sua própria sombra para dar fomentar a criação de seus dois filhos, Shu (deus do ar) e Tefnut (deusa da umidade). Bem, como é possível perceber, a mitologia egípcia é completamente multifacetada. Numerosas divindades surgiram por entre a histórias do antigo Egito. Algumas delas não são tão famosas quanto as mais conhecidas (Osíris, Isis e Ptah). No entanto, as divindades “anônimas” podem ser tão cruéis e aterrorizantes quanto. Conheça 7 mais terríveis divindades egípcias.

A existência humana, sob a ótica dos egípcios, era entendida como apenas um pequeno segmento de uma jornada eterna. As forças sobrenaturais, por sua vez, orquestravam o panteão egípcio na pele de temíveis criaturas divinas.

1- Mafdet

Esta deusa é representada como um felino, uma mulher com uma cabeça felina ou um felino com a cabeça de uma mulher. Mafdet administrava a justiça e as execuções, sendo intimamente relacionada com a proteção das câmaras do faraó e outros lugares sagrados no antigo Egito. Ela já foi mencionada como a deusa que protegeu o deus do sol (Ra) de cobras venenosas. Em períodos posteriores, o culto de Mafdet foi substituído pelo culto de Bast, outra deusa felina que protegia o faraó.

2- Ammit

“A Devoradora dos Mortos” era um demônio feminino no antigo Egito. Ammit foi caracterizada como tendo o corpo subdividido em três animais: leão, hipopótamo e crocodilo. O motivo está claro: as criaturas representam os três maiores animais “devoradores de homens” conhecidos pelos antigos egípcios. Se o coração de um morto era mais pesado que a pena da deusa Maat, Ammit comia e transformava-o em um espírito errante. Entre outros títulos, ela foi referida como “devoradora dos mortos”, “comedor de corações” e “grande da morte”.

Ela não era adorada no antigo Egito e, por isso, teve a fama de ser uma das mais terríveis divindades egípcias. Ammit estava ligada à deusa Tawaret por suas características físicas bastante semelhantes.

3- Seth

Seth era o deus do caos, da violência, dos desertos e das tempestades. No mito de Osíris, ele é o seu assassino. Inclusive, em algumas versões do mito, Seth engana Osíris para que se deite em um caixão.

A aparência de Seth é um problema para os egiptólogos. Ele é frequentemente descrito como um animal ou como um humano com a cabeça de um animal. No entanto, não conseguem descobrir qual seria a criatura. Geralmente, é descrito com um longo focinho e enormes orelhas quadradas nas pontas. Em sua forma totalmente animal, ele tem um corpo magro e uma cauda reta com um tufo no final. Muitos estudiosos cogitam que nenhum animal desse tipo existiu, perfazendo originalidade à espécie divina.

4- Shezmu

Foi considerado o deus da execução, do sangue e do vinho. Mesmo sendo descrito como um demônio no antigo Egito, a sua natureza divina era mais útil do que se podia imaginar. Ele era quem puniria aqueles que faziam o mal, espremendo a cabeça dos malfeitores até retirar todo o sangue.

5- Re/Ra

Uma das várias divindades associadas ao Sol, o deus Re era geralmente representado por um corpo humano e a cabeça de um falcão. Acreditava-se que ele navegava pelos céus por meio de uma embarcação. Uma de suas principais missões residia na passagem pelo submundo para derrotar o deus da serpente (Apopis). Essa é uma das mais terríveis divindades egípcias.

6- Babi

Geralmente traduzido como “Touro dos babuínos”, Babi foi invocado para prover fertilidade e uma boa vida sexual. Esta criatura do submundo foi considerada como o deus da virilidade dos mortos. Nas antigas representações egípcias, Babi era geralmente retratado com uma ereção. Além disso, viam-no como perigoso e cruel por comer as entranhas das pessoas. Os invocadores precisariam ter muito cuidado para não terminar como sua refeição.

7- Menhit

A “deusa-gato” era considerada uma divindade de guerra, propensa à agressão e ao assassinato. Por todo o antigo Egito, ela estava ligada às deusas Wadjet e Neith. Menhit também se identificava com Sekhmet. Acreditava-se que ela avançava à frente dos exércitos egípcios em suas batalhas, abatendo e massacrando herdeiros com flechas de fogo. Ela foi considerada uma das divindades mais brutais do antigo Egito.

Já conhecia algumas destas divindades? Quer compartilhar outras curiosidades a respeito da mitologia egípcia? Não se esqueça de comentar. A sua opinião é mais do que importante para nós.

Jason Momoa conseguiu mais de R$ 100 mil para caridade jogando machados

Matéria anterior

Homem teve uma terrível surpresa depois de sentir uma sensação de ”rastejamento” na cabeça

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.