Nossas vidas definitivamente mudaram desde a popularização da internet. Na verdade, a internet se tornou uma extensão de nosso mundo real. Ou seria o contrário? Bom, a grande questão na verdade é como lidamos com tanta informação circulando por aí, muitas delas completamente falsas.

Nunca houveram tantas notícias falsas e links maliciosos como hoje em dia. E elas nunca se espalharam tão rapidamente. Apenas alguns poucos minutos são suficientes para tornar uma "informação" algo completamente "crível", segundo sabe-se lá quem. Por isso é muito importante que avaliemos nossas fontes e não saiamos clicando em qualquer coisa que aparece nas nossas "timelines".

Abaixo, listamos alguns mitos da internet que você definitivamente deve parar de acreditar.

1 -  Marketing Viral

Não é muito difícil se deparar com diversos anúncios na internet sugerindo que você clique em seus quase irresistíveis links para saber mais sobre tal assunto ou porque você foi o grande vencedor de um prêmio. Muitas vezes, isso esconde uma prática conhecida como phishing, que utiliza desses mecanismos para obter dados dos internautas, com a finalidade de aplicar golpes e enviar propagandas e spans.

2 - Montagens e fotos divulgadas

Publicidade
continue a leitura

Uma teoria corre pela internet de que a Terra se chocará com um outro planeta, conhecido como Nibiru. Por enquanto, a existência do Nibiru é só uma hipótese, mas a infinidade de montagens e fotos publicadas como reais são insanas.

3 - 'Curta' e ajude quem precisa

Esse golpe existe quase que desde o nascimento da internet. Ele visa encontrar pessoas bem intencionadas e que realmente desejam ajudar o próximo. Mensagens como: "Para cada curtida, serão doados X reais" ou "Esta pessoa sofre de uma grave doença e ainda "Compartilhe esta mensagem..." são facilmente encontradas por aí nas redes sociais.

O Facebook já se pronunciou a respeito de doações através de curtidas e informou que este procedimento é completamente irreal e enganoso. É melhor tomar cuidado com o que se sai compartilhando por aí.

4 - Mortes de celebridades

Publicidade
continue a leitura

Em muitas notícias por aí, as mortes de Michael Jackson e Elvis Presley, na verdade, são pura mentira. E fariam parte da agenda de muitas teorias da conspiração. Segundo a internet, Paul MacCartey já morreu faz tempo. Recentemente um boato envolvendo o ator Macaulay Culkin fez muitas pessoas compartilharem a notícia de sua morte e, claro, posteriormente passarem vergonha quando descobriram que Culkin continua bem vivo.

5 - Perfis falsos

Um perfil falso com algumas fotos interessantes e recheado de seguidores (possivelmente comprados) pode facilmente ganhar popularidade entre as pessoas nas redes sociais. E isto está se tornando cada vez mais comum. Pessoas roubam fotos de usuários da internet e criam uma vida 'falsa' na internet para aplicar golpes, induzir a clicar em links, entre outras estratégias.

Um perfil de uma menina francesa, que atualmente conta com cerca de 97 mil seguidores, foi utilizado durante muito tempo por uma ONG que desejava alertar as pessoas do consumo excessivo de álcool e nenhum de seus seguidores teria percebido.

6 - Se veio de um amigo, é seguro.

Publicidade
continue a leitura

Nem tudo que seus amigos encaminham para você ou compartilham na internet merece seu clique. Isso, porque eles também podem ter sido vítima de algum link malicioso que pode ter infectado suas contas com vírus e Malwares que estão por aí. Lembrando que muitas vezes esses links são criados para roubo de dados, envio de spam e até mesmo para usar seus equipamentos para minar criptomoedas. É melhor ficar de olhos bem abertos!

7 - Se eu clicar em um link suspeito e fechá-lo não serei infectado

Bom, esse é um grande mito. Uma vez que existem milhares de tipos de vírus por aí, incluindo aqueles que se instalam de maneira rápida e silenciosa. E não seria estranho que até mesmo seu antivírus não o tenha detectado. "Quando instalado, ele fica apenas ‘esperando’ para que exista acesso às contas financeiras, entre outros aplicativos, para que o cibercriminoso roube a senha e outras informações”, informou Fabio Assolini, analista sênior de Malware da Kaspersky Lab.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não deixem de compartilhar com os amigos.

Publicado em: 13/08/18 17h10