Curiosidades

7 momentos em que a Pixar falou com os adultos

0

A Pixar, gigante da animação fundada por ninguém menos que Steve Jobs, cérebro e coração da Apple em vida, no ano de 1986, foi comprada pela Disney no ano de 2006, já rendeu cerca de 2 bilhões de reais com os lucros de suas produções mais tradicionais, direitos autorais e produtos relacionados aos filmes de tanto sucesso.

Toy Story que em 1995, escancarou para o mundo o potencial criativo da gigante, teve a árdua missão de abrir as portas do sucesso adimensional que a Pixar iria atingir.

Com o total de até então 7 Oscars para a sua estante, a empresa tem no conteúdo de suas grandes produções, um contrastante tom de linguagem. Mesmo em produções deliberadamente destinadas à crianças, a empresa em alguns tipos de flashs que funcionaram como ‘testes psicológicos’, deixou situações questionantes para os adultos refletirem dentro desses enredos multimilionários destinados aos filhos deles.

Abaixo listamos pelo menos 7 situações onde isso de fato ocorreu. Confira:

1. Ratatouille – (2007)

30 segundinhos contidos nessa cena, que transformaram o vilão Anton Ego em uma verdadeira vítima da sociedade. Ego ao experimentar o ratatouille (famoso prato do filme à base de legumes cozidos com ervas) ele automaticamente se transporta para o mundo de lembranças de sua infância, onde o ratatouille de sua mãe eram o único consolo para os maus tratos que ele sofria no colégio. Uma mensagem linda, mas que as crianças não compreenderiam, mas que serviu como um verdadeiro exemplo à todos

2. Up: Altas Aventuras – (2009)

https://www.youtube.com/watch?v=1G371JiLJ7A
Nesses 10 minutos de filme, as crianças provavelmente não prestariam tanta atenção quanto os pais, pois eles se veem muito surpreendidos ao perceberem que o filme não se trata de duas criancinhas, já que Ellie morre no início do enredo do filme.

3- Toy Story 3 – (2010)

https://www.youtube.com/watch?v=93JqK32LqW4

Nesse trecho de Toy Story 3, os protagonistas estão presos e se veem próximos a serem lançados a um mar de fogo. Entretanto, eles chegam à conclusão em coletivo de que estava tudo perdido e que morreriam. As crianças nem se dão conta da mensagem derrotista, mas os pais geralmente prestam muito mais atenção no contexto.

4. ‘Os Incríveis’ – (2004)

NRgVvvp

No início do enredo do filme lançado em 2004, Helen, a esposa do protagonista (Sr. Incrível), assume para si mesma que seu casamento é um fracasso e admite as possibilidades de estar sendo inclusive traída. Ok, o adultério é algo comum e está constantemente em pauta no universo dos adultos, mas não nas das crianças né?!

5. Procurando Nemo – (2003)

Bem, nessa cena de Procurando Nemo, tradicional filme da Pixar lançando em 2003, o protagonista tem vários traços de transtornos de personalidade.

6. Wall-E(2008)

O momento em que Wall-e e Eva se dão conta do que é o amor. As crianças não notariam necessariamente que isso é o amor, mas que é lindo isso é!

7- Vida de Inseto – (1998)

O que as crianças não entendem ao pé da letra, mas que adultos perceberiam facilmente são dilemas relacionados a perpetuação das classes sociais, a evidente exploração de trabalhadores e o medo elevado á potência de fobia de classes dominantes ou superiores.

Vocês como adolescentes ou adultos, se recordam de terem sido abordadas essas perspectivas tão ‘adultas’, nesses que são alguns dos filmes infantis que possivelmente também marcaram as suas infâncias?

O que acontece se você comer em um estabelecimento e não tiver dinheiro para pagar?

Matéria anterior

6 utilidades que o xixi e o cocô tem que você nem imaginava

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar