Ao longo do tempo, diversas figuras históricas foram diagnosticadas com distúrbios mentais. Muitas delas, foram gênios respeitados e puderam comprovar que o tratamento adequado poderia ter ajudado muito com o problema. Por isso, separamos 7 personalidade que sofriam com problemas mentais.

O que não falta na História, são figuras históricas que tenham tido problemas mentais durante suas vidas. Entre os ilustres graves problemas também faziam tormentos. Entre eles, problemas como depressão, transtorno bipolar, entre outras coisas podem ser encontradas.

1 - Nikola Tesla

Todos sabemos que Nikola Tesla era uma personalidade excêntrica. Contudo, também é de conhecimento público, que ele possuía grande dificuldades de se relacionar com pessoas. Além disso, também existem diversos relatos das dificuldades que o gênio tinha com formas arredondadas e joias. Ele também possuía uma verdadeira obsessão pelo número 3 e apenas utilizava talheres que ele mesmo polia, mas claro, que com 18 guardanapos. Dessa forma, ele poderia sofrer com alucinações e TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo).

2 - Wolfgang Amadeus Mozart

Publicidade
continue a leitura

Mesmo depois de tantos anos, Mozart continua sendo um dos músicos mais talentosos de todos os tempos. Além disso, algumas de suas obras músicas estão entre as mais incríveis já criadas. Contudo, você sabe o que ele também fez? Uma série de textos, um tanto quanto estranhos. De fato, foram diversos diários, com referências à fezes e traseiros. Bem como o música ainda lidava com diversos tiques motores e verbais. De acordo com especialistas, Mozart poderia sofrer com Síndrome de Tourette.

3 - Machado de Assis

Sendo um dos maiores escritores da língua portuguesa, Machado de Assis utilizou temáticas como tristeza e melancolia. Contudo, sua depressão aumentou, após a morte de sua esposa, em 1904. Além disso, a depressão é uma temática recorrente em sua obra.

4 - Abraham Lincoln

Publicidade
continue a leitura

Quem convivia com LincoIn, relatava que ele sofria de períodos de profunda tristeza. Com isso, ele teria pensado em cometer suicídio por diversas vezes. Dessa forma, especialistas apontam que seu comportamento apontava para casos de depressão e também ataques de ansiedade.

5 - Charles Darwin

Durante o período em que Darwin desenvolveu a "Teoria da Evolução das Espécies", ele sofria de diversos problemas. Contudo, após retornar, ele passou a, raramente, sair de casa e também se tornou recluso. Dessa forma, Darwin foi diagnosticado com agorafobia, uma condição caracterizada pelo medo de estar em lugares abertos ou em meio à multidões.

6 - Clarice Lispector

Publicidade
continue a leitura

Sendo ucraniana e naturalizada brasileira, Clarice Lispector foi uma renomada escritora. Entretanto, suas obras incluíam muitas tramas psicológicas e temas cotidianos. Depois de sofrer queimaduras graves no braço e na mão, por dormir com um cigarro aceso, Clarice desenvolveu depressão. Além disso, ela também sofreu com depressão pós-parto e com o nascimento de seu filho, quando finalmente viria a desenvolver esquizofrenia.

7 - Vincent Van Gogh

Sendo um dos maiores gênios do movimento pós-impressionista, Van Gogh teve uma vida difícil. Tudo porque ele sofria de depressão, bipolaridade, alucinações e epilepsia. Com isso, o pintor holandês chegou a cometer suicídio, dois anos após ter cortado um pedaço da própria orelha direita. Especialistas também acreditam que ele também sofria de xantopsia. Dessa forma, a condição fazia com que ele visse os objetos mais amarelados e de cor intensificada, como em seus quadros.

Publicado em: 01/02/20 23h22