• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 piores serial killers de crianças da História

POR Mateus Graff    EM Terror & Sobrenatural      09/10/18 às 23h16

Os assassinos em série, ou serial killers, são pessoas criminosas com perfis psicopatológicos, que cometem crimes com uma certa frequência, geralmente seguindo sempre padrões e às vezes deixando a suas assinaturas. Poderíamos citar vários e vários nomes dos serial killers mais conhecidos do mundo, mas hoje resolvemos trazer alguns assassinos que tinham como principal alvo crianças inocentes.

O mais curioso dessa lista é que, por algum motivo, os três maiores serial killers de crianças são colombianos. Estão preparados para ler as histórias de assassinos cruéis como esses? Se sua resposta for sim, confira agora a nossa matéria com os 7 piores serial killers de crianças da História:

1 - Andrei Chikatilo

Andrei Chikatilo, também conhecido como "Estripador de Rostov" ou "Estripador Vermelho", deixou o mundo, e principalmente a União Soviética, chocados. Ele foi preso e admitiu ter estuprado e matado cinquenta e duas pessoas, todas mulheres ou crianças. Os crimes aconteceram entre 1978 e 1990. Andrei Chikatilo foi condenado pelos assassinatos em outubro de 1992, e em fevereiro de 1994, foi executado.

2 - Miyuki Ishikawa

Miyuki Ishikawa era uma parteira japonesa muito respeitada. Mas não só isso, Miyuki também era uma assassina em série. Ela era encarregada de uma maternidade, onde cometeu vários e vários crimes na década de 1940. Estima-se que Miyuki tenha matado mais entre 85 e 169 bebês, mas a estimativa oficial é de 103.

Quando ela foi presa, Miyuki disse que cometeu os atos pois acreditava que os pais de condições financeiras ruins não cuidariam bem dos seus filhos. O mais bizarro de toda essa história? A Suprema Corte de Tóquio condenou Miyuki a apenas 4 anos de prisão, o que foi notavelmente leve. Miyuki é considerada a maior serial killer do Japão.

3 - Serhiy Tkach

Serhiy Fedorovich Tkach é um ex-investigador criminal ucraniano, originalmente da Rússia, que matou mais de cem meninas e mulheres. Ele foi condenado à prisão perpétua por ter estuprado e matado 36 delas. Depois de preso, ele confessou e contou detalhes sobre como sufocou as meninas (que tinham entre 8 e 18 anos) e como cometeu os atos sexuais com os cadáveres. Apesar de ter admitido os crimes e pedido a pena de morte, após um ano de julgamento, um tribunal em Dnipropetrovsk o condenou à prisão perpétua pela violação e assassinato das 36 pessoas.

4 - Javed Iqbal

Javed Iqbal Mughal, também conhecido como Mukri, era um serial killer paquistanês, que foi considerado culpado de abuso sexual e assassinato de 100 crianças. No ano de 1999, ele resolveu mandar uma carta para os jornais locais para confessar que havia matado muitos meninos entre 6 e 16 anos de idade. Ah, ele também confessou que dissolveu cada um dos corpos com ácido. Logicamente, ele foi preso e condenado à morte. Mas antes mesmo de ser executado, Javed resolveu tirar sua própria vida.

5 - Daniel Camargo Barbosa

Daniel Camargo Barbosa foi um assassino em série colombiano. Acredita-se que ele estuprou e assassinou mais de 150 meninas na Colômbia e Equador durante os anos 1970 e 1980. Quando o cara foi finalmente preso, em 1989, ele foi condenado a 16 anos de prisão. No ano de 1994, quando estava na prisão, Luis Masache Narvaez (primo de uma das vítimas de Daniel) o matou como uma forma de vingança.

6 - Luis Garavito

Luis Alfredo Garavito Cubillos, conhecido como "La Bestia" ou "Tribilín", é um serial killer colombiano que estuprou, torturou e matou 138 meninos até o ano de 1999. A maioria das crianças morava na rua ou era de famílias muito pobres. Garavito usava iscas para atrair os meninos, como comida, presentes e dinheiro. A justiça colombiana prendeu Garavito e o condenou à 30 anos de prisão. Ele está preso até hoje.

7 - Pedro Lopez

E temos aqui mais um serial killer colombiano. Pedro Alonso López é um assassino em série confesso da Colômbia e mais um que se aproveitou do sistema judiciário falho da Colômbia. A justiça estima que ele tenha matado 300 garotas em três países da América do Sul, entre 1969 e 1980. O assassino foi preso no início dos anos 1980 e, acreditem vocês ou não, 14 anos depois ele estava solto novamente. O cara foi preso novamente em 2002, por ter cometido um assassinato mais uma vez.

E você, já conhecida todos esses serial killers que tinham como alvo crianças inocentes? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+