icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 prisões peculiares ao redor do mundo

POR Bruno Dias EM Curiosidades 21/01/20 às 18h35

capa do post 7 prisões peculiares ao redor do mundo

As prisões são lugares que não costumam ser tão agradáveis. Algumas oferecem péssimas condições de vida, crueldade ao extremo e várias outras coisas que as tornam tenebrosas. Nós, que estamos do lado de fora, só imaginamos como deve ser a realidade dessas pessoas e tiramos de base o que vemos nos jornais, e talvez, em alguma série, mas, com certeza, a realidade deve ser muito pior do que a retratada ou mostrada. E a verdade é que nunca saberemos, com certeza, desde que vivamos essa experiência.

Existe um debate sobre se o fato de os presos devem ser punidos ou reabilitados. No Brasil, em teoria, as prisões tinham que ser um lugar de reabilitação, mas isso está longe de ser a realidade. Já em outras partes do mundo, a experiência de um preso pode ser bem diferente. Mostramos aqui, algumas prisões bastante únicas ao redor do mundo.

1 - Penitenciária de Aranjuez

Ter algum membro da família preso pode afetar muito na estrutura familiar Mas nessa prisão da Espanha, as autoridades parecem querer resolver pelo menos esse aspecto. Nela, é permitido que as crianças vivam com seus familiares presos, sob o mesmo teto.

A prisão, que fica a 40 quilômetros do sul de Madri, tem berçário, playground e personagens infantis nas paredes. As crianças podem ficar junto com seus familiares até os três anos de idade. E depois são colocadas em um lar para jovens que é administrado pelo Estado. Além das crianças poderem ficar com eles, os presos recebem instruções sobre habilidades parentais.

2 - Prisão de Norgerhaven

A Holanda tem uma das mais baixas taxas de criminalidade da Europa. E o problema, com que o país lida em suas penitenciárias, é a baixa população.

Em 2015, a Noruega começou a enviar seus presos para Holanda, em um contrato de "arrendamento" da prisão. Além das celas espaçosas, a prisão tem espaço para uma horta e criação de galinhas.

3 - Prisão de Sua Majestade

Essa prisão fica no meio do caminho, entre Glasgow e Edimburgo, na Escócia. Ela foi inaugurada em 2008 e tem uma capacidade para 700 presos. A prisão foi projetada para ser uma prisão de aprendizado, onde os presos podem aprender habilidades úteis, para quando voltarem à vida de liberdade.

Todos os presos têm 40 horas por semana de atividade intencional que, segundo o site, são atividades que visam melhorar as perspectivas de empregabilidade e que levem à diminuição da reincidência dos presos.

4 - Prisão de Onomichi

O Japão é um país que está vendo a sua população envelhecer. E ele tem cadeias projetadas especificamente para idosos. Essa prisão, que fica perto da cidade de Hiroshima, tem um andar inteiro como uma ala geriátrica piloto. Nela, foram colocados corrimões e as necessidades alimentares dos presos e cuidados pessoais são atendidos.

O governo japonês investiu 100 milhões de dólares, para que instalações maiores fossem construídas. E mesmo que a taxa de criminalidade no Japão, seja baixa, existe um aumento de crime cometidos por idosos. Metade dos detentos, com mais de 60 anos, são reincidentes. Pode ser porque alguns preferem a segurança da prisão.

5 - Instalação de correções de Otago

Essa prisão fica perto de Milton, na Nova Zelândia, e foi apelidada de Milton Hilton. A prisão comporta 485 homens e seus presos têm aulas de carpintaria, engenharia mecânica, restauração comercial e hospitalidade. Os presos também são treinados para trabalhar na fazenda da prisão, com o gado leiteiro.

A prisão é bem acolhedora com pisos aquecidos e atividades extracurriculares. Mas centenas de agressões com os presos e funcionários já aconteceram no local, e os guardas tiveram que usar spray de pimenta.

6 - Campo Prisional Federal

Localizada nas colinas de Appalachia, nos Estados Unidos, essa é uma prisão feminina de segurança mínima. A maioria das detentas não é violenta ou então de colarinho branco. E em 2004, a prisão foi apelidada de Camp Cupcake. O apelido foi dado por causa da sua detenta Martha Stewart.

As presas vivem em dois grandes dormitórios com aproximadamente 500 prisioneiras em cada. Assim como outras prisões, essa oferece treinamento vocacional e aconselhamento para a reabilitação.

7 - Prisão de Bastoy

A Noruega tem uma abordagem bastante progressista com relação a seus presos. Essa prisão de segurança mínima se autointitula de prisão ecológica. Os 115 presos trabalham todos os dias, em funções da fazenda, como cuidar dos animais e com serviços florestais.

O objetivo é fazer que os presos tenham habilidades viáveis para quando eles forem libertos. Antes de ir para Bastoy, os presos primeiro cumprem pena em outra prisão, para provar que poderão ir para o ambiente, que é construído com base na confiança e respeito.


Próxima Matéria
Via   Toptenz  
Imagens Toptenz
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest