• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 provas de que a morte do Carl em The Walking Dead foi uma péssima ideia

POR Hanier Maciel    EM Fatos Nerd      01/03/18 às 10h52

No último final de semana, The Walking Dead voltou depois do característico hiato entre o oitavo e nono episódio. Como já tinha sido mostrado no fim da primeira metade da oitava temporada, Carl foi mordido por um zumbi e acabou morrendo. A morte foi uma das mais importantes e emocionantes de toda a série, que já conta com inúmeras perdas. Da família do herói Rick só sobraram ele e a filha, Judith.

Carl sempre foi um dos protagonistas da série. Assistimos ele desde criança até ele se tornar um adolescente quase adulto devido suas responsabilidades no mundo pós-apocalíptico. Sua morte na série tem gerado muito polêmica, uma vez que o personagem sempre foi muito querido pelos fãs. Já quase sem fôlego na história, The Walking Dead perdeu um membro importante. Será que o seriado vai conseguir sobreviver? A Fatos Nerd fez uma lista com provas de que a morte do Carl em The Walking Dead foi uma péssima ideia, confira:

1 - A série tem repetido o mesmo erro

Quem assiste The Walking Dead desde o inicio, sabe que ninguém está a salvo no seriado. Nem mesmo o protagonista, Rick Grimes. Já perdemos Andrea, Hershel, Tyreese, Glenn e vários outros personagens que foram muito importantes na história. Mas essas mortes estão se tornando um problema na série. Toda vez que o seriado parece perder o fôlego, algum personagem importante morre. A formula já está desgastada e com a recente morte de Carl, os fãs já estão cansados com a quantidade de perdas.

2 - Outra morte arrastada

Apesar de chocantes, as mortes de The Walking Dead são pouco objetivas. A série sempre faz uma cerimônia totalmente desnecessária para cada morte, o que acaba deixando a trama mais arrastada do que já está. Assim foi com Glenn e Abrahan entre sexta e sétima temporada, quando mais uma vez os roteiristas precisaram de dois episódios inteiros para mostrar duas mortes, sem falar na enorme distância entre eles.

O mesmo aconteceu com Carl. Descobrimos que o personagem foi mordido no oitavo episódio da temporada atual, mas sua morte só foi mostrada meses depois, já que o seriado entrou no habitual hiato de fim de ano. A série está previsível, e já estamos esperando outra morte arrastada no fim da oitava temporada.

3 - A conexão entre os quadrinhos e a série

Os quadrinhos de The Walking Dead estão com as tramas muito a frente do seriado. Carl ainda está vivo e ele é parte vital das histórias que envolvem o grupo "Os Sussuradores", que deve ser o arco central da nona temporada da série. Com a sua morte, fica a dúvida de como será tal abordagem. Não é a primeira vez que o seriado se desvincula dos quadrinhos. A ausência de Carl pode fazer muita diferença nas tramas futuras, o que pode prejudicar e muito o enredo da série.

4 - O desperdício da relação entre Negan e Carl

Apesar de Jeffrey Dean Morgan ser um excelente ator, o seu Negan é uma das figuras mais chatas da série. Tido como a possível salvação do seriado, que estava sofrendo com quedas de audiência, o vilão deixou a série pior do que estava. O personagem é um dos contrapontos mais importantes dos quadrinhos, mas a sua tradução na série não está sendo muito bem aproveitada.

Até agora quase não houve aprofundamento na personalidade de Negan. O pouco que já foi apresentado veio da sua relação com Carl, já que, de alguma forma, eles se conectaram. A morte de Carl significa o fim dessa relação, o que é uma pena.

5 - A história de Rick e Carl

The Walking Dead sempre foi sobre Rick Grimes em busca da sobrevivência. Tudo que o herói fez até agora, foi para proteger os seus filhos. Passamos oito anos assistindo isso e a morte de Carl invalida todo o desenvolvimento dessa parte da história. Ok, Rick ainda tem Judith para proteger, mas a personagem ainda é apenas uma criança, sem muito o que fazer dentro do enredo. A ausência da relação entre Rick e Carl pode ser arriscada para o seriado.

6 - A luta de Rick

A guerra de Rick contra Negan sempre foi pelo bem estar dos seus filhos. Em busca de parar apenas de sobreviver, o herói queria prosperar e melhorar o mundo para seus filhos e a próxima geração. Com a morte do filho, Rick pode perder o seu propósito.

Como citado anteriormente, o personagem ainda tem sua filha para proteger, mas ela ainda é apenas uma criança. Será que o nosso herói ainda terá forças para enfrentar Negan e seu poderoso exército? Claro que ele se preocupa com seus amigos e preza pela segurança deles. Mas com o tanto de perdas na sua vida, pode ser que ele perca todas as suas motivações.

7 - A série está sem futuro

Sim, Carl teve os seus momentos irritantes, mas não podemos esquecer que ele era um dos protagonistas da série. O personagem era o sucessor natural de Rick. Uma hora ou outra, o protagonista deve deixar a série, e seu filho seria o substituto perfeito para o possível momento.

Todo o enredo do seriado foi construído para tal momento. Carl foi um dos personagens que mais cresceram desde a primeira temporada. Ele quase morreu no início da série, teve que atirar na cabeça da própria mãe e matou várias pessoas quando ainda era apenas uma criança. Rick fez do filho um guerreiro forte e todo esse avanço foi desperdiçado com a sua morte.

Gostou da lista? O que achou da morte de Carl? Comente com a gente!

Próxima Matéria
Via   WC  
Imagens DS TC DZ ODC ODC PM DS CB
Hanier Maciel
Um jornalista pseudo-cinéfilo com mil filmes preferidos, fã incondicional de Friends e quase sempre de mau humor!
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+