• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 razões pelas quais você precisa assistir YOU

POR Gabi Noronha    EM Séries e Sagas      07/01/19 às 14h03

Em todos os períodos do Fall Season, alguma série nova costuma se destacar dentre as estreias. Na temporada 2018-19, um dos títulos com maior evidência foi YOU. A série é criação de Greg Berlanto e Sera Gamble a partir do livro homônimo de Caroline Kepnes. Com produção da Warner Horizon Televison, o programa foi ao ar em setembro pelo canal Lifetime. Contudo, no Brasil ela estreou há poucas semanas na Netflix.

YOU é estrelado por Penn Badgley (o Dan de Gossip Girl) e gira em torno de Joe Goldberg. O jovem, trabalha em uma livraria e, aparentemente, leva uma vida padrão. Ele se apaixona à primeira vista por uma cliente e, a partir de então, tenta conquistá-la a custos perigosos. A série é um suspense psicológico que aborda temas sérios como o vício em redes sociais, a obsessão disfarçada de paixão, relacionamentos tóxicos e abusivos. YOU é um retrato cru da sociopatia e separamos alguns motivos pelos quais você deveria assistir.

1 - Tema

Se para algumas pessoas a diferença entre amor e obsessão é tênue, YOU deixa bem claro tamanha distinção. Joe fica encantado com Beck logo no primeiro momento que a vê. No começo, sua curiosidade para saber quem ela é algo considerado aceitável hoje. Ele a procura nas redes sociais para saber um pouco mais a seu respeito. Se está em algum relacionamento, se mora na cidade, se tem a vida muito badalada. Em pouco tempo, o interesse de Joe se torna uma obsessão e um risco para a vida de Beck e todos ao seu redor. O que ele acredita ser amor, não passa de manipulação e controle disfarçados de paixão.

2 - Abordagem

Um dos grandes acertos de YOU é justamente a forma como a série aborda um tema tão sério. Embora a história pareça romantizar a neurose de Joe, na verdade, ela expõe o quão comum são esses tipos de relação. Elas acontecem sem os envolvidos se darem conta dos absurdos feitos pelas duas partes. A narração em off de Joe é essencial para sabermos mais sobre seu lado. A série faz usos de rápidos flashbacks, o que em parte, auxilia a compreensão de algumas atitudes do protagonista. Para completar, apesar da seriedade, chega a ser inevitável não rir das várias situações surreais em que Joe se mete.

3 - Elenco

O elenco de YOU pode ser uma maldição e uma benção ao mesmo tempo. Isso porque parte dos personagens principais já participaram de séries teens, todas de muito sucesso. Isso, talvez, possa passar a impressão errada para o público desavisado. Penn Badgley (Joe) esteve em Gossip Girl, Elizabeth Lail em Once Upon a Time e Shay Mitchell em Petty Little Liers. No entanto, todos eles fazem diferença para seus respectivos personagens na série. Caso não seja fã de nenhum dos programas anteriores, não deixe o passado te enganar. YOU é mais do que aparente e parte disso, graças ao seu elenco.

4 - Tamanho ideal

Outra vantagem de YOU está no seu tamanho. O padrão na quantidade de episódios nas séries de várias emissoras tem mudado. Hoje, os canais têm investido em números menores o que, na maioria das vezes, aumenta a qualidade do programa. YOU é o mais novo acréscimo da lista. A série tem apenas dez episódios, com duração média de 40-45 minutos. A estrutura é uma boa pedida para quem gostar de maratonas. Além disso, o número reduzido provou ser a decisão certa, dando fluidez e agilidade para a história.

5 - Suspense e tensão

Todos os episódios da série têm suspense. O personagem de Joe se coloca em situações, no mínimo, tensas. Muitas vezes o plano não sai como esperado e o improviso do protagonista torna tudo ainda mais agonizante. E apesar do público ter ideia que determinada ação não acabará bem, o caminho até o desastre anunciado é sempre um suspense. A história ainda conta com reviravoltas curiosas, ações inesperadas e um final aberto a discussões.

6 - Reflexão

YOU nos faz repensar sobre o quão saudável são nossas próprias relações sociais. Será que somos controlados por pessoas próximas? Será que já aconteceu e nunca reparamos? Como é possível nos desapegarmos de convivências tóxicas? Reavaliamos também nosso comportamento, pois, sem ajuda, costuma ser difícil entender atitudes extremas. Os mesmos questionamentos são válidos para as redes sociais. Será que nos expomos demais? Temos uma conduta saudável no que diz respeito à exposição do lado pessoal ao público? Ao fim da primeira temporada, é impossível não refletir e indagar sobre o conteúdo da história.

7 - O mal em pele de cordeiro

Assistir YOU e se pegar gostando de Joe Goldberg é normal e assustador. O personagem possui uma neurose patológica, sabemos que suas atitudes são erradas e criminosas e mesmo assim, sentimos simpatia por sua pessoa. Graças ao ótimo trabalho de Penn Badgley, conseguimos achar várias atitudes de Joe bonitinhas. Por vezes, chega a ser fofo certas coisas que ele faz por Beck. E para piorar o cenário, o carinho e preocupação que Joe tem com Paco é para derreter qualquer coração. No entanto, quando quase acreditamos em suas boas intenções, a série faz questão de nos trazer de volta para a realidade, na qual, embora Joe nos engane no começo, sabemos que ele é o verdadeiro mal.

Veja o trailer.

Próxima Matéria
Via   CB     IMDB  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+