• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 rockeiros que já assassinaram alguém

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      20/08/19 às 16h32

A música sempre esteve presente em nossas vidas. E dos vários ritmos, o rock está de uma forma especial. As músicas, muitas vezes são carregadas de críticas da sociedade e tudo que nos assola. E, às vezes, são mais futurísticas do imaginamos. Algumas dessas canções não só falam sobre o futuro, como muitas vezes acabam o prevendo.

Os músicos de rock e metal tem uma reputação de serem contrários às regras e levarem sua vida sem rumo ou pensamento no futuro. O combo sexo, drogas e rock'n'roll parece bastante convidativo para muitos. Mas esse sonho pode sair do controle. Alguns deses músicos também são conhecidos como assassinos. Mostramos alguns deles.

1 - Jim Gordon

Ele era um músico de rock dos anos 1970. Ele foi o baterista da Derek and the Dominos e também já se apresentou ao lado de George Harrison, Joe Cocker, John Lennon, Steely Dan, Alice Cooper, os Beach Boys e os Monkees. Na década de 1980, ele teve que desistir de sua carreira porque sua saúde mental piorou demais. Gordon era esquizofrênico, mas nunca tinha sido diagnosticado.

Ele ouvia vozes em sua cabeça e tinha pensamentos autodestrutivo. No dia três d junho de 1983, Gordon matou de maneira trágica a sua própria mãe. Ele a espancou com um martela e depois a esfaqueou até a morte com uma faca de açougueiro. De acordo com Gordon, foram as vozes da sua cabeça que o mandaram fazer aquilo. O músico foi sentenciado a passar o resto de sua vida em uma prisão psiquiátrica.

2 - Beasts Of Satan

Esse era o nome de um grupo de heavy metal de Busto Arsizio, que fica perto de Milão. O grupo fez três assassinatos em rituais satânicos. Em 1998, uma festa com drogas ao som de heavy metal se transformou em um ritual mortal sob a lua cheia. A menina de 19 anos, Chiara Marino, foi esfaqueada até a morte. E seu namorado, Fabio Tollis, de 16, foi espancado com um martelo enquanto tentava salvar a namorada.

Em 2004, a namorada do líder da banda, Mariangela Pezzotta, foi baleada e supostamente enterrada viva. O motivo era que ela sabia vários segredos da banda. O líder da banda, Andrea Volpe, foi sentenciado a 30 anos. Pietro Guerrieri, outro integrante, foi sentenciado a 16 anos. E os investigadores acham que o número de vítimas pode chegar aos 18. Isso com eles se baseando em outros casos suspeitos.

3 - Varg Vikernes

Em 1993, o músico norueguês de black metal, foi condenado por assassinar o guitarrista da banda Mayhem, Euronymous. Os membros da banda também acusaram Vikernes de incendiar três igrejas. Mas o músico negou essas acusações. Em 1991, Vikernes tinha se tornado um dos mais influentes artistas de black metal. E isso gerou algumas tensões em seu grupo.

Vikernes esfaqueou o seu companheiro de banda em seu apartamento. Segundo ele o ataque foi uma autodefesa, já que ele tinha escutado que Euronymous planejava usar uma arma de choque nele e o torturar até a morte. O músico foi sentenciado a 21 anos de prisão.

4 - Keith Moon

O baterista do The Who, foi inocentado de todas suas acusações de dirigir alcoolizado depois da morte do seu motorista e guarda-costas, Cornelius Boland, em 1970. Depois que uma multidão enfurecida de skinheads tentou atacar Moon em um bar, onde ele estva com sua esposa e alguns amigos, ele tentou escapar em seu Bentley.

A multidão tentou derrubar o carro, e então Boland saiu do veículo e Moon pegou a direção. Não se sabe ao certo o que aconteceu, mas Boland foi parar em frente ao carro e acabou sendo esmagado sob as rodas. Mesmo com Moon se declarando culpado, as acusações foram retiradas. O juiz disse: "você não teve escolha senão agir da maneira que você fez e nenhuma culpa moral está ligada a você". Moon morreu em 1978 depois de engolir 32 comprimidos de clometiazol.

5 - Vince Neil

No dia 8 de dezembro de 1984, o baterista da banda Hanoi Rocks, Razzle, morreu no banco do passageiro em um carro dirigido por Vince Neil. Eles estavam em uma festa em Hollywood quando decidiram ir até uma loja de bebidas. Neil estava bebendo e perdeu o controle do carro que bateu com outro na estrada. Razzle não sobreviveu ao acidente e foi declarado morto quando chegou ao hospital.

Neil foi sentenciado a 30 dias de prisão, mas foi liberado antes por bom comportamento. Neil, que era vocalista de outra banda, voltou a se apresentar com sua banda. Mas a banda que Razzle fazia parte, separou logo depois da sua primeira turnê.

6 - Phil Spector

Esse produtor e músico era conhecido por produzir sucessos como "To Know Him Is To Love Him" dos Teddy Bears, "You Lost For Lovin Feelin" para os Righteous Brothers, e "My Sweet Lord" para George Harrison. Mas no dia 3 de fevereiro de 2003 tudo mudou quando o corpo da atriz Lana Clarkson foi encontrado caído em uma cadeira com um tiro na boca na mansão de Spector.

Segundo a promotoria, depois de uma noite regada a álcool, Clarkson tentou deixar a mansão às cinco da manhã, mas Spector teve um ataque de raiva e a matou. O produtor disse que Clarkson tirou sua própria vida. Em 2009, ele foi considerado culpado e foi sentenciado a 19 anos.

7 - Sid Vicious

No dia 12 de outubro de 1978, o corpo de Nancy Spungen de 20 anos foi achado no chão do banheiro do Chelsea Hotel, em Nova York. Ela tinha uma única facada na abdômen. Seu namorado, o roqueiro do Sex Pistols, foi preso por suspeita de assassinato.

Vicious confessou o crime, mas depois retratou sua confissão e alegou que ele estava dormindo o tempo todo. Em 1979, ele foi liberado depois de pagar fiança. Dois dias depois, ele foi encontrado morto por sua mãe. Vicious teve uma overdose de heroína aos 21 anos.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Commos BBC
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+