• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 teorias mais curiosas sobre a matéria negra

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      28/05/19 às 17h55

Mesmo depois de inúmeros experimentos e muitos anos de pesquisa, a busca pela matéria negra ainda continua. Até então, todas as tentativas de identificar a tal matéria misteriosa se mostraram ineficientes. O que se sabe até agora é que ela não absorve e nem emite luz, e também não interage com três das quatro forças fundamentais da natureza. O que torna quase impossível definir as suas reais propriedades.

Cientistas de todo o mundo estão tentando desvendar os mistérios da matéria negra, e enquanto não conseguem, várias teorias são criadas a respeito. Mesmo com a falta de evidências reais, muitos astrofísicos acreditam que a matéria negra esteja lá fora, em algum lugar no universo. Até porque fenômenos cósmicos, como a rotação de galáxias, não podem ser explicados pela física tradicional, a menos é claro que uma forma oculta de matéria esteja por trás desse fenômeno. Mas, como ainda não temos respostas para isso, confira agora algumas das teorias mais curiosas sobre a tal matéria negra.

1 - Objetos Maciços de Halos Compactos Astrofísicos

Uma hipótese levantada pelos cientistas sobre a matéria negra é a existência de maciços objetos de halos compactos astrofísicos (MACHO). Entre esses objetos, estão buracos negros, estrelas de nêutrons e anãs marrons (objetos estelares compostos de matéria regular). Acontece que não podemos detectar esses MACHOs utilizando métodos convencionais, uma vez que eles emitem pouca ou nenhuma radiação. Mas podemos observá-los estudando a luz de estrelas distantes por meio de um processo chamado de microlente. Observando a luz, os cientistas conseguem medir a quantidade de matéria oculta presente. Porém, como não foram encontrados MACHOs suficientes para explicar toda a matéria escura do universo, a ideia não passou de uma teoria.

2 - Gravitino

A supersimetria se baseia no fundamento de que, para cada partícula do modelo padrão, como elétron ou fóton por exemplo, deve haver uma contrapartida teórica. Essas duas partículas compartilham propriedades parecidas com as originais, exceto por algumas diferenças fundamentais. Uma teoria à parte, sugere a existência do gráviton (uma partícula sem massa). A junção dessas duas ideias forma o gravitino, que é o hipotético parceiro supersimétrico da gravidade, que para alguns físicos, consiste na matéria negra.

3 - Matéria negra difusa

A ideia de matéria negra difusa é nova na lista de possíveis candidatos à matéria escura. Apesar dos vários nomes para essa matéria, as teorias a respeito seguem a mesma linha de raciocínio. Elas sugerem que a matéria negra é formada por um grande número de partículas minúsculas com massa extremamente baixa. Em baixas temperaturas, essas partículas coalescem e formam um novo tipo de matéria, a conhecida como condensado de Bose-Einstein. Individualmente, essas partículas quase não têm efeito, mas em grandes quantidades, elas podem distorcer os raios de luz interestelar. No entanto, a quantidade de distorção depende da massa das partículas de matéria negra.

4 - Matéria negra auto-interativa

Uma outra hipótese levantada pelos cientistas para explicar as discrepâncias do núcleo-cúspide, é a ideia da matéria negra auto-interagente. Essa teoria propõe que as partículas de matéria negra interagem umas com as outras por meio de forças que a física até então é incapaz de explicar. Mas nem todos concordaram muito com essa explicação. Outra teoria sugere que a matéria negra é impulsionada do centro de uma galáxia através da energia e dos ventos criados durante a formação das estrelas.

5 - Neutrinos Estéreis

Atualmente, existem apenas três tipos de neutrino conhecidos, o elétron, o múon e o tau. Todos os três são rápidos demais para compensar a matéria negra. Porém, cientistas do Fermilab em Illinois estão procurando por um quarto tipo de neutrino e potencial candidato à matéria escura: o neutrino estéril. Em 2018, o MiniBooNe gerou resultados promissores sobre a existência de neutrinos estéreis. Mas, os resultados do experimento do MINOS, publicados em 2019, contradizem o estudo de 2018. Até agora não há um consenso sobre a existência ou não de neutrinos estéreis.

6 - Fótons escuros

Na tentativa de explicar o mistério da matéria negra, alguns cientistas levantaram a hipótese de fótons escuros. Esses, que seriam os mediadores de força bastante semelhantes a fótons regulares, porém com massa extremamente baixa. Os pesquisadores acreditam que as ondas gravitacionais poderiam ser o caminho para descobrir essas partículas minúsculas. Se de fato fótons escuros estiverem viajando pelo universo, seus sinais poderiam ser detectados por detectores de onda gravitacionais.

7 - Matéria negra não existe

Com o passar dos anos e a falta de evidências claras para qualquer uma das hipóteses sobre a matéria negra, alguns físicos estão começando a achar que talvez a matéria negra não exista. E que nesse caso, existiria uma outra explicação para os fenômenos cósmicos. Um dos cientistas mais céticos sobre a existência da matéria negra é o físico israelense Mordehai Milgrom. O físico propôs a sua teoria adversa à matéria negra em 1980. A sua teoria, rival da Dinâmica Newtoniana Modificada (MOND), argumenta que a matéria escura não é necessária para explicar o movimento incomum das estrelas nos confins da galáxia.

No entanto, a existência da matéria negra permanece como um dos maiores mistérios da ciência moderna. No futuro, talvez surjam evidências que comprovem todas essas teorias ou que afirmem que todas elas estão completamente erradas. A cada novo estudo e experimento estamos mais perto de encontrar a verdade.




Matérias selecionadas especialmente para você

Via   List Verse  
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+