8 cartazes soviéticos que tentavam impedir as pessoas de consumir bebidas alcoólicas

POR Gustavo Camargo    EM Curiosidades      23/05/17 às 17h59

Você gosta de tomar aquela cervejinha no final de semana? já pensou como seria se aqui no brasil as bebidas alcoólicas fossem proibidas? Talvez teríamos menos acidentes nas nossas estradas, mas falando economicamente seria bem ruim.

Talvez um dos maiores estereótipos que temos da Rússia é que eles bebem vodca como se fosse água. Em 1985, o então líder soviético Mikhail Gorbachev introduziu a lei seca parcial para o consumo de álcool. O objetivo dessa lei era melhorar a saúde pública e aumentar a produção no país, Mas, em contrapartida a medida acabou fazendo com que acontecesse um desastre econômico. O principal motivo da lei ter sido aplicada no país foi porque trabalhadores chegavam bêbados ao trabalho e a vida familiar e social era afetada.

A editora britânica FUEL, no inicio de 2017, publicou o "Alcohol". Se trata de um livro com uma coleção de cartazes dos anos 60 e 80, que mostra as atitudes desesperadas do governo soviético para impedir que as pessoas bebessem.

Listamos aqui para vocês 8 cartazes que mostram claramente como o governo soviético estava desesperado:

1 - "O seu mundo interno"

2 - "Combata a bebedeira!"

3 - "Beber demais termina com uma ressaca amarga." O texto na tatuagem diz "Adoro ordem".

4 - "Uma união vergonhosa - um preguiçoso + vodca!"

5 - "Não entre árvores e a relva / a serpente esconde-se entre nós / não beba dela, mamífero / ou você tornar-se-á um réptil também."

6 - "Pouco a pouco, você acaba como um louco / Tolerância à bebida é perigoso / Há só um passo entre a bebida e o crime."

7 - "Vamos superar!" Na cobra está escrito "Alcoolismo".

8 - "Não beba a sua vida."

E ai, o que acharam dos cartazes? Não esqueça de comentar e compartilhar com os amigos.

Imagens MHM
Gustavo Camargo
Gustavo Camargo, 18 anos, Goiano, Publicitário, Homão da Porra. Fascinado por League of Legends, Hearthstone, Lúcifer (série) e Literatura.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+