Entretenimento

8 coisas estranhas que já se tornaram virais da internet

0

A internet faz com que muitas coisas sejam exibidas em um curto espaço de tempo. Com isso acabamos recebendo também uma enorme quantidade de virais. Elas se espalham pelas redes sociais como Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, WhatsApp e outros. E seus temas são os mais variados. Indo desde questões trágicas e perigosas, como mostramos na matéria sobre o novo viral que está colocando em risco a vida de vários jovens ao redor do mundo, até temas cômicos e realmente aleatórios.

Em geral alguns são realmente estranhos e sem sentido. Nos fazendo perguntar como aquilo conseguiu ficar tão conhecido e receber tantos views. O problema é que nem sempre algo tem que ser realmente bem feito e produzido para fazer sucesso. E muitos virais são a prova disso. Não existe uma receita pronta para fazer com que o seu vídeo viralize e na maioria das vezes é tudo uma questão de sorte. Os vídeos a baixo são alguns dos virais mais estranhos e que não deveriam voltar a circular.

1 – A releitura do clipe de “All by Myself” feita por Richard Dunn

2 – A ideias estúpida de comer milho com uma furadeira

https://www.youtube.com/watch?v=uJJM5GcZwXI

3 – Esse estranho boneco nu

4 – O desafio de segurar o seu iPhone em lugares altos e inusitados só pela emoção

5 – Devil Baby Attack

6 – O vídeo macabro dessa garota se arrumando no espelho

7 – Pen-Pineapple-Apple-Pen

8 – Pessoas colocando fogo nos próprios corpos

https://www.youtube.com/watch?v=HD_h05xftxc

É incrível como essas coisas viralizaram tanta mesmo sendo completamente estranhas ou estúpidas, como colocar fogo em si mesmo. Ainda sim eles foram grandes virais da internet por um bom tempo e esperamos que não voltem. Se lembra desses vídeos? Comenta aí qual outro viral estranho já tomou conta da internet!

25 personagens da nossa infância reimaginados como meninas

Matéria anterior

7 personagens que poderiam salvar o Universo DC dos cinemas

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.