• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

8 coisas que não fazem muito sentido em Avatar

POR Ana Monteiro    EM Fatos Nerd      07/12/17 às 17h18

Água, terra, fogo, ar. Há muito tempo as nações viviam em paz e harmonia, e aí tudo isso mudou quando a nação do fogo atacou... Nem é preciso terminar a introdução, você já deve ter completado o discurso inicial de Katara mentalmente. Quem não se apaixonou pelo universo de Aang e seus companheiros Katara, Sokka e Toph em suas aventuras para que o Avatar dominasse os quatro elementos e parasse os planos malignos da Nação do Fogo?

Cada uma das localidades que o grupo passou tinha suas particularidades estéticas e seus costumes. E foi esse universo rico encantou os fãs de Avatar. Porém, algumas coisas na história não fazem muito sentido. Não é nada que torne a obra ruim, mas é bizarro quando pensamos sobre. Confira algumas coisas que não fazem muito sentido nessa animação.

1 - Onde estão as armas de fogo?

Num universo que teve tecnologia o suficiente para construir zepelins e navios, onde estão as armas de fogo? Quem não nasceu na Nação do Fogo ou que não possui nenhuma habilidade de dobra poderia usar um arma para se defender quando necessário. Bom, pelo menos essa é explicada pelo fato da animação ser para crianças e não poder mostrar esse tipo de objeto.

2 - Com os olhos de fora!

Toph foi a responsável por guiar Aang no aprendizado da dobra da terra. Num dos episódios em que os dois praticam, a garota faz uma armadura composta exclusivamente por esse elemento e deixa apenas os olhinhos de fora. Isso não tem nenhuma utilidade já que a personagem é cega, mas os animadores perceberam tarde demais. A única abertura necessária para a garota era para permitir que ela respirasse.

3 - Nada surpreendente

Katara e Sokka passaram a vida inteira no polo sul e só tiveram a oportunidade de conhecer outros lugares ao saírem numa aventura com Aang. Mas você não acha que eles não se surpreenderam com nada nos outros países? Eles não ficaram admirados com as cores além do branco e azul e nem surpresos com as diferenças culturais. Que tipo de turistas são esses?

4 - Eletricidade?

Inicialmente, água, terra, fogo e ar são os elementos que podem ser dobrados. No final da trama surgem dobras secundárias como metal, sangue e energia (a última aparece sempre em momentos bem convenientes). Eletricidade não é citada em nenhum momento e mesmo assim é utilizada nas mãos dos dobradores de fogo. Os relâmpagos não tem absolutamente nada a ver com o elemento fogo e só foram colocados ali para deixar a Nação do Fogo ainda mais imponente. Se fossemos considerar a lógica, faria muito mais sentido esse elemento estar relacionado aos dobradores de ar.

5 - As chamas azuis de Azula

Durante os eventos de Avatar: A Lenda de Aang, Azula é considerada uma das mais poderosas dobradoras de fogo. Sua habilidade com as chamas são tão poderosas que o elemento utilizado tem a coloração azul para indicar o quão alta é a sua temperatura. Por mais que essa ideia seja genial, existiram muitos outros dobradores tão poderosos ou até mais que Azula, por que só as chamas dela conseguiram esse aspecto tão singular? Nem Iroh e nem mesmo os Guerreiros do Sol chegaram nesse nível?

6 - O bastão de Aang

Aang é bastante cuidadoso com seu bastão afirmando que o objeto é muito frágil. Com certeza ele tem um apego emocional muito forte por ser uma lembrança de quando ele vivia com os nômades do ar. Mas você já viu quantas vezes ele utilizou seu bastão como arma nos conflitos que enfrentou? Talvez ele não seja tão frágil assim para Aang ficar criando encrenca sempre que Toph o utiliza para quebrar nozes.

7 - Está com frio?

Os polos não fazem o menor em sentido em Avatar. Para começo de conversa, os dias e noites deveriam durar meses. Outra coisa que deixa qualquer fã exigente incomodado é que Katara e Sokka usam casacos pesados para suportar o frio do local, mas Aang encara as baixas temperaturas apenas com suas vestes leves. Como ele não morreu de hipotermia ou nem ao menos ficou doente?

8 - A narração de Katara

A abertura de Avatar: A lenda de Aang é um dos aspectos mais icônicos dessa animação. Katara conta um pouco da história desse universo ficcional em que as nações possuem habilidades de dobrar os elementos agua, terra, fogo e ar e sobre o início da guerra com o ataque da Nação do Fogo. A história da abertura acaba quando ela encontra Aang e acredita no seu potencial para aprender a dobra de todos os elementos e salvar o mundo. O problema é que não importa o quanto a trama avance e Aang domine novas habilidades, a abertura nunca muda incluindo esses acontecimentos.

Qual outra bizarrice você já percebeu em Avatar? Conta pra gente nos comentários!

Próxima Matéria
Ana Monteiro
Lok'tar ogar! For the Horde! Cresceu com um Mega Drive, um Super Nintendo e muitos desenhos animados. Jornalista, especialista em cinema, violinista, entusiasta de narrativas de fantasia e presença garantida em mesas de RPG. Muito tsunderismo em apenas 1,54 de altura.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+