8 controvérsias que quase arruinaram o Cartoon Network para sempre

POR Gabriela Tyemi    EM Fatos Nerd      19/01/18 às 14h50

Produzir um desenho animado pode ser bastante complicado. Além das animações complexas, os roteiristas precisam tomar cuidado em excesso. Por ter um público infantil, existem muitas restrições de conteúdo. Não se pode abordar temas sexuais, mostrar bebidas alcoólicas e nenhum tipo de droga, entre outras coisas. Apesar de ser comum colocar uma piadinha que só os adultos entendem no meio desses desenhos, os exageros sempre acontecem e suas consequências podem ser fatais.

A Cartoon Network é a responsável por transmitir grande parte das séries animadas que conhemos hoje. Por isso, separamos 8 controvérsias que quase arruinaram a emissora para sempre. Confira:

1 - Tiny Toon Adventures bebendo cerveja

Em um episódio especial de Tiny Toons Adventures, que foi exibido apenas uma vez, Perninha, Presuntinho e Plucky bebem uma cerveja e ficam bêbados. Depois de serem rejeitados, eles roubam um carro da polícia, se envolvem em um acidente e morrem. Apesar do mau comportamento, eles se transformam em anjos e flutuam no céu. Bizarro, não?

2 - Propaganda de cigarro durante Os Flintstones

Hoje em dia, as propagandas de cigarros são proibidas na TV. E claro que isso não apareceria no meio de um programa infantil, certo? Acredite se quiser, tais leis não existiam quando Os Flintstones estava no ar nos Estados Unidos. Os comerciais eram colocados diretamente no meio das tramas ou adicionados no final dos episódios. Uma dessas propagandas era de cigarro.

3 - Filme de As Meninas Superpoderosas comparado com o 11 de setembro

As Meninas Superpoderosas: O Filme teve uma bilheteria desastrosa. Entre as críticas mistas, Roger Ebert, um dos críticos mais famosos de cinema, foi um pouco além, não só dizendo odiar o filme, como comparando com a tragédia de 11 de setembro. Sim, um desastre. O fracasso do longa matou as produções cinematográficas da Cartoon Netwoork, já que As Meninas Superpoderosas eram um sucesso na TV.

4 - O cancelamento de Jovens Titãs e Liga da Justiça

Em 2005, a nova administração da Warner Bros Animation exigiu que todos os programas fossem relançados. Contudo, apesar de fazerem sucesso, Os Jovens Titãs e Liga da Justiça falharam no processo de relançamento. O cancelamento de Os Jovens Titãs foi frustrante com um final em aberto. Liga da Justiça pelo menos teve um final adequado. Depois, a WB Animation fez um reboot de Os Jovens Titãs, mas ele não agradou o antigo público.

5 - O reboot de As Meninas Superpoderosas com outras dubladoras

O criador Craig McCraken não teve interesse de trabalhar no reboot de As Meninas Superpoderosas em 2016. Contudo, as dubladoras originais Tara Strong, Cathy Cavadini e E.G. Daily queriam estar envolvidas e ficaram muito chateadas por não terem sido convidadas. Os fãs também não gostaram das novas vozes.

6 - A controvérsia com a Princesa Jujuba

A Princesa JujubaMarceline, a Rainha dos Vampiros, já namoraram? Parece que sim. Apesar de várias insinuações nos episódios, o namoro nunca foi explícito. Contudo, a dubladora de Marceline, Olivia Olson, afirmou que as duas realmente namoraram, mas o desenho não poderia colocar no ar por muitos países ainda tratarem a homossexualidade como um tabu.

7 - O sexismo acabou com Titã Simbiônico e Justiça Jovem

Dois dos melhores desenhos de ação da Cartoon Network, Titã Simbiônico e Justiça Jovem, foram cancelados por causa dos brinquedos. Justiça Jovem teve excelentes classificações, mas, de acordo com Paul Dini, produtor da série animada, de repente o público se tornou feminino. Segundo ele, este fato acabou com os acordos com anunciantes e fabricantes de brinquedos. O Titã Simbiônico nem conseguiu uma linha de brinquedos porque você precisa de uma personagem para formar o robô. Absurdo!

8 - As artes conceituais racistas de Steven Universo

A arte conceitual de Steven Universo não foi utilizada. Por que? Bem, grande parte dos rascunhos continham conteúdos racistas. O design de um personagem tinha grandes lábios claros e uma pele escura, lembrando um Blackface (prática teatral antiga de colorir atores com carvão de cortiça e representar personagens afro-americanos de forma exagerada). Além disso, na descrição do desenho haviam "brincadeiras" racistas nada engraçadas.

Qual dessas controvérsias você acha que é a pior? Deixe nos comentários e compartilhe a matéria.

Gabriela Tyemi
Não tenho coisas preferidas.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+