Fatos Nerd

8 recordes de bilheteria do cinema que dificilmente serão quebrados um dia

0

Quando o assunto é cinema, alguns recordes de bilheteria parecem ser impossíveis de serem quebrados.

Afinal, existem muitos fãs e pessoas que acompanham seus filmes preferidos no cinema. Com isso, eles alcançam números impressionantes de arrecadação, chegando até mesmo a ultrapassar marcas que parecem inatingíveis.

Desde as maiores bilheterias de todos os tempos até os feitos impressionantes de cineastas altamente renomados, não faltam exemplos de recordes absolutos que foram alcançados com dedicação incansável.

Separamos aqui 8 recordes de bilheteria que não serão superados tão cedo!

8 recordes de bilheteria que não serão superados tão cedo

1. Avatar (2009)

Via Flickr

Recorde: Maior bilheteria da história.

Lançado em 2009, impulsionado pelos avanços tecnológicos crescentes na indústria cinematográfica, “Avatar” de James Cameron é famoso como um dos marcos mais significativos da história do cinema.

Isso pode ser visto pelo seu impressionante visual em 3D, ou pela arrecadação monumental nas bilheterias mundiais, que ultrapassou cerca de US$ 2,9 bilhões.

Embora outros filmes tenham se aproximado desse total (por um tempo, “Vingadores: Ultimato” chegou a ameaçar essa posição), será extremamente difícil presenciar outro filme se tornando um fenômeno cultural tão imenso a ponto de superá-lo novamente.

Vale ressaltar que nem mesmo a continuação, “Avatar: O Caminho da Água”, teve uma mínima chance nesse sentido.

2. …E o Vento Levou (1939)

Recorde: Maior bilheteria da história corrigida por inflação.

Lançado em 1939, “E o Vento Levou” se solidificou como um dos maiores clássicos do cinema, adaptando o livro homônimo de Margaret Mitchell.

Na sua época, o filme foi um dos mais dispendiosos, com um custo impressionante de US$ 3,85 milhões, mas sua arrecadação inicial de aproximadamente US$ 200 milhões não o colocaria nos recordes de bilheteria.

No entanto, é crucial considerar que o valor de US$ 200 milhões possuía um poder de compra muito diferente do que tem hoje, especialmente no final da década de 1930.

Ajustando esse valor pela inflação, o filme teria acumulado mais de US$ 4 bilhões nas bilheterias. Assim, se torna a maior arrecadação corrigida pela inflação na história do cinema. Esse é um dos recordes de bilheteria que nem mesmo os épicos da Marvel conseguiram alcançar.

Via Public Domain

3. Vingadores: Guerra Infinita (2018) e Vingadores: Ultimato (2019)

Recorde: Dois filmes da mesma franquia possuem 3 dos 5 dias mais rentáveis na história do cinema.

Se você é um entusiasta do cinema e acompanha de perto as bilheterias, é provável que já tenha ouvido falar do Box Office Mojo, um site norte-americano que rastreia a arrecadação de filmes, tanto nos EUA quanto no mundo todo.

Segundo eles, o Universo Cinematográfico da Marvel detém um recorde que parece difícil de ser superado.

“Vingadores: Guerra Infinita” registrou um dos dias de maior arrecadação na história do cinema ao conquistar US$ 106 milhões em 27 de abril de 2018.

“Ultimato” seguiu de perto, com dois dias igualmente lucrativos (26 e 27 de abril, arrecadando US$ 109 milhões e US$ 157 milhões, respectivamente). É improvável que outra franquia alcance esses números.

Um ponto a ser destacado é que “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” também figura nessa lista, arrecadando US$ 121 milhões em 17 de dezembro de 2021.

No entanto, como o filme faz parte da franquia do “Homem-Aranha”, ele não é contabilizado junto com “Guerra Infinita” e “Ultimato”, que são parte da saga dos Vingadores.

4. O Rei Leão

Recorde: Maior bilheteria para um musical live-action.

Apesar de muitos torcerem o nariz diante de qualquer indício de música, um dos gêneros mais amados da história de Hollywood é o musical.

Vários filmes nesse estilo prosperaram e são lembrados até hoje, como “A Noviça Rebelde”, “Chicago”, “Cabaret” e muitos outros. No entanto, nenhum deles alcançou o sucesso estrondoso visto em “O Rei Leão” de 2019.

O “remake live-action” (um termo que gera bastante controvérsia) do clássico de 1994 se tornou a maior bilheteria de um musical “live-action” na história do cinema, arrecadando mais de US$ 1,6 bilhão em todo o mundo.

O filme acabou sendo um sucesso apesar da recepção mediana da crítica, e uma sequência/prequela está programada para ser lançada ainda neste ano.

5. Barbie (2023) e Oppenheimer (2023)

Via Filmow

Recorde: 2 filmes lançados no mesmo dia que quebraram recordes de bilheteria.

Todos nós lembramos do grande fenômeno cultural que foram “Barbie” e “Oppenheimer”. Lançados no mesmo dia, esses dois filmes competiram acirradamente nas bilheterias.

Surpreendentemente, apesar da competição intensa, ambos se destacaram como dois dos maiores sucessos do ano passado. Na época, muitos fãs temeram que o sucesso de um implicasse no fracasso do outro.

Juntos, esses filmes quebraram recordes de bilheteria. “Barbie” tornou-se a maior arrecadação da história para um filme dirigido por uma mulher, além de ser a maior bilheteria de 2023.

Enquanto isso, “Oppenheimer” não ficou muito atrás, consolidando-se como a maior cinebiografia da história do cinema e um dos maiores projetos na carreira de seu diretor, Christopher Nolan.

6. Titanic (1997)

Recorde: Filme de maior bilheteria a conquistar o Oscar de Melhor Filme.

Quando se trata do Oscar, a bilheteria desempenha um papel secundário na escolha e premiação dos filmes selecionados pela Academia.

É por essa razão que raramente vemos grandes blockbusters competindo por uma vaga na categoria principal. No entanto, “Titanic” conseguiu superar essa barreira e muito mais, tornando-se, na época, a maior bilheteria da história.

Com uma arrecadação mundial de mais de US$ 2 bilhões, o filme, que narra o desastroso naufrágio de um navio em 1912 através de um romance fictício, foi indicado a várias categorias. Além disso, também conquistou o prêmio principal.

Desde então, nenhum outro filme tão lucrativo conseguiu uma façanha semelhante na premiação da Academia.

7. James Cameron

Recorde: Diretor com três filmes a passarem a marca de US$ 2 bilhões.

Alguns o amam, outros odeiam, mas não se pode negar o impacto de James Cameron.

O cineasta canadense já deixou sua marca com uma série de sucessos comerciais, como “Aliens: O Resgate”, “O Exterminador do Futuro” e “True Lies”.

No entanto, mesmo esses filmes não se comparam à “trindade” de obras do cineasta, composta por “Titanic”, “Avatar” e “Avatar: O Caminho da Água”.

Cada um desses filmes ultrapassou a marca de US$ 2 bilhões nas bilheterias mundiais, elevando Cameron ao status de um dos cineastas mais lucrativos de todos os tempos.

Os únicos a chegarem perto desse recorde são os Irmãos Russo, responsáveis por “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato”, ambos com arrecadação superior a US$ 2 bilhões.

Via Flickr

8. Steven Spielberg

Recorde: Diretor com maior bilheteria da história.

Embora James Cameron tenha dirigido três das maiores bilheterias de todos os tempos, ele ainda não alcançou o status de Steven Spielberg, o cineasta norte-americano conhecido como o “pai dos blockbusters”.

Com uma carreira vasta que remonta a 1969, Spielberg é reconhecido como o cineasta com a maior arrecadação da história.

Segundo o The Numbers, Spielberg possui 36 filmes que, juntos, acumularam aproximadamente US$ 10,696 bilhões nas bilheterias.

Se considerarmos os filmes em que ele atuou como produtor executivo ou em outras funções, esse total sobe para US$ 16 bilhões. Não será possível superar isso tão cedo.

Fonte: Legião dos Heróis

Imagens: Public Domain, Flickr, Filmow, Flickr

Descubra quais são os 5 produtos mais vendidos da história

Previous article

Jesus, pedras de estimação e namoradas de IA: os chatbots mais bizarros da loja GPT

Next article

Comments

Comments are closed.