8 truques que restaurantes e supermercados usam para você gastar mais com comida

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      07/11/14 às 19h40

Nós nem percebemos mas nossos estímulos são usados por restaurantes e supermercados para nos levar a gastar mais e quase deixar as calças para pagar a conta. Eles conhecem exatamente os seus pontos fracos. Conheça quais são as principais artimanhas usadas para "aumentar" nossa fome.

1. Nada de $

Cifrão-2

De acordo com o estudo realizado pela Cornell University School of Hotel Administration, menus com símbolos relacionados ao dólar vendem menos do que cardápios sem "$" ou algo do tipo. Para a pesquisa, assim que o consumidor nota o símbolo, a lembrança remete ao fato de gastar dinheiro e isso faz com que ele aja com mais cuidado. Então colocar valores só com os algarismos e sem o R$ no cardápio é uma forma de diminuir a cautela com que interpretamos o preço do prato.

2. Eles usam valores ''quebrados''

eur_copytrans_contacts

Os designers de menus afirmam que valores terminados em 9, como 9,99, tendem a significar valor e não qualidade. E, segundo algumas pesquisas, valores quebrados podem ser considerados "amigáveis mas disso você já sabe desde a moda das lojas de R$1,99.

3. ''Falar bem'' da comida aumenta o número de vendas

imagem2

Um menu descritivo sempre anima o consumidor, afirma pesquisa da Cornell University. Especificamente, menus com pratos explicados de maneira até levemente romântica (sabor frutado, textura delicada e suave, etc. etc.) vendem 27% a mais do que menus comuns, diz o resultado do estudo da Universidade de Illinois.
Para o engenheiro de menus Greg Rapp , esse tipo de cardápio "traz o máximo da sensação ao consumidor, aumentando as chances do cliente se sentir satisfeito após a refeição". Outro fator que também pesa para a formulação dos menus é o uso de grandes marcas dentro dessa descrição (sobremesa feita com sorvete X, por exemplo).

4. Eles ligam comida à família

Semana-Santa-Consejos-de-nutrición-para-no-engordar-en-la-comida-de-Pascua

Consumidores gostam quando nomes os nomes dos estabelecimentos têm ligações familiares. Com esse tipo de conexão com o cliente, a meta dos restaurantes é apelar para a nostalgia. Então desconfie quando você encontrar a "Macarronada da Mama" ou o "Filé do Tio".

5. Restaurantes usam termos étnicos para parecerem mais autênticos

cardapio-bar

De acordo com o experimento realizado pela Oxford, um termo étnico ou geográfico pode atrair a atenção do consumidor para  o tipo de comida daquele local, evocando sabores e texturas.

6. Piso escorregadio

untitled

Os pisos mais lisos dos supermercados não servem apenas para que os carrinhos deslizem melhor. "Os pisos costumam ter baixa aderência para que o cliente tome cuidado para não escorregar e ande mais devagar. Assim, ele presta mais atenção nos produtos", conta Marcelo Pontes.

7.  Que horas são?

Shopping-Center

Imagine um supermercado. Agora tente se lembrar de como são seus relógios. Provavelmente você terá dificuldade. Muitos supermercados e também shoppings não deixam relógios visíveis para que o cliente gaste mais tempo na compra e não se preocupe com a hora.

8. "Que sede"

voce-sabe-beber-23603

Infelizmente, em alguns casos também são usadas estratégias desonestas. Existem muitas táticas bem feitas, mas, evidentemente, existem algumas que são questionáveis do ponto vista ético. Alguns salgam a comida para que o cliente peça mais bebida ou usam um tempero mais forte no prato principal para despertar a sede.

Rafael Miranda
Jornalista viciado em memes e amante da cultura pop.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+