Natureza

Âmbar-gris: conheça a pedra rara encontrada dentro de baleia na Espanha que pode valer R$ 2,6 milhões

0

Especialistas descobriram uma âmbar-gris no intestino de uma baleia cachalote encalhada na costa da praia de Nogales, nordeste da ilha de La Palma, Espanha. A pedra rara foi avaliada em € 500 mil, sendo aproximadamente R$ 2,6 milhões.

O âmbar-gris encontrado na baleia tinha cerca de 9 kg e um diâmetro de 60 cm, uma das maiores vistas por especialistas.

A descoberta começou em 21 de maio, quando chamaram uma equipe de veterinários forenses da Universidade de Las Palmas para examinar uma baleia cachalote encalhada.

No entanto, levaram meses para entender o que estava acontecendo, e infelizmente, precisaram fazer uma autópsia no animal, visto que ele não sobreviveu.

A baleia, responsável pela produção do âmbar-gris, morreu devido a uma obstrução parcial do trato intestinal causada pela pedra, que estava presa próxima ao cólon distal. No entanto, essa não foi a causa principal da morte.

Via Metrópoles

Baleia estava doente

O professor da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria e diretor do Instituto Universitário de Saúde Animal, Antonio Fernández, informou à National Geographic Espanha que a lesão no cólon foi fatal, pois causou o vazamento de parte da mucosa intestinal, um habitat para bactérias entéricas.

A baleia morreu devido a uma infecção bacteriana. Segundo o especialista, apenas cerca de 1% de todos os cetáceos são afetados pela morte causada por esse tipo de pedra, uma vez que, na maioria dos casos, o material é expelido.

Devido aos problemas digestivos, a baleia, um macho de 13 metros de comprimento que pesava mais de 15 toneladas, estava abaixo do peso.

A equipe de veterinários da universidade observou que um animal desse tamanho deveria ter um peso maior.

Isso traz teorias sobre eventuais necessidades no mar, ou uma vida marinha com menos condições de caça. Isso aconteceria, por exemplo, ao fugir de caçadores ou estar em uma área sem animais ou plantas para se alimentar.

Dessa forma, o impacto humano teria deixado a baleia com menos peso do que deveria ter. Assim, a pedra âmbar-gris contribuiu para sua morte, visto que tinha um sistema debilitado previamente.

O que é uma pedra âmbar-gris

Via Metrópoles

Uma pedra âmbar-gris, também conhecida como âmbar-cinzento, é um tipo de substância sólida e cerosa que se forma no sistema digestivo de alguns cachalotes.

Embora tenha nome de pedra, na verdade é uma secreção produzida no trato gastrointestinal desses animais.

O âmbar-gris se forma quando o cachalote ingere alimentos indigestos, como lulas e polvos, e seu organismo reage produzindo essa substância.

Inicialmente, o âmbar-gris tem uma consistência pegajosa e um odor forte. Com o tempo, no entanto, essa substância passa por um processo de oxidação e envelhecimento, resultando em uma pedra sólida de cor cinza claro a cinza escuro.

Acredita-se que a principal função do âmbar-gris no organismo dos cachalotes seja auxiliar na digestão e proteger o trato gastrointestinal desses animais contra irritações causadas por objetos pontiagudos.

O âmbar-gris tem alta valorização no comércio devido às suas propriedades únicas. Ele atua principalmente na indústria de perfumes como fixador de fragrâncias, devido à sua capacidade de prolongar a duração do aroma.

Além disso, o âmbar-gris tem um aroma próprio, que é descrito como terroso, doce e amadeirado.

Essa combinação de características faz com que seja muito popular na produção de perfumes de alta qualidade.

Vale ressaltar que o comércio de âmbar-gris tem regulamentação estrita em muitos países. A obtenção desse material envolve questões éticas e legais, pois os cachalotes são animais com proteção internacional, e caçá-los é proibido em muitas partes do mundo.

 

Fonte: Metrópoles

Imagens: Metrópoles, Metrópoles

Postou e foi dormir: o ator que viralizou da noite para o dia no TikTok com mapas ‘falantes’

Previous article

Como deepfake de Elis Regina foi criado para o comercial da Volkswagen

Next article

Comments

Comments are closed.