Embora já tenha acabado há algum tempo, Game of Thrones continua dando o que falar. Além de seu final extremamente contraditório, a série da HBO voltou a protagonizar manchetes após George. R.R. Martin, autor dos livros dos quais GOT foi adaptada, revelar que tem problema com uma cena específica da produção.

De acordo com o Looper, o escritor contou à James Hibberd, editor da Entertainment Weekly, qual cena de Game of Thrones mais o incomodou. Antes de tudo, é importante lembrar que Martin aprovou a série. Ao contrário da maioria dos fãs, o autor não parece ter ficado insatisfeito com o desfecho da mesma. Além disso, na entrevista com Hibberd, ele elogiou cenas memoráveis do seriado, como a decapitação de Ned Stark e o Casamento Vermelho.

Contudo, quando se trata da cena relacionada à morte do Rei Robert Baratheon, Martin apresenta certa decepção. Logo na primeira temporada de Game of Thrones, Robert vai em uma caçada real. Porém, contrariando o que o escritor tinha em mente, a cena ficou decepcionante. Em grande parte isso se deve ao orçamento da série. Na primeira leva de episódio a HBO ainda não via GOT como um fenômeno. Sendo assim, os recursos eram limitados.

Publicidade
continue a leitura

"[Na série] Quatro caras andando a pé na floresta carregando lanças e Robert está reclamando de Renly. Nos livros, Robert vai caçar, ficamos sabendo que ele foi ferido por um javali, o trazem de volta e ele morre. Então, eu nunca escrevi uma cena de caça. Mas eu sabia como uma caçada real deveria ser. Teria uma centena de homens. Haveriam pavilhões. Teriam caçadores. Teria cachorros. Teriam cornetas soando - é assim que um rei vai caçar. Ele não iria sair com três amigos para o meio da floresta", explicou Martin.

Pelo menos há uma desculpa para esse problema em Game of Thrones

Publicidade
continue a leitura

Assim como dissemos acima, o orçamento da primeira temporada foi limitado. Sendo assim, o autor sabia que, apesar de não haver sentido em Robert ter saído com poucos companheiros e algumas lanças, esperando encontrar um javali, naquele ponto, "não havia como bancarem cavalos ou cães e pavilhões". Visto que foi uma cena super rápida, foi plausível a produção ter decidido economizar nessa cena. Contudo, Martin leva seu universo muito a sério e ficou insatisfeito com o resultado.

Publicidade
continue a leitura

Surpreendentemente, quanto mais perto do final a série se aproximava, pior ficava. Após a quinta temporada o roteiro deixou de contar com os livros de Martin. Sendo assim, muito da narrativa deixou de fazer sentido. Essa foi uma das principais fontes de reclamação dos fãs. No entanto, apesar disso, o autor não se mostrou insatisfeito com essas pontuações. Certamente as exigências de Martin são peculiares. Bom, cada um com suas prioridades.

Imagens: HBO

Publicado em: 06/10/20 17h17