Há muito tempo os super-heróis deixaram de ser representados como modelos perfeitos e passaram a refletir muitas características com as quais podemos nos identificar. Isso significa que, assim como nós, eles tem qualidades e também defeitos. Sendo assim, apesar de todos os poderes, influência e recursos, essas figuras seguem sendo humanos passíveis de erros. Feita essa contextualização, podemos ir direto ao ponto, o Batman (via Screen Rant).

Apesar de ser o único integrante sem poderes entre os fundadores da Liga da Justiça, nunca enxergamos o Batman como o elo fraco. Na verdade, conhecendo o histórico do Cruzado Encapuzado, é possível dizer que ele chega a ser mais ameaçador que seus colegas super poderosos. Só para ilustrar, em Liga da Justiça: A Legião do Mal descobrimos que o Homem-Morcego conta com planos de contingência para todos os heróis da Liga. Como resultado disso, quando Vandal Savage conseguiu colocar suas mãos nesses planos, ele quase aniquilou os heróis apenas com as ideias do Batman. Enfim, isso é apenas um exemplo de como nos acostumamos a vê-lo: alguém que sempre tem tudo sob controle.

Publicidade
continue a leitura

No entanto, assim como dissemos acima, todos somos passíveis de erros e isso inclui o próprio Bruce Wayne. Aliás, recentemente, em Batman #99 vimos o herói admitir sua maior fraqueza. Após ter sua fortuna, armas e cidade tomadas pelo Coringa, o Cavaleiro das Trevas vê sua vida e sanidade ameaçadas. Além disso, qualquer um que use o símbolo do Morcego também corre risco de ser morto pelo Palhaço e seus aliados. Porém, após se recuperar de sua maior queda, Batman está disposto a se levantar. Para que isso aconteça ele reúne a Bat-Família e admite um grande erro.

A grande fraqueza do Batman

Publicidade
continue a leitura

Apenas contextualizando, atualmente James Tynion IV comanda a narrativa do Morcego em sua série impressa. Além de ter introduzido a Guerra do Coringa e incríveis novos personagens, Tynion também fez o Batman passar por momentos bem pesados. Primeiro, Dick Grayson quase foi morto e passou um longo período com amnésia. Em seguida, Alfred foi morto na frente de Damian que, traumatizado, rejeitou o manto de Robin e se afastou de seu pai. Como se isso não fosse suficiente, o Batman ainda tentou honrar o legado de Alfred criando uma Gotham melhor. Contudo, essa acabou sendo a deixa para o Coringa executar seu plano.

Publicidade
continue a leitura

Após passar por tudo isso, Batman acabou se afastando da Bat-Família. Contudo, após tomar consciência de suas ações, ele decidiu reuni-los e confessar que sua maior fraqueza é pedir ajuda. Assim ele admite que nenhum homem consegue fazer nada sozinho e pede desculpas por suas ações. Em seguida ele admite que agora finalmente está ciente disso e pretende contornar a situação. Então, o Morcego pede para que Asa Noturna, Capuz Vermelho, Batgirl e até mesmo Arlequina o ajudem a salvar Gotham. Bom, agora parece que as coisas finalmente vão começar a se ajeitar. Será que a Bat-Família conseguirá frustrar os planos do Coringa?

Publicado em: 27/09/20 01h56