• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Carpinteiro usa seu tempo livre para construir muletas para pessoas carentes

POR Diogo Quiareli    EM Compartilhando coisa boa      27/05/19 às 18h14

O mundo está precisando de mais amor. É bastante comum ver histórias de assassinatos, males ao meio ambiente e tragédias como um todo. No entanto, vez ou outra surgem na mídia notícias capazes de amolecer até mesmo os corações mais duros. Pessoas que ajudam instituições carentes, crianças em condições de rua ou animais, dos mais variados, merecem a nossa atenção dobrada. Outro caso que merece todo apoio é o de Nicola Gonçalves. Nicola é um carpinteiro de 89 anos que fabricou e doou mais de 10 mil muletas e bengalas. Esse seu trabalho filantrópico é feito desde 1972 com muito carinho e dedicação.

A motivação para fazer essas muletas e bengalas começou há muitos anos. "Antes eu costumava fazer brinquedos e levá-los para as crianças, eu sempre tive essa mania de ajudar. Eu nunca fiz nada com a intenção de ganhar dinheiro, o importante é ajudar", disse o carpinteiro. Ele contou que começou a aprender carpintaria aos 10 anos de idade. Segundo ele, o 'professor' era seu próprio pai. Alguns anos mais tarde, mudou-se para San Carlos, onde abriu a própria oficina. Foi lá que ele produziu a sua primeira muleta, após o pedido de um rio.

"Em 1972, minha tia quebrou a perna e ele me pediu para fazer uma muleta. Algum tempo se passou, um vizinho veio me pedir para fazer outra. Em seguida, veio outro e pediu a mesma coisa e assim foi", relatou o aposentado. Com o passar dos anos, o carpinteiro passou a produzir cada vez mais muletas e hoje chega a fazer duas por dia. A internet o ajudou intensificando os pedidos e encomendas. O homem diz que nunca parou de fazer as muletas para quem realmente precisa do seu trabalho.

"Eu nunca fiz propaganda, as pessoas descobriram porque uma contava para outra. Alguns médicos nos contaram e deram nosso cartão para quem precisava de muletas", contou Gonçalves. O homem diz que faz dessa ação um hobby. Hoje, enfrentando dificuldade para ficar em pé, ele conta com a ajuda do filho e neto, que preparam a madeira que será utilizada para fazer as muletas e bengalas. "A pessoa vem aqui, tira as medidas e no outro dia eu dou. Meu filho sempre deixa a madeira pronta para fazer, quando eu levo para andar, demora de duas a três horas", disse o carpinteiro.

Produção das muletas

O aposentado gasta em média US$ 300,00 por mês. O carpinteiro nunca cobrou por suas peças, mas algumas pessoas ajudam como podem. "Eu uso madeira, ferrolho, prego e borracha. Algumas pessoas me dão dinheiro para ajudar com os custos materiais, mas eu nunca pedi. Faço para quem precisa, faço para quem usa para sempre, quem  teve uma perna amputada ou tem algum outro problema", disse ele. Hoje, após tantos anos, ele terá que dar uma pausa por causa da saúde. O idoso afirmou que não pode mais fazer como antes e que já completou o seu objetivo.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Nation  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+