• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Casal que estava junto há 70 anos morre de mãos dadas

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      07/02/19 às 13h33

Na alegria e na tristeza, até que a morte os separe. Esses são os votos de casamento. E por vezes, o amor dura até que a morte separá-los de fato, mas que os leve juntos. Essa foi o final da história de amor dos australianos Norma June Platell, de 90 anos, e Francis Ernest Platell, de 92, que morreram de mãos dadas quase que no mesmo instante.

O relato foi feito por Amanda Platell, filha do casal e jornalista do Daily Mail. Ela conta que a partida dos pais foi apenas o retrato de como eles viveram os 70 anos em que foram casados: sempre juntos.

O Casal

Norma já tinha sido diagnosticada com Alzheimer e vinha sofrendo com a doença. Há três anos, os médicos já haviam informado a família que ela não teria muito tempo de vida, e que talvez não chegasse nem ao Natal de 2018. Conforme a doença se agravou, Norma perdeu a capacidade de falar, e ficou inviável para Francis cuidar da sua esposa em casa, mesmo contando com a ajuda de cuidadores.

Então, Norma precisou ser levada para uma casa de repouso, para que tivesse o cuidado necessário. Francis então foi incansável, passava todos os dias com ela na casa de repouso e à noite ia embora. "Mesmo quando se tornou demais para ele e mamãe se mudou, você podia ver que um pedaço dele havia morrido", relata Amanda.

Devido à idade avançada, Francis também enfrentou problemas de saúde, e após várias quedas em casa e pequenos derrames, ele também foi morar na mesma casa de repouso onde estava a sua esposa. Amanda conta que ele ficou muito feliz por estar junto novamente com sua esposa, dividindo o mesmo quarto, com camas lado a lado.

Não foi fácil para Francis enfrentar a nova realidade, ele sentia falta da independência que tinha no apartamento em que morou com Norma por sete anos. Mas Amanda conta que, mesmo com esse sentimento, ele sempre dizia que seu lar era em qualquer lugar onde estivesse ao lado de sua amada.

Os últimos dias

Poucas semanas antes do Natal, Francis caiu durante o banho e quebrou o quadril, precisando ser hospitalizado. No mesmo dia, Norma, caiu da cama e também foi levada ao hospital.

Durante os últimos dias, no hospital, o casal fazia tudo junto. "Se ele não comia, ela também não comia. Se não tomava água, ela também não", relata a filha do casal. E assim os dois permaneceram, até a noite de 6 de janeiro.

Naquela noite, Norma passou por complicações, estava respirando de forma irregular, Francis também demonstrou um comportamento inquieto. Após 10 minutos, a enfermeira voltou para o quarto para verificar a medicação do casal, e os dois haviam morrido, ali, de mãos dadas. As duas certidões constaram o mesmo horário de óbito, já que nem mesmo o médico conseguiu dizer quem faleceu primeiro.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+