Curiosidades

Caveira gigante é vista no deserto Saara

0

A Terra é cheia de coisas incríveis e surpreendentes. Justamente por isso que descobertas feitas têm o poder de chocar as pessoas, como por exemplo, essa foto que a NASA divulgou na última terça-feira, em que é possível ver uma caveira enorme no meio do deserto do Saara.

Quem fez o registro foi um astronauta na Estação Espacial Internacional. Mesmo que a foto pareça algo assustador, essa caveira é na realidade uma cratera vulcânica nesse formato não convencional.

A NASA Earth Observatory compartilhou a imagem justamente no dia do halloween para comemorar a data, mas o registro tinha sido feito no dia 12 de fevereiro por um astronauta da ISS com uma câmera digital Nikon D5.

O vulcão que aparece na foto é o Trou au Natron, que está no norte do Chade. A cratera tem aproximadamente mil metros de profundidade e um diâmetro irregular de entre seis e oito quilômetros.

A parte branca da caveira é feita de natrão, que é uma mistura de carbonato de sódio, bicarbonato de sódio, cloreto de sódio e sulfato de sódio, enquanto que as partes pretas são cones de cinzas que ficaram acumulados nas aberturas vulcânicas.

Caveira

Olhar digital

O vulcão que tem esse formato de caveira fica nas Montanhas Tibesti, uma cordilheira que é tida como o ponto mais alto do Saara, sendo aproximadamente 2.450 metros acima do nível do mar.

Por mais que o local seja hostil, ainda assim é possível ver uma biodiversidade interessante. Por lá são vistos chacais dourados, fenecos, gazelas, gatos selvagens africanos e várias espécies de aves. E o local também é o lar do Roubou, um povo ancestral semi-nômade.

Mesmo que o vulcão seja interessante, ele é pouco conhecido e explorado pela ciência. Isso acontece por conta de a região ser muito extensa e perigosa por ser palco de uma disputa política bem violenta.

Hoje em dia, o Trou au Natron está extinto, contudo, não é sabido como ele se formou ou qual foi a última vez que ele entrou em erupção. A única coisa que se sabe é que ele era um lago glacial 14 mil anos atrás.

Formato peculiar

Hypeness

Além desse vulcão, outras coisas também têm o formato de caveira, como por exemplo, esse asteroide que passou pela Terra, pela última vez, em 2018. Com cerca de 625 metros de largura, o asteroide de caveira sorridente, cujo nome oficial é 2015 TB145, foi descoberto em 2015, quando passou a 486.000 quilômetros da Terra bem no dia das bruxas.

Em 2018, ele passou a 38 milhões de quilômetros da Terra que é um quarto da distância do nosso planeta ao sol. Depois disso, a próxima vez que essa caveira voltará a se aproximar do nosso planeta é em 2082. A órbita do asteroide fará com que ele passe mais perto de Vênus e Mercúrio em 2024, 2028 e 2037.

Quando os cientistas o descobriram no espaço, tiraram várias fotos. Elas mostram uma rocha quase esférica com entalhes que se assemelhavam a cavidades oculares e uma abertura no nariz, de alguns ângulos. E como ele passou por aqui durante o Halloween, ficou conhecido como caveira.

Ele não alterou a Terra quando apareceu em 2015 e nem em novembro de 2018. Segundo a NASA, a órbita e a velocidade desse asteroide sugerem que ele seja um cometa morto.

Fonte: Olhar digital

Imagens: Olhar digital, Hypeness

Colômbia sacrificará hipopótamos de Pablo Escobar

Previous article

Cientistas chineses desenvolvem primeiro chip de computação inteligente optoeletrônico totalmente analógico

Next article

Comments

Comments are closed.